RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Política

Espaço do Leitor

Espaço do Leitor: Carta aberta ao meu irmão Tenente-Coronel PM RR Paulo Henrique Brandão

No momento em que o nosso Grandioso EU SOU, pela sua Graça e Misericórdia, concede ao nosso querido irmão Paulo Henrique esta benção da sua passagem para a inatividade, queremos agradecer ao nosso SENHOR, por mais esta maravilhosa bênção.

Diante do fato em que muitos outros ou ficaram estropiados ou se perderam pelo caminho, contudo o DEUS DE ABRAÃO DE ISAQUE E DE JACÓ, não permitiu que tais coisas acontecessem, mesmo diante do fato de que não lhe fora concedido a postulação ao último posto, tão almejado por todos aqueles que até ali conseguiram chegar. ..

Artigo: A democracia digital e a apropriação da data da Independência

Ao criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal de impedir que recursos públicos sejam usados para financiar sites bolsonaristas, alegando que com essa medida a corte desrespeitou a liberdade de expressão assegurada pela Constituição, e ao apoiar a apropriação com fins políticos do feriado da Independência pelo presidente Jair Bolsonaro, o patético manifesto de alguns empresários mineiros recolocou na ordem do dia o impacto, na democracia, da disseminação de mentiras e informações falsas.

Quando essa discussão começou, há alguns anos, a ideia era que as redes sociais conduziriam a uma democracia digital, ampliando a participação cidadã no espaço público da palavra e da ação. Hoje, contudo, o que se vê é preocupante, uma vez que as técnicas de comunicação on-line simplificaram os debates, levaram à substituição da reflexão por reações emotivas e permitiram a desqualificação recíproca de adversários na vida política brasileira...

Artigo – Uma falsa liberdade?

Historicamente, todas as manifestações com a participação ativa do povo, geralmente têm fortes embasamentos motivacionais no combate ao poder absolutista e ditatorial, em que a liberdade de expressão e os direitos fundamentais do cidadão são violentamente suprimidos. Diante dessa clara percepção e vivendo num regime democrático, é inadmissível que se esteja a convocar uma grande manifestação nacional na Capital do País em 7 de setembro, sob a inconcebível e questionável invocação de que se trata da luta pela LIBERDADE! De que tipo ou falta de liberdade no País efetivamente se reclama? Pelo não retorno das ultrapassadas formas de apuração de votos?

E o pior de tudo é testemunhar-se que por trás de toda essa aberração estúpida, ou diria melhor, à frente dela, está o discurso insidioso do próprio líder maior da Nação, Chefe de um dos Três Poderes da República, a se insurgir contra os outros dois Poderes - mais particularmente contra o Judiciário -, justamente aquele que deveria estar estimulando a paz interna, o entendimento e o espírito de nacionalidade, e não da desordem e da violência! Até onde lembramos, essa prática pertencia a certos grupos radicais de esquerda que, até pouco tempo atrás, apareciam infernizando a vida rural, notadamente no interior do País. Leia-se MST...

Artigo: Um procurador, um major e o Escândalo da Mandioca

O Escândalo da Mandioca foi um grande crime financeiro ocorrido entre 1979 e 1981 na agência do Banco do Brasil de Floresta, Pernambuco, resultando no desvio de 1,5 bilhão de cruzeiros, a moeda da época, do Proagro - programa de incentivo agrícola criado pelo governo federal em 1973.

O golpe consistiu na obtenção de documentos falsos para conseguir créditos agrícolas para o plantio de feijão, cebola, melão, melancia e, principalmente, mandioca, utilizando cadastros frios, propriedades fictícias e agricultores fantasmas...

Virgílio Siqueira: Porque é Setembro

Virgílio Siqueira é um humanista. Segue no viés romântico dos poetas e no abstrato de letras que retratam amores, paixões e realidades sertanejas. Virgilio Siqueira é um dos mais talentosos poetas e escritores brasileiros. Virgílio Siqueira também é compositor, e tem músicas gravadas por Fagner, Xangai, Vital Farias, Dominguinhos, Maciel Melo e Santana. De sua autoria, cantoria, aboio, xote, baião, forró, rock rural e blues com letras que remontam o cancioneiro nordestino. 

