RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Política

Espaço do Leitor

Artigo – 2022: A volta dos “santos do pau oco”!

É notório que nenhuma sociedade tem o poder de construir a sua própria história num simples passe de mágica ou por um eventual decreto dos governantes. Ela é o resultado de um enorme conjunto de fatores raciais e culturais, das progressivas descobertas e do crescimento pelos caminhos naturais do aprendizado.

Essas foram as regras básicas que impulsionaram o homem desde a pré-história, da Era dos Metais (Idade da Pedra, Idade do Bronze e Idade do Ferro) até a atual “Era do Silício”. É uma trajetória de milhares de anos marcada por civilizações de perfis os mais diferenciados possíveis...

Artigo: Missa do Vaqueiro Serrita, Pernambuco. Fé e Identidade Cultural

Este ano 2021, a Missa do Vaqueiro acontece no domingo dia 25 de julho, às 9h da manhã! Pelo segundo ano devido aos protocolos oficiais da pandemia, você assistirá a 51ª Missa do Vaqueiro no canal do youtube - Missa do Vaqueiro.  A missa tem coordenação de Helena Cancio/Fundação Padre João Câncio.

Compreender que a história vem se tecendo com a força da própria vida. E por isto, disse o cantador, escritor Virgilio Siqueira, daí não ser possível guardar na própria alma a transbordante força de uma causa. ..

Artigo Ney Vital-jornalista

Espaço do Leitor: Dos nossos desacontecimentos

Todos sabem que a Praça da Bandeira em Juazeiro/BA, é um dos pontos turísticos de grande importância para a nossa cidade. Ela foi construída por volta de 1920/1930. Eram duas praças com nomes diferentes.

A primeira, em frente a Catedral com o nome Praça Imaculada Conceição, por ter a imagem da Imaculada Conceição, produzida em aço e instada no meio de uma fonte luminosa, atualmente sem funcionamento. E a segunda, em frente ao Clube Comercial, hoje Biblioteca Municipal, chamada de Praça da Bandeira...

Artigo: Sobre o aniversário de 143 anos de Juazeiro-Bahia

Sobre o aniversário de 143 anos de Juazeiro-BA, tenho visto parabenizações ilustradas por imagens da orla, do rio, da ponte. Mas, desde 1996, quando cheguei e tomei essa cidade por minha, sempre fui mais da:

Linha do trem, das olarias, da Piranga velha, Castelo Branco, Malhada da Areia, Alto do Cruzeiro, Alto da Maravilha e do Alagadiço. Do futebol do Veneza, Olaria, Carranca, da 1° de maio, liga de Baé, do campo do Palmeiras (Piranga)...

Espaço Leitor

Artigo - Que Juazeiro da Bahia, quero para o futuro? 143 anos de cidade

Que tipo de relação estamos praticando com o movimento da cidade relativo á nossa memória e identidade, como proposta para cumprimento de medidas em busca da sustentabilidade local e regional?

Há muito se percebe esta fragilidade cidadã das nossas autoridades, empresários, entidades e cidadãos. Quando pensamos, que hoje temos fragilidades administrativas do ponto de vista federativo (superintendências do Governo Federal), onde perdemos quase todas, nestes 143 anos! Por quê? ..

Juazeiro (BA)

O maior amor a dar a nossa cidade é senti-la e vivê-la de forma intensa. Sem tensão, com tesão!

Meus amores são de Juazeiro. Nós somos Juazeiro. Nossa vida é daqui. É aqui. Ontem, hoje e (sem dúvida) também nos amanhãs. Vim, vi (olhar sempre atento) e (gracias a Dios) venci! ..

Artigo: Um erro não justifica o outro

'Justificar um erro é errar duas vezes'. Uma verdade sincera e sábia absolvida apenas por quem prega a humildade e possui a capacidade de reconhecer suas falhas, fazendo uma autocrítica ao analisar os seus próprios erros sem apontar outras alternativas de culpa, como encontrar um bode expiatório.

Uma das atitudes mais medíocres e covardes é tentar apontar o erro de alguém como se isso fosse capaz de diminuir ou justificar o próprio erro. 'Mas fulano também fez e sicrano fez pior...' Um erro não justifica o outro, fato...

Morador agradece Iluminação no Tabuleiro

Geraldo aproveito a sua audiência na cidade e região para agradecer a prefeita Suzana Ramos por atender a reivindicação dos comunitários do Bairro Tabuleiro e pela iluminação em LED de um dos acessos à nossa comunidade.

Essa ação vai beneficiar os moradores que saem de casa antes do sol nascer. Quero lembrar que essa ação não tem padrinho político e sim vai melhorar a vida das pessoas...

Espaço do Leitor: A prefeitura de Juazeiro e sua arte de desconhecer a cidade.

Caro amigo Geraldo José,

Venho aqui fazer uma reclamação e que também pode ser vista como uma reinvindicação. A prefeitura Junto com o vereador Aníbal divulgou esses dias que seria iniciado o calçamento do bairro Monte Castelo o que a princípio, foi uma notícia muito boa. Porém, tanto a prefeita como o vereador supracitado e seus assessores desconhecem a lei municipal Nº 2.293 / 2012 onde nos artigos diz:..

