RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 289 registros para a palavra: Caso Beatriz

Caso Beatriz: Governo de Pernambuco fala sobre confissão de suspeito de matar menina Beatriz de 7 anos a facadas

Com mais de uma hora de atraso, a coletiva de imprensa tem início no auditório da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, no Centro do Recife.

A coletiva de imprensa conta com a presença do secretário de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire; o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão; o gerente-geral da Polícia Científica, Fernando Benevides; e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de Pernambuco, Ângela Cruz. A coletiva tem o objetivo de detalhar como a Polícia Civil chegou ao assassino da menina Beatriz teve início no Recife...

AO VIVO: Assista a coletiva do caso Beatriz em Recife

Lucinha Mota, mãe da menina Beatriz, morta com 42 facadas em 2015, dentro de uma escola particular de Petrolina, disse ontem, após tomar conhecimento, pela imprensa, que está pedindo a Deus para que se confirme a identidade do assassino da sua filha para que justiça seja feita, mas disse durante  live transmitida nas redes sociais que “Não cabe um inocente no processo de Beatriz", afirmou.

“Fomos pegos de surpresa. Falei com o chefe da Polícia Civil, que confirmou a notícia. Passei mal, mas já estou bem", informou ela, afirmando que não foi contatada pela Polícia de Pernambuco e que aguarda mais detalhes sobre o fato para então se pronunciar. “Não sabíamos de nada. Peço a Deus que seja ele, que se confirme, que esse assassino seja tirado da sociedade, que seja preso e condenado", disse...

"É por este motivo que solicitamos a Federalização do Caso Beatriz. É desumano. É assim que o Governo do Estado trata vítimas de homicídios", desabafou Lúcia

A  Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) até o momento não autorizou os pais de Beatriz participar da coletiva marcada para essa quarta-feira (12). Com mais de 1 hora de atraso a coletiva ainda não teve início. O Secretário de Defesa Social disse que receberia os pais da menina Beatriz após a coletiva. Até o momento não houve justificativa para as autoridades barrarem os pais de participarem da coletiva.

A coletiva vai servir para Representantes da Polícia Civil, Polícia Científica e Ministério Público de Pernambuco detalhar como chegaram ao assassino da menina Beatriz. Os pais de Beatriz, Lúcia Mota e Sandro Romilton que viajaram para participar da coletiva no Recife, de acordo com filmagens obtidas através da live, foram proibidos de ter acesso ao encontro entre a SDS e a imprensa...

Caso Beatriz: Lúcia Mota e Sandro Romilton são impedidos de participar de coletiva no Recife

Representantes da Polícia Civil, Polícia Científica e Ministério Público de Pernambuco ainda não iniciaram coletiva com a imprensa com o objetivo de detalhar como chegaram ao assassino da menina Beatriz. A coletiva foi marcada para esta quarta-feira (12).

Os pais de Beatriz, Lúcia Mota e Sandro Romilton que viajaram para participar da coletiva no Recife, de acordo com filmagens obtidas através da live, foram proibidos de ter acesso ao encontro entre a Secretaria Defesa Social e a imprensa. Houve tumulto pois Sandro e Lúcia "justificam que não compreendem essa atitude das autoridades". Os representantes do Governo do Estado disseram que os pais de Beatriz seriam recebidos em outro momento, e não durante a coletiva...

"Não cabe um inocente no inquérito de Beatriz”, diz Lucinha Mota. Coletiva da Polícia de Pernambuco acontece às 9h.

Lucinha Mota, mãe da menina Beatriz, morta com 42 facadas em 2015, dentro de uma escola particular de Petrolina, disse ontem, após tomar conhecimento, pela imprensa, que está pedindo a Deus para que se confirme a identidade do assassino da sua filha para que justiça seja feita, mas disse durante  live transmitida nas redes sociais que “Não cabe um inocente no processo de Beatriz", afirmou.

“Fomos pegos de surpresa. Falei com o chefe da Polícia Civil, que confirmou a notícia. Passei mal, mas já estou bem", informou ela, afirmando que não foi contatada pela Polícia de Pernambuco e que aguarda mais detalhes sobre o fato para então se pronunciar. “Não sabíamos de nada. Peço a Deus que seja ele, que se confirme, que esse assassino seja tirado da sociedade, que seja preso e condenado", disse...

Caso Beatriz: Nesta quarta-feira Polícia Civil realiza coletiva e dá detalhes do acusado do homicídio

Seis anos, um mês e um dia depois do assassinato de menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, o caso tem nesta quarta-feira (12) mais um capítulo.

De acordo com a Superintendência da Polícia Civil, o suspeito de desferir 42 facadas na garota, dentro do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, foi identificado pela Polícia Científica de Pernambuco e confessou o assassinato...

Lucinha Mota se pronuncia sobre prisão de suspeito de matar sua filha Beatriz Angélica. Confira o vídeo

Em live transmitida na noite desta terça-feira (11), logo após anúncio da prisão de um possível assassino de Beatriz Angélica, Lucinha Mota, mãe da garota que foi barbaramente assassinada numa escola particular de Petrolina, comentou sobre a anunciada prisão do assassino da sua filha, em dezembro de 2015.

