RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 320 registros para a palavra: dengue

Projeto de Zó reforça combate à dengue e pragas

A atenção do deputado estadual Zó (PCdoB) com a saúde dos baianos o fez apresentar, na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei nº 23.070/2019. A proposição autorizar o Estado a entrar em estabelecimentos privados para fazer o combate a focos do mosquito Aedes Aegypit (responsável por transmitir dengue, zica, chikungunya e febre amarela) e outras pragas que possam prejudicar a população.

"Nosso projeto garante que qualquer imóvel, situado na zona urbana ou rural da Bahia, estará submetido à fiscalização da Vigilância em Saúde. O proprietário ou o responsável fica sujeito às penalidades previstas em leis. Há regras para o cumprimento das medidas, dando um prazo para que 
o local seja aberto para a visita dos agentes de combate às endemias", destaca o parlamentar...

LEITOR FAZ ALERTA SOBRE ACÚMULO DE LIXO E A POSSIBILIDADE DA PROLIFERAÇÃO DE DENGUE EM JUAZEIRO (BA)

O leitor Mário Varjão enviou mensagem e fotos ao Blog GJ relatando o acúmulo de lixo na única rua que não é pavimentada no Loteamento Eldorado. Confira: “Geraldo estava olhando uma reportagem no Blog sobre limpeza pública, amigo lembra aquela rua que o Deputado Zó falou que conhecia aqui no Eldorado, que ficou sem pavimentação? Olha como ela está hoje! Com o período de chuvas se aproximando com todos esses pneus aí, vai ser uma festa para os mosquitos da dengue” alertou o leitor. ..

Bahia emite alerta sobre aumento de 94% dos casos de dengue em 2019

O número de casos de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, cresceu 94,1% em 2019, se comparado ao mesmo período de 2018,  que registrou 204 casos.  Este ano, do dia 1º ao dia 18, foram notificados 400 casos da doença,  em 55 municípios. Por conta do risco de surtos e epidemias, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), divulgou um alerta para os municípios,  voltado para os profissionais de saúde.

As orientações, além de contemplar os casos de dengue, inclui as outras arboviroses  (Zika e Chikungunya) também transmitidas pelo Aedes aegypti. Entre as recomendações da Divep voltadas para as equipes de saúde estão:  alertar os profissionais para suspeição dos sinais e sintomas compatíveis com as arboviroses, bem como mobilizar equipes de saúde para medidas de prevenção e controle...

Chegada do verão faz Estado ampliar esforços para combater o avanço de doenças como Dengue, Zika e Febre Chikungunya

A chegada do verão faz a Bahia aumentar os esforços para conter o avanço das arboviroses típicas da estação. Além de promover o combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como Dengue, Zika e Febre Chikungunya, o Estado também centra foco no diagnóstico rápido dos pacientes – medida que permite, além do tratamento eficiente e adequado, o monitoramento constante dos casos em cada região.

Nesta terça-feira (22), foi realizado, no auditório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), uma capacitação sobre o uso dos kits de diagnóstico rápido de Dengue, Zika e Chikungunya, produzidos pela Bahiafarma e distribuídos por todo o País pelo Ministério da Saúde. ..

Núcleo Regional de Saúde começa a distribuir kits dengue em 10 cidades da Região Norte

O Núcleo Regional de Saúde da Região Norte começou a distribuir os kits dengue nas cidades de Juazeiro, Casa Nova, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Curaçá, Sobradinho, Campo Alegre de Lourdes, Canudos, e Uauá. A ação tem como objetivo equipar os agentes de combates as endemias de cada localidade com materiais que possam auxiliar no trabalho de busca e prevenção contra o mosquito 
Aedes Aegypti. 

Além dos kits dengue estão sendo enviados aos municípios repelentes, cadernetas e fichas para as gestantes. Para o recebimento dos repelentes foram utilizados alguns critérios epidemiológicos, como a não notificação e nem comprovação de casos de Zika e nem Síndrome Congénita/ microcefalia e, as cidades de Campo Alegre de Lourdes, Canudos e Uauá por não apresentarem essas notificações não recebem os repelentes. Ao todo mais de 20 mil repelentes estão sendo distribuídos nas cidades da região norte e 5.400 cadernetas e fichas para as gestantes estão sendo enviadas aos municípios. ..