Artigo - As cidades precisam se preparar para a crise climática

Vista do Parque Barigui, em Curitiba / Foto: Rafael Duarte - Pixabay

Por Juliana Baladelli Ribeiro*..

Carta Aberta: Não ao assédio moral nas escolas de Juazeiro (BA)

Leitora, solicita não divulgar nome e acusa que "alguns funcionários estão recorrendo à ajuda psicológica profissional em virtude  dos maus tratos que vem sofrendo no trabalho, diante disso, em comum acordo, decidimos criar um texto e colocar na imprensa para ver se alguém se sensibiliza com a nossa situação e venha nos ajudar, por que não está sendo fácil para nenhum de nós, estamos trabalhando sob gritos, ameaças, desrespeito, abusos, que na nossa humilde opinião se caracteriza como ASSÉDIO MORAL".     

Confira texto na integra: Estou aqui enquanto representante de um grupo de servidores públicos municipais, que, como eu, também trabalham em escolas da rede municipal de ensino da cidade de Juazeiro Bahia...

Artigo - Aulas Presenciais: Quais as formas? Será este o momento?

Após um ano e cinco meses em que o Brasil identificou a primeira contaminação da COVID, registramos mais de 533.546 mil mortes. Uma pressão enorme de reabertura ou manutenção de vários segmentos sociais, industriais, comerciais e políticos para reabertura de outros, entre eles a educação.

Temos matriculados na educação básica 47,3 milhões de aluno(a)s, destes 7,55 no ensino médio em 2020; 1,94 na educação profissional, 3,0 na EJA e, na educação superior 8,6 milhões, 75,8% em IES privadas,(Censos da educação básica e Ed.Superior INEP, 2020)...

Espaço do Leitor: Munícipe cobra convocação de assistentes sociais aprovados em concurso público

Desde Outubro de 2020, a Prefeitura de Juazeiro encontra-se sem o Profissional Assistente Social em seus equipamentos públicos, na saúde e no Social, devido a uma determinação Judicial, que obriga o Município a chamar os Assistentes Sociais concursados.

Desde então, até a presente data, os equipamentos estão sem este profissional, que são de suma importância e essenciais para o pleno desenvolvimento dos serviços, simplesmente porque o município se nega a chamar os profissionais que passaram no concurso e são detentores do direito de assumir suas vagas...

Artigo - O lixo mental – II

Não tenho a pretensão de ser recalcitrante no tema da limpeza, como se, de repente, um profundo complexo tenha me impulsionado em direção a um estado de chatice, reclamando de tudo e de todos que têm como prazer básico emporcalhar as cidades.

Alguns o fazem pelo prazer mórbido de cobrar das Prefeituras uma melhor limpeza das ruas, às vezes motivados pelo desejo de atingir pessoalmente o Prefeito, quando são os primeiros a jogarem lixo em vias públicas. Mas, sem esgotar o assunto e sem pretender cansar o leitor, espero estar contribuindo na promoção de algum novo despertar positivo, inspirando alguém a mudar o mau costume que possui. Ou seja, se o Gestor da cidade não faz a limpeza correta, e o cidadão suja com as próprias mãos, ambos estão totalmente errados...

Artigo: Artesão do vazio

Sou professor e, ao contrário do que rezam as lendas urbanas disseminadas em milhares de grupos de WhatsApp, tenho trabalhado para além de minhas forças. Mas terei, a partir de hoje, uma semana de folga e, desde já, penso nesse espaço de far niente que se apresenta no meu horizonte imediato. E a pergunta que me achaca é: o que fazer no período de não fazer trabalho? 

Ouço meus alunos e eles me dizem: “vamos dormir muito, assistir séries e jogar video game". Ou seja, deixar a mente em suspenso, sem atividade, apenas consumindo imagens e fazendo gestos determinados pelos brinquedos eletrônicos. Ensimesmo-me. O que há de diferente nessas atividades programadas para a semana de férias, do cotidiano de suspensão da mente, consumo de imagens e gestos determinados?..

Artigo: Os bichos e nós, nestes tempos difíceis

No jardim e no quintal, em meio a notícias inaceitáveis a nossa lógica, nossa sede de viver, em cenário aterrador, nunca antes imaginado, incompreensível, inaceitável, um mundo de paz, tranquilidade, existe, ao nosso lado, aquele em que continuam a viver os animais.

Todas as manhãs, logo cedo, eles aguardam, indo de galho em galho, as bananas e goiabas que a gente dependura nos arbustos, no jasmim, no pé de lilás. Os pequenos chegam primeiro: canários, sanhaçus, outros de duas cores – laranja, preto, cabeça vermelha, como se chamam? uns amarelo e preto, acostumados a banhos matinais,na mangueira do jardim – e outros. Depois vêm os sabiás, que imprimem respeito aos pequenos, por seu tamanho- como acontece às vezes aos humanos, ai de nós...

Espaço Leitor

Um Florescer em Alerta!!!! 143 anos!!!