Nós ainda não estamos sabendo de nada, fomos pegos de surpresa, estou tentando desde cedo falar com um delegado responsável pelo inquérito, ele não me atende, eu liguei pro chefe de polícia ele  me atendeu, a ligação estava ruim, estava cortando, mas ele adiantou que  que os elemetos mais fortes do inquérito foram confirmados nessa prisão. Não sei o que aconteceu, o que levou a essa prisão...a gente não sabe, passei mal aqui, porque toda denuncia eu passo mal e quando o chefe confirmou que era ele, então a gente perde o sentido, mas enfim já estou bem, tem muita gente ligando, não atendia mais a jornalistas porque não sei o que dizer a eles nesse momento”, disse Lucinha...

Caso Beatriz: Semelhança entre foto digital e suspeito preso chama atenção

Após mais de 6 anos, a luta dos pais da garota Beatriz Angélica pode ter chegado ao fim. É que a Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco informou no início da noite desta terça-feira (11), que por meio do trabalho conjunto das forças estaduais de segurança pública, chegou hoje ao autor do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, ocorrido em 2015, em Petrolina.

Segundo informou o G1, o DNA encontrado na faca, segundo o laudo pericial, é de Marcelo da Silva de 40 anos, que está preso por outros crimes. A TV Globo teve acesso exclusivo ao laudo final do Caso Beatriz, que não esclarece a motivação do crime, nem informa quais outros crimes são atribuídos ao homem que está preso em Salgueiro, também no Sertão pernambucano. Os peritos coletaram o DNA no cabo da arma, deixada no local do homicídio. A partir da análise, foi possível comparar com o perfil do assassino. O DNA dele fazia parte do Banco Estadual de Perfis Genéticos, diz a publicação...

Caso Beatriz: suspeito é identificado e confessa assassinato de criança com 42 facadas em colégio de Petrolina, em 2015

Seis anos, um mês e um dia depois do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, o caso teve o desfecho. O suspeito de desferir 42 facadas na garota, dentro de um colégio particular de Petrolina, no Sertão, foi identificado pela Polícia Científica de Pernambuco e confessou o assassinato.

O DNA encontrado na faca, segundo o laudo pericial, é de Marcelo da Silva de 40 anos, que está preso por outros crimes. Nesta terça (11), após ser ouvido por delegados, ele foi indiciado...

Caso Beatriz: MPPE decide fazer investigação complementar em busca de assassino

O grupo, formado por quatro promotores de Justiça, designado para acompanhar o inquérito do Caso Beatriz decidiu que fará investigações complementares para tentar acabar com o mistério que envolve o crime, ocorrido há mais de seis anos em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

A Polícia Civil concluiu o inquérito, pela segunda vez, sem apontar nenhum suspeito pelo assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, 7. No dia 13 de dezembro de 2021, o resultado foi entregue ao Ministério Público Estadual (MPPE), que analisa o caso para dar início às novas diligências...

Fantástico repercute em rede nacional o drama da família de Beatriz Angélica em busca por justiça. Assista aqui

O Fantástico, da Rede Globo de televisão, em matéria que durou cerca de 10 minutos, destacou hoje (2) em rede nacional a luta de Lucinha Mota e Sandro Romilton, pais da garota Beatriz Angélica, morta brutalmente dentro de uma escola particular de Petrolina, em dezembro de 2015...

Caso Beatriz Angélica é destaque no Fantástico, hoje (2)

Como já divulgado pela redeGN, a Caminhada Justiça por Beatriz, que fez um percurso de mais 700 Km à pé, de Petrolina a Recife, num protesto contra a morosidade da Polícia Civil de Pernambuco nas investigações da morte de garota Beatriz Angélica, morta brutalmente dentro de uma escola particular de Petrolina, em 2015, será destaque no programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, neste domingo (2), dando uma projeção ainda maior à luta dos pais de Beatriz Angélica, Sandro Romilton e Lucinha Mota.

Beatriz Angélica tinha 7 anos de idade quando foi morta, em 10 de dezembro de 2015, de forma misteriosa, e desde então a polícia fez várias investigações mas não chegou a uma conclusão que permitisse a prisão de um suspeito...

CASO BEATRIZ ANGÉLICA: Saiba o que significa federalizar investigação do assassinato da menina Beatriz

O Governo de Pernambuco afirmou, nesta terça-feira (28), ser favorável à federalização do caso da menina Beatriz Angélica, assassinada em 10 de dezembro de 2015 em uma escola no município de Petrolina, no Sertão do Estado.após uma caminhada que iniciou no último dia 5 e percorreu, durante 23 dias, mais de 700 quilômetros da cidade sertaneja até a capital.

“Estamos totalmente solidários ao sofrimento da família e somos favoráveis à federalização do caso. Vamos prestar toda a colaboração necessária, ciente que cabe à Procuradoria-Geral da República ou ao Ministério da Justiça avaliar se estão presentes os requisitos legais para a referida federalização", destacou Câmara...