PREOCUPADOS COM POSSÍVEIS FOCOS DE DENGUE MORADORES DO JARDIM VITÓRIA PEDEM À ATENÇÃO DA PREFEITURA DE JUAZEIRO

Em contato com a redação do Blog Geraldo José o empresário e presidente do PSDB Jovem na Bahia Gledson Azevedo explicou que a pedido dos moradores demonstrasse a preocupação com uma praça no bairro Jardim Vitória que cercada por pneus pode gerar risco à saúde em razão do período chuvoso e da possibilidade de focos de Dengue, Chikunguya e outras doenças. Confira: “A Praça de Pneus na rua Adão Pereira no Bairro Jardim Vitória preocupa moradores do entorno, pois se torna foco de Dengue, Chikunguya, e outras doenças transmissíveis pelo mosquito Aedes Aegypit. Moradores também se preocupam com a escuridão da rua, pois foram plantadas árvores que servem para jovens usar drogas e consumir álcool. Os moradores pedem uma atenção por parte da gestão pública municipal, que tome as providências cabíveis, na urbanização dessa área central da rua, melhorando a iluminação, a acessibilidade e infraestrutura com a construção de uma praça, lembrando que além de ser uma área residencial, também é uma área comercial dispondo de comércios no entorno da rua” revelou. ..

Casa Nova: Prevenção e combate à dengue se estende ao distrito do Pau a Pique

Mesmo tendo saído da lista das cidades com alto risco de dengue de acordo com o 4º LIRAa (Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti) da SESAB, divulgado nesta semana, o prefeito Wilker Torres determinou atenção redobrada à Secretaria de Saúde e todos os meios de prevenção: "Temos municípios com alto risco próximos à Casa Nova, por isso todo cuidado é pouco", diz, citando o levantamento divulgado esta semana.

De acordo com a Secretária Maria de Lourdes Silva Santos, "o carro fumacê está rodando todos os dias, estamos buscando identificar locais com possíveis focos, conscientizando a população e estendendo a ação de prevenção à sede dos distritos e localidades". Maria de Lourdes cita o Distrito de Pau a Pique, a 132 quilômetros da sede, onde "as pessoas têm mais contato com municípios limítrofes", e está operando o carro fumacê...

Após surto de dengue em cidades vizinhas, Prefeitura de Petrolina faz ação preventiva em Rajada sexta-feira (19)

A Prefeitura de Petrolina está organizando, para esta sexta-feira (19), a partir das 8h, na localidade de Rajada, uma grande ação para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.  A atividade faz parte de uma força-tarefa da Secretaria de Saúde, após a confirmação de um surto de dengue em algumas cidades da Bahia, que fazem divisa com Petrolina, inclusive com a confirmação de um óbito no município de Casa Nova.

O objetivo da gestão é manter os bons resultados alcançados, a exemplo da redução de mais de 1.000% no número de casos das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti no ano passado. ..

Dengue já matou 77 pessoas no Brasil este ano

Boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde aponta que 77 pessoas morreram este ano no país após contraírem a dengue. Pelo menos outros 181 óbitos estão sendo investigados pela pasta como suspeitos.

Ao todo, foram confirmados no país 148 casos de dengue grave e 1.736 casos da doença com sinais de alarme. No mesmo período de 2017, foram confirmados 208 casos de dengue grave e 2.245 casos com sinais de alarme, além de 115 óbitos pela doença...

Ações de combate Dengue, Chikungunya e Zika Vírus serão realizadas dia 30 de junho e 01 de de Julho

O Núcleo Municipal de Combate as Endemias informa a toda população juazeirense a programação dos trabalhos relacionados ao combate das Arboviroses: Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, que será realizada no próximo final de semana, dia 30 de Junho e 01 e 02 de Julho (sSábado e domingo).

Os Agentes de Endemias estarão atuantes nos bairros: Alto da Aliança, Alto do Alencar, Antonio Guilhermino, Nova Esperança, Palmares, Park Centenário, Santo Antonio e Tabuleiro...

COM MEDO DE DENGUE MORADORA DO JOÃO PAULO RECLAMA DE VAZAMENTO DA REDE DE ÁGUA

A leitora Lais Pinheiro enviou mensagem ao Blog via facebook cobrando do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) uma providência em relação ao desperdício de água no bairro João Paulo II e a possibilidade da lagoa se transformar em criatório de dengue, conforme relata: “O SAAE não prestou o serviço e tem vazamento de água na calçada e na rua. Já entramos em contato tem uma semana e nada. Isso está ocorrendo no bairro João Paulo II, quadra 14, número 19. Já tá criando dengue. Eu tenho uma filha e não posso ficar sem água. Não sobe água para o chuveiro”. ..