Virgílio Siqueira nascido em Santa Cruz da Venerada, Sertão do Araripe, onde passou a infância convivendo com as agruras da estiagem e as esperanças do sonhar. Carrega na alma as belezas do Sertão. Atualmente, Virgílio mora em Petrolina, onde busca inspiração frente à abundância das águas do rio São Francisco...

Espaço Leitor Foto Jorge Filó

Artigo - Muda-se pessoas, mas as práticas continuam.

Dileto Geraldo, existe algo que devemos nos apegar, trata-se da sabedoria popular. Isso nos faz recordar o tempo em que antes de levar o filho ao médico, a mãe encontrava uma solução caseira para curar ou amenizar o problema de seu ente querido, aliviando sua dor.

A isso, e motivado pela fala de um ouvinte seu, quero acrescentar à sabedoria popular, o sentimento popular que é a forma simples que o cidadão comum encontra para dizer aos "doutores", gestores e políticos que as coisas andam erradas...

Artigo - Empreendedorismo por meio de microfranquias é a oportunidade de crescimento do país

A pobreza ainda é um problema grave em muitas partes do mundo e a fórmula até então usada no combate a ela, sobretudo na América Latina através de políticas de redistribuição forçada de renda, já demonstra que não é a melhor solução, como indicam estudos recentes do Banco Mundial.

No momento que o Brasil discute que caminho tomar para retomar o crescimento, é importante ressaltar que não existem milagres nem atalhos, apenas o reequilíbrio das contas públicas com a consequente recuperação dos investimentos privados e a ampliação da competitividade nacional, que são capazes de gerar as melhores condições para uma legítima redistribuição de renda. Sendo assim, o empreendedorismo é um dos fatores-chave para o desenvolvimento econômico e se torna uma das ferramentas mais viáveis para tirar as pessoas da pobreza...

Legado olímpico: tecnologia que promete revolucionar o dia a dia desenvolvida para os jogos envolve robô e reconhecimento facial

 

Além de histórias de superação, medalhas e momentos de grandes emoções, as Olimpíadas de Tóquio mostraram que é possível superar os desafios que vivemos com a pandemia da Covid-19. E que a tecnologia e a inovação são aliadas importantes nessas conquistas...

Artigo – Uma nação perplexa! (II)

Uma particularidade interessante utilizada pelo Facebook é reeditar alguma foto marcante que alguém tenha publicado há alguns anos e que reapresenta para ativar as suas lembranças, ao lado da pergunta clássica se deseja “enviar ou compartilhar com alguém”, a exemplo da foto da ilustração acima por mim postada num texto, há algum tempo.

A ideia coincide com o pensamento deste cronista quanto à vontade pessoal em rever, de vez em quando, o que escreveu em crônicas passadas quanto ao momento político, econômico ou social vivido pelo país em determinado ano ou período. Isso faculta a análise comparativa de épocas diversas. Assim, selecionei alguns trechos da crônica “UMA NAÇÃO PERPLEXA!”, publicada sete anos atrás, em 17/08/2014, e vamos notar que no contexto de escândalos e amadurecimento do perfil de nossas autoridades ao longo desse tempo, pouca coisa mudou. E se mudou foi para muito pior...

Espaço do Leitor: Aniversário do bairro Castelo Branco em Juazeiro (BA)

No dia 29 de agosto de 1969 era entregue à população juazeirense o Conjunto Habitacional Humberto de Alencar Castelo Branco.

As casas populares construídas pela URBIS com 512 unidades e 8 Quadras A, B, C, D, E, F, G, H com o passar do tempo muita coisa mudou por aqui, foram construídos dois colégios um estadual e um municipal, o Lomanto Júnior e o Helena Celestino, a Paróquia Santo Afonso e a Escola Municipal Centro Social urbano (CSU)...