Após federalização do Caso Beatriz, chefe da Polícia Civil de Pernambuco, afirma que a corporação segue empenhada nas investigações

O Governo de Pernambuco afirmou, ontem terça-feira (28), ser favorável à federalização do caso da menina Beatriz Angélica, assassinada em 10 de dezembro de 2015 na escola Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina.

Lucia Mota e Sandro Romilton, pais da criança, foram recebidos pelo governador Paulo Câmara, no Palácio do Campo das Princesas no final da tarde de ontem...

Após pressão da família, Governo de Pernambuco anuncia que vai apoiar federalização do Caso Beatriz

Após pressão de Lucinha Mota e Sandro Romilton, e da comitiva que acompanha o caso Beatriz, o governo de Pernambuco anunciou que apoiará a federalização das investigações, uma das principais bandeiras defendidas pela família, que luta por Justiça. Uma nota oficial foi divulgada pelo Estado na tarde desta terça-feira (28) confirmando o apoio, após reunião reunião com a Comitiva e os pais da criança, de 7 anos, no Palácio do Campo das Princesas.

Paulo Câmara recebeu os pais de Beatriz, que vieram em caminhada de Petrolina ao Recife, ao lado da vice-governadora Luciana Santos, do secretário de Defesa Social, Humberto Freire, do secretário da Casa Civil, José Neto, do Chefe de Polícia Civil, Nehemias Falcão, e da procuradora-geral do Estado em exercício, Giovana Gomes. O governador assegurou aos pais da menina que é favorável à federalizacão da investigação...

Paulo Câmara convoca Lucinha Mota e Sandro Romilton para conversa, mas pais querem participação de comitiva: "Não entro sem eles, seria uma covardia"

Os pais da garota Beatriz Angélica, Lucinha Mota e Sandro Romilton, chegaram na manhã desta terça-feira (28) em Recife, após uma longa caminhada que partiu de Petrolina no começo de dezembro. Acompanhados da comitiva que acompanha o Caso Beatriz, todos se encontram em frente ao Palácio das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, e esperam ser recebidos por Paulo Câmara sem seu gabinete.

Segundo Lucinha, em vídeo divulgado nas redes sociais, o governador Paulo Câmara já chamou ela e Sandro para uma conversa. Entretanto, os pais de Beatriz só revindicam que as outras demais pessoas que os acompanharam desde o início na caminhada, incluindo o advogado da família, também participem da reunião...

Caso Beatriz: Em nota, Colégio Auxiliadora informa que já conhecia imagens das pessoas com o suspeito e que não fazem parte da instituição

O Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, tendo em vista as especulações divulgadas pela mãe de Beatriz Mota no dia de ontem, 27/12/2021, informa que as imagens divulgadas compõem o Inquérito Policial desde meados de 2017/2018, as quais a mesma teve acesso desde o respectivo período.

Com relação às pessoas que aparecem nas imagens, estas não fazem parte da nossa instituição, tendo sido todas identificadas e ouvidas pela Policia Civil de Pernambuco...

Governador Paulo Câmara: "Trabalho da polícia não atingiu o êxito que gostaríamos", sobre o Caso Beatriz

Pela primeira vez, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, reconheceu que a Polícia Civil não conseguiu êxito nas investigações relacionadas ao assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, 7, que ocorreu em Petrolina, no Sertão, há seis anos.

Em entrevista exclusiva ao Jornal do Commercio, ele afirmou que a autoria do crime, que chocou o Estado, não foi descoberta – mesmo após oito delegados investigarem o caso emblemático...

Lucinha Mota apresenta imagem em que suspeito aparece conversando com freira e uma terceira pessoa: "Agora eu entendo porquê apagaram"

Prestes a chegar em Recife e concluir a sua Caminhada por Justiça, Lucinha Mota realizou uma live na tarde desta segunda-feira (27). A mãe da garota Beatriz Angélica mostrou uma imagem, que, segundo ela, justifica o apagamento das imagens do HD que poderia contribuir na elucidação rápida do crime. 

Nas imagens, de acordo com Lucinha, o assassino da garota aparece ao lado de uma freira do Colégio Maria Auxiliadora, e de uma terceira pessoa não identificada...

Lucinha Mota chegou a Moreno, recebe apoios e manifesta agradecimento à redeGN

Deputada Marília Arraes e Ex-Ministro Edson Duarte apoiam Lucinha em última para antes de Recife

Depois de percorrer aproximadamente 690 Km à pé, Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, morta brutalmente em dezembro de 2015 numa escola particular de Petrolina, chegou na manhã desta segunda-feira (27) na cidade de Moreno-Pe, ha cerca de 30 Km para o destino final da caminhada por Justiça, o Palácio das Princesas, sede do governo de Pernambuco.

Lucinha Mota inicia nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (28) seu último trecho da caminhada, iniciada em Petrolina, no dia 5 deste mês de dezembro, quando completa 23 dias andando num protesto por Justiça. Na pauta de reinvindicações, dentre outras coisas, a federalização do caso Beatriz e a permissão do governo pernambucano para que uma equipe de peritos americanos tenha acesso e ajude nas investigações...