Beija-flor tem papel importante contra perigos, como o mosquito transmissor da dengue

Quem vê o beija-flor com toda sua elegância entre as flores não imagina que, além de beleza, esse pequeno animal também tem um papel importante na natureza e, acima de tudo, no cenário que estamos enfrentando. Esse pássaro, além de deixar o jardim mais bonito ajuda, também, a combater alguns vilões, como o Aedes aegypti, mosquito que transmite doenças como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Para muita gente, os beija-flores só se alimentam de néctar. Porém, por ter um metabolismo muito acelerado, a ave precisa de outras proteínas, essas encontradas nos insetos. O pássaro come em média 2 mil mosquitos por dia, se tornando assim, um fator importante para o combate de mosquitos. A única incógnita era como atrair uma quantidade considerável de beija-flores para obter um resultado eficaz...

Campanha ‘Sexta sem Mosquito’ é realizada no Camelódromo 2 de Julho em combate à dengue em Juazeiro

A equipe de endemias da Secretaria de Saúde de Juazeiro esteve na manhã desta sexta-feira (05), no Camelódromo 2 de Julho em realizando uma campanha de conscientização sobre o mosquito Aedes aegypti. A ‘Sexta sem Mosquito’, do Governo Federal é realizada através do Ministério da Saúde, com o apoio dos governos estaduais e municipais.  

O grupo passou por cada boxe e também pelo Terminal de ônibus fazendo panfletagem  e orientando a população quanto aos cuidados para não ter criadouros em casa, além de explicar sobre as doenças que ele pode transmitir como: dengue, zika, chikungunya e febre amarela. ..

Com a chegada do verão, Prefeitura de Petrolina alerta para os cuidados com o Aedes aegypti

Com a chegada do verão, é preciso redobrar os cuidados para eliminar os focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Como nessa época o clima fica mais quente e úmido, os ovos do mosquito se abrem com mais facilidade, aumentando a proliferação do inseto.

"Nesse período, com a água das chuvas, os ovos do mosquito podem eclodir em questão de horas. É por isso que a gente dá a recomendação de que a população tenha o cuidado com qualquer recipiente que possa acumular água", destaca Aynoanne Barbosa, gerente do setor de Endemias...

Permissionários do Mercado do Produtor de Juazeiro recebem campanha educativa contra a dengue

Cerca de 30 Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro estiveram na manhã desta quinta-feira (21), realizando mais uma ação da campanha ‘Sexta sem Mosquito’ que foi antecipada para hoje no Mercado do Produtor de Juazeiro.  O objetivo foi promover a saúde e qualidade de vida dos permissionários e usuários do entreposto.

O grupo conversou com os permissionários dos boxes, pedras, pallets, caminhões e carrinhos do mercado fazendo panfletagem e orientando a população quanto aos cuidados para não formação de criadouros, seja no entreposto ou em casa, além de explicar sobre as doenças que o mosquito pode transmitir: dengue, zika, chikungunya e febre amarela...

Dengue: "Casa Nova quer ficar fora das estatísticas da Bahia"

Maria de Lourdes Silva Santos, com a disposição que tem demonstrado à frente da Secretaria de Saúde de Casa Nova, cidade no norte da Bahia, a 573 quilômetros de Salvador, deu início ontem quinta-feira (14) à campanha contra a Dengue, Dica e Chikungunya: "Começamos cedo, mobilizamos todos os recursos e pessoal, vamos de casa em casa, conscientizar, insistir e insistir, mas Casa Nova fica fora das estatísticas da Bahia" – diz, enfática.

Maria de Lourdes refere-se às estatísticas da Bahia, que no ano de 2016 cresceram assustadoramente: Foram mais de 70 mil casos de dengue e quase 50 mil casos de chikungunya: "Em 2016 estávamos na tabela LIRAa, (que é o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti), com um índice 1,5, em estado de alerta. Em 2017 o índice manteve-se no estado de alerta aqui na cidade. Nosso esforço agora é eliminar este risco e isso só será possível com a participação da comunidade"...