Artigo - O paradoxo da lucratividade

Você já ouviu falar no paradoxo da lucratividade? Você pode se surpreender ao saber que vive isso no seu negócio todos os dias.

Numa recente palestra da Deloitte, foi apresentado esse conceito que nada mais é do que a constatação de que os varejistas estão presos numa equação em que nunca tiveram que fazer tanto pelos clientes e recebendo tão pouco de volta. E é isso mesmo. Margens cada vez menores e custos cada vez mais altos...

Artigo - 20 anos, e talvez você não tenha percebido...

Transformação digital. A combinação dessas duas palavras parece algo novo para você? A verdade é que já faz duas décadas que mudamos o nosso jeito de se relacionar, comprar, assinar documentos... Mudamos o nosso jeito de viver.

O papel deu lugar ao arquivo eletrônico, e a caneta ao certificado digital. A loja física divide espaço e a preferência dos consumidores com o e-commerce. Abrir uma conta no banco ou resolver uma pendência com a Receita tornaram-se atividades simples e que podem ser realizadas sem sair de casa, on-line...

Moradores dos bairros Nova Esperança, Piranga II, Mairi, Solares e Residencial São Francisco pedem socorro

Ao Senhor Secretário de infraestruturada Prefeitura de Juazeiro/BAe aos responsáveis pela Construtora J Nunes, a população dos bairros de Nova Esperança, Piranga II, Mairi, Solares e Residencial São Francisco pedem socorro, pois a pista que segue do Kidé até o bairro do Residencial São Francisco e Instituto Federal vem sendo depredada há algum tempo e nada está sendo feito para que os danos sejam revertidos.

Há três anos a prefeitura de Juazeiro/BA trabalhou nessa pista e a deixou bem pavimentada com cascalho,de maneira que carros, motos e outros meios de transporte de pequeno e médio porte viessem a trafegar normalmente por ela, nem mesmo as chuvas atrapalhavam o fluxo, pois não formavam grandes poças e nem atoleiros...

Espaço do Leitor: O Nordeste e a literatura de Cordel

É com muita alegria que parabenizamos Ivanilson Lopes de Sousa, estudante da Escola Adventista de Juazeiro, pelo seu lindo cordel recitado, intitulado “Um cordel para muitos chapéus”, de Mariane Bigio.

A literatura de Cordel, cuja data é comemorada em primeiro de agosto, é uma manifestação literária do interior do nordeste...

Crônica: Eu sou pequeninho, mas carrego o meu valor!

Nem sempre a simplicidade das perguntas traz consigo respostas fáceis. Quando nos deparamos no nosso dia a dia com as perguntas ligadas à nossa existência percebemos que embora consideradas “infantilmente simples” são extremamente complexas de entender. 

Questões básicas e fundamentais sobre o ser ou a existência nos deixam intrigados diante das nossas limitações. Por exemplo: qual a diferença entre existir e não existir? ..

Juazeiro: Leitor acusa falta de transporte escolar para estudantes do interior

Olá!! Gostaria de registrar uma reclamação, bom as aulas no modelo híbrido retornaram faz 1 mês, desde então os alunos do interior (Maniçoba) estão tendo de arcar com os valores de ônibus e moto táxi para ir ao colégio, isso dá um valor de aproximadamente 20 reais/dia.

E é complicado porque a maioria não trabalha e alguns estão faltando as aulas justamente por não ter condições, e esse transporte é um direito nosso...

Espaço Leitor

Após denúncias de escuridão nas vias e logradouros públicos de Juazeiro, SESP diz que fez processos licitatórios para contratação e aquisição de matérias-primas

Na noite de ontem (25), a RedeGN publicou uma matéria destacando um fato na atual gestão da prefeita Suzana Ramos e que está alcançando a unanimidade da população Juazeirense: a cidade está às escuras e a secretaria responsável simplesmente silenciou. A matéria destacou que nas últimas semanas, o Programa Geraldo José (Rádio Juazeiro AM), recebeu inúmeras reclamações da ausência de iluminação pública no trecho da BA-210 entre o Tabuleiro e o Mercado do Produtor, BR-235 entre o Parque Lagoa de Calu e o contorno do Supermercado Assaí.