Juazeiro, terra amada, cantada em versos e prosa.

Seu sol e pôr do sol, ensolarado dormita em cânticos e gritos de um povo que em cada cantinho de um lar – já disse para que veio – homem, é tanto desabrochar de talentos, que seja, na música, nas artes dramáticas, nas artes plásticas, no samba de velho, no congado, nos penitentes, no rep, no pop, na capoeira, na entoada e cânticos de nosso povo de terreiro, na gastronomia e tantos outros talentos perdidos na sua invisibilidade. Segundo nossas ancestralidades, um filho ao nascer já traz em seu SER, essa musicalidade e sua arte de viver e ser feliz. ..

Comunicação popular: ativismo que transforma a realidade da juventude rural

Ao iniciar uma entrevista por telefone eu ouvia o entrevistado contar que nasceu numa comunidade rural, aliás, no hospital da cidade, dizia ele, mas considera mesmo sua origem no Quilombo Mimbó, interior de Amarante, município que fica a 170 km de Teresina (PI). De imediato me enxerguei ali, pois sempre conto assim quando perguntam minha origem: nasci e me criei no Salitre, quer dizer, nasci na maternidade, na sede de Juazeiro, mas só fiz nascer mesmo, minha identidade é rural, sempre afirmo. O Vale do Salitre faz parte do município de Juazeiro, no sertão da Bahia.

A conversa seguiu e Ramon Paixão, que no registro é Diego Ramon Paixão da Silva, começou a contar sua trajetória, que segue “desde 1993 em construção”, conforme ele informa atualmente em sua conta do WhatsApp, no espaço destinado a recado...

Ascom Asa Bahia

Eleição do Jardim das Acácias confirma Anderson Matheus como Presidente da Associação

Em nota enviada a este blog, Anderson Matheus reforçou seu alinhamento com a Prefeita Suzana Ramos e ressaltou que está disposto a trabalhar e contribuir na melhoria da vida das pessoas. Eis a nota:

"Começo agradecendo a Deus, a minha família, minha diretoria e meus amigos que sempre estiveram comigo em toda e qualquer caminhada, reforço que apesar da Associação ser apartidária, por dever ético, cabe a nós separarmos o trigo do joio, não ter ideologia política não fazer da instituição oposição, inclusive a própria prefeita ressaltou que as portas estão sempre abertas quando o assunto for, melhorar a vida das pessoas, portanto, estaremos juntos para buscar o melhor caminho. Nossa diretoria está ciente do que deve fazer e vamos lutar para manter viva a chama do associativismo como poder paralelo. A política é a arte da construção e assim o faremos. Agradecer também a Federação, em nome de seu Presidente Chico Bito que desempenhou um papel importante para nossa democracia, aos amigos Lula Cordeiro que tem sido um fiel interlocutor junto a Suzana, mesmo sem ter cargo, ele desempenha um papel brilhante de comunitário e parceiro, Lucas, Presidente da Associação do João Paulo II e do conselho de Associações que engloba todo o 8, a Ciro Vianna que oficializou essa aproximação entre associação e Prefeitura, enfim a todos os amigos e parceiros que de alguma forma contribuíram para esse momento, agora é cuidar das pessoas" finalizou..

Artigo – O vandalismo nas manifestações

O ser humano, quando em grupo, tende a expressar sentimentos e reações que sozinho não o faria e, movido por um inconsciente coletivo, alguns grupos tendem a se exceder em seus protestos

Começo este pequeno artigo com a afirmação de que qualquer ato de violência e agressão não deve ser tolerado nem incentivado, pois somos pessoas evoluídas, que vivemos e queremos uma sociedade melhor não só para nós, como também para o nosso próximo. Porém, mesmo aquilo que não toleramos merece uma explicação racional e um estudo científico...

Artigo – Do sonho à realidade – II

Templo de Partenon, na montanha de Acrópole, no Centro de Atenas, Grécia

Depois de um giro deslumbrante pelas raízes de culturas que sedimentaram as bases de civilizações milenares, em que as emoções parecem conduzir os visitantes à pretensão inglória de passar a história a limpo, retornei com sentimento de mais respeito à criatividade, à força e à energia dos bravos construtores civis daquela época. Sem os recursos técnicos e de equipamentos hoje existentes, a pergunta inquietante que mais se ouvia era “como foi possível a construção de tantos e tão belos monumentos naquele tempo, cujo grau de dificuldade parecia não ter limite”? ..

Artigo - Seria Lázaro um psicopata?

Neurocientista Fabiano de Abreu revela como funciona a mente de um criminoso como Lázaro. E como ela deve ser estudada para compreender a mente dessas pessoas 

Nos últimos dias, o noticiário policial brasileiro dedicou grande parte de seu conteúdo à caçada pelo "Serial Killer do DF", Lázaro Barbosa. Se por um lado diversos memes se espalharam enquanto o criminoso estava foragido, por outro uma questão muito mais séria passou a ser amplamente comentada na mídia ao se tratar deste caso: Afinal, Lázaro era um psicopata?..