Comerciantes do Mercado Joca de Souza recebem orientação da equipe de endemias no combate à dengue

A equipe de endemias da Secretaria de Saúde de Juazeiro esteve na manhã desta sexta-feira (08), no Mercado Joca Oliveira realizando uma campanha de conscientização sobre o mosquito Aedes aegypti. O grupo passou por cada banca do mercado fazendo panfletagem  e orientando a população quanto aos cuidados para não ter criadouros em casa, além de explicar sobre as doenças que ele pode transmitir: dengue, zika, chikungunya e febre amarela. 

Marinalda Pires trabalha há 10 anos como agente de endemias e destacou a importância da ação para feiras e mercados de Juazeiro. “Essas ações são educativas e têm o objetivo de prevenir e controlar as doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti. Foi um momento de conversar com os permissionários e explicar como evitar a proliferação do mosquito no Mercado Joca. Contamos com todos os permissionários e feirantes no combate à dengue”, disse Marinalda...

38% das cidades estão em risco para dengue, zika e chikungunya

Levantamento coordenado pelo Ministério da Saúde indica que 1.496 cidades brasileiras estão em situação de alerta ou de risco para surto de dengue, zika e chikungunya no próximo verão. Isso representa 38% do total de cidades que fizeram a avaliação, batizada de Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa). Nove entre cada 10 municípios que fizeram o levantamento apresentam situação de risco.

Entre capitais, estão em estado de alerta Maceió (AL), Manaus (AM), Salvador (BA), Vitória (ES), Recife (PE), Natal (RN), Porto Velho (RO), Aracajú (SE) e São Luis (MA). As capitais Belém (PA), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), São Paulo (SP), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Brasília (DF) e Rio Branco (AC) não informaram os dados ao Ministério da Saúde...

Casos confirmados de dengue reduzem em Juazeiro, mas Sesau alerta para prevenção durante período chuvoso

No ano de 2017, os casos de incidência das arboviroses reduziram consideravelmente no município de Juazeiro. Até novembro deste ano, foram confirmados 15 casos de dengue, cinco de chikungunya e nenhum de zika, enquanto no ano passado o número de casos confirmados foi de 247, 148 e 3, respectivamente. Entretanto, com o período chuvoso se aproximando, a Secretaria da Saúde do município alerta a população para evitar a proliferação do Aedes aegipty. O mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya se reproduz em paredes de criadouros onde há acúmulo de água limpa e parada.

No município, as chuvas são mais intensas nos meses de dezembro a fevereiro, com pico máximo em fevereiro. A secretária da Saúde, Fabíola Ribeiro, orienta que, desde já, a população elimine os possíveis criadouros existentes em suas residências e locais de trabalho. “O ovo do mosquito pode sobreviver por aproximadamente um ano em locais secos. Com a umidade, o mosquito leva de 10 a 12 dias para chegar à fase adulta. Por isso, é muito importante que todos tirem cinco minutos do dia para identificar se há ambientes propícios para a reprodução desse mosquito”, informa...

É hora de reforçar as medidas caseiras no combate ao Aedes Aegypti

Com a proximidade do verão é necessário um reforço na prevenção contra as previsíveis doenças causadas pelo Aedes Aegypti: Dengue, Chikungunya e o vírus Zica. A participação da população nesse processo é fundamental. O poder público não pode enfrentar sozinho a eliminação dos focos do mosquito, por isso, a população precisa se precaver com atitudes simples, que podem mudar o cenário devastador destas enfermidades! Para evitar, é necessário o combate aos criadouros do mosquito em todos os locais possíveis, e principalmente em residências de rua e condomínios residenciais, pois 80% dos infectados contraem dengue em casa.

Quem mora em condomínio, além de fazer sua parte cuidando da própria casa, deve "ficar de olho" para ver se os vizinhos ou mesmo os funcionários do conjunto residencial estão fazendo a sua parte na prevenção desta doença. Com as chuvas de verão é normal o acúmulo de água em calhas, lages, pneus, vasos de plantas e objetos desprotegidos em sacadas, áreas de circulação, jardins ou quintais - e caso não haja uma limpeza eles se tornam criadouros de mosquitos. Muitos não sabem, mas os ovos podem hibernar por anos, até encontrar condições ideais para eclodir, preferindo o período de calor e umidade para isso. O mosquito Aedes Aegypti vive até 35 dias e, ao longo de sua vida, normalmente não percorre mais de 600 metros...