Comunitários e moradores de vários bairros da cidade também expressaram descontentamento com o departamento de Iluminação da Secretaria de Serviços Públicos (SESP). O internauta Victor França chegou a defender a substituição do secretário Charles Leal por alguém mais ‘qualificado’. Lindinalva do bairro Maringá chegou a questionar: “Geraldo se as ruas estão às escuras por que nos temos que pagar a taxa de iluminação?”..

Da Redação RedeGN

Artigo - Personalidade pública não pode falar sem pensar nas consequências, também para a sua imagem

O cantor e compositor Sérgio Reis sofre as consequências de uma grave crise de imagem. Em áudio e vídeo que circulam por grupos de WhatsApp e pelo Twitter, o intérprete das canções Menino da Porteira e Panela Velha, que já foi deputado federal, além de fazer ameaças aos ministros do Supremo Tribunal Federal, convoca os caminhoneiros a se mobilizarem em favor do presidente Bolsonaro.

Reis se imaginou imune à polarização política que vigora no País e falou além da conta, sem pensar nos reflexos que suas palavras poderiam ter sobre a sua imagem artística e vida pessoal...

Esgoto extravasa na rua do Paraíso, em Juazeiro; SAAE diz que equipes já estão resolvendo problema

Juazeirenses que residem ou transitam na rua do Paraíso, no bairro Santo Antônio, em Juazeiro-BA, reclamaram de uma grande poça de esgoto que se formou na tarde desta terça-feira (24). A principal reclamação diz respeito ao mau cheiro provocado pela água suja.

"Água podre na rua do Paraíso. Passei e o carro ficou podre", disse um leitor da RedeGN. A Redação RedeGN entrou em contato com a assessoria do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro, que informou que uma equipe já estava no local resolvendo o problema...

Da Redação RedeGN

Artigo - O livre pensar, garante o livre existir

A Filosofia é essencial para o surgimento de um pensamento crítico, um questionamento saudável capaz de gerar uma discussão sobre diferentes verdades.

A atitude filosófica faz parte da vida de todos nós ao debater sobre a existência e, também, sobre o mundo e o universo. É o pensar, livre pensar. Para quem imagina que o filósofo é um utópico: "A Filosofia ensina a agir, não a falar", disse Sêneca há quase 2.000 anos, sábio estoico e um dos mais célebres advogados, escritores e intelectuais do Império Romano...

Artigo – “Como as democracias morrem”

O show de horrores diários que o brasileiro está assistindo no cenário político nacional, é de provocar grandes perplexidades em cada cidadão, pelo que contém de esdrúxulas e irreverentes atitudes no comportamento dos principais atores desse grande teatro politiqueiro, ou da politicagem. 

Tudo que possa acontecer numa roda de discussão política entre pessoas comuns de posições ideológicas divergentes, e que eventualmente ultrapasse os limites da cordialidade e do respeito, são, até certo modo, compreensíveis e suportáveis, ainda que deixem algumas marcas e mágoas entre amigos, a depender da intensidade das paixões. Alguns até dizem que política, futebol e religião, não se discute...

“Existe música para todo estado de espírito”

Lidar com o isolamento causado pela pandemia ou com as dificuldades que surgem no dia a dia não é fácil para muitas pessoas. Há quem busque na música um caminho para tornar tudo mais leve, gostoso, prazeroso. Nessa fase de reclusão, houve quem se propôs o desafio de tentar descobrir em si um talento até então insuspeito, aprendendo a cantar, tocando um novo instrumento ou simplesmente escutando muito mais música.

Marco Antonio da Silva Ramos, professor titular sênior em Regência Coral no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP, cita que “existe música para todo estado de espírito”...

Jornal da USP