RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 350 registros para a palavra: joao gilberto

FOI PRECISO JOÃO GILBERTO MORRER E O MUNDO INTEIRO HOMENAGEAR PARA JUAZEIRO ENTENDER UM POUCO A PAIXÃO DE MAURIÇOLA

A Juazeiro de 141 anos está muito longe de ser a "capital da Bossa Nova" como diz um outdoor no estádio Adauto Moraes e eu vi na TV em Salvador.

Eu estava no tráfego em Recife, quando o rádio começou a divulgar a morte de João Gilberto na tarde daquele sábado (06) , depois vi um enxurrada de postagens nas redes sociais e fui logo acessando este blog de Juazeiro e vi uma entrevista desse cara...

Missa de sétimo dia de João Gilberto é celebrada no Rio de Janeiro

Familares e amigos de João Gilberto, que morreu no dia 6, aos 88 anos, prestaram mais uma homenagem ao criador da bossa nova durante a missa de sétimo dia, celebrada neste sábado (13), no Rio de Janeiro.  A cerimônia aconteceu na igreja São José, na Lagoa, Zona Sul carioca.

As filhas do cantor, Bebel Gilberto e Luísa com sua mãe, a jornalista Claudia Faissol, assim como o músico Moraes Moreira, estiveram presentes. João Gilberto enfrentava problemas de saúde havia alguns anos. O enterro foi em Niterói, na Região Metropolitana do Rio...

Prefeitura de Juazeiro inaugura memorial em homenagem a João Gilberto 

A Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, inaugurou na noite desta sexta-feira (12), na sede da SECULTE, um memorial em homenagem ao músico juazeirense João Gilberto. O evento contou com a presença de vereadores e secretários municipais, além de familiares do artista e comunidade juazeirense.

João Gilberto transformou Juazeiro em Capital Mundial da Bossa Nova quando criou a batida diferente do violão, originando o novo ritmo. A Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes funciona na casa onde João Gilberto nasceu e, de acordo com o gestor da SECULTE, Sérgio Fernandes, desde o início da gestão Paulo Bomfim há o projeto de realizar essa homenagem. “É com satisfação que inauguramos este memorial. Ainda não é do tamanho que João Gilberto merece, mas era preciso dar o pontapé inicial e aos poucos vamos fazendo novas intervenções”, disse Sérgio. ..

Senado aprova luto oficial de três dias no Congresso em razão da morte de João Gilberto

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (9) requerimento que decreta luto oficial de três dias no Congresso Nacional em razão do falecimento do cantor e compositor João Gilberto. O músico, um dos criadores da bossa nova, morreu em casa, no Rio de Janeiro, no último sábado (6). Ele enfrentava problemas de saúde há alguns anos.

Com o luto, a bandeira nacional ficará a meio mastro no Congresso a partir desta quarta (10). Trata-se da primeira manifestação de luto oficial por um dos poderes da República em razão do falecimento do músico. Nesta segunda (8), indagado por jornalistas, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que o presidente Jair Bolsonaro não decretaria luto oficial após a morte de João Gilberto...

Quando João Gilberto cantou como garoto propaganda de cerveja

Na primeira metade  da década de 90, quando eu era aluno na graduação de Comunicação Social - Jornalismo, pela Universidade Católica de Pernambuco,  em Recife, iniciava estágio numa empresa de assessoria de imprensa/marketing,   focada no setor privado. Nessa fase, fui e cobri vários shows nos projetos alternativos inclusive o Seis e Meia (ex-projeto Pixinguinha que levada para teatros artistas de diversas gerações sobretudo grandes nomes da história da MPB, com shows baratos cujo público maior eram estudantes universitários.

Mas certa vez, a empresa em que estagiava organizava a divulgação de um show histórico que aconteceria no mês de maio daquele ano. Foi um clássico no território da industria cultural, unindo música e publicidade, cujos holofotes só acenderiam para um artista que há década não andava na terra do frevo: João Gilberto...

Juazeiro homenageia o seu maior nome

A Prefeitura Municipal de Juazeiro, em sua programação de aniversário da cidade – dia 15 de Julho, irá prestar duas homenagens para João Gilberto. Agora, elas se revestem de um caráter ainda mais especial, in memorian.

No dia 12 de Julho, às 18h, haverá, na casa onde nasceu o pai da Bossa Nova, a exposição “João Gilberto, de Juazeiro para o Mundo”. No quarto de João, o público poderá ver fotografias raras e vídeos narrando sua vida e obra...

Deputado Roberto Carlos apresenta Moção de Pesar pelo falecimento do cantor e compositor juazeirense João Gilberto

O deputado Roberto Carlos (PDT), vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, apresentou uma Moção de Pesar pelo falecimento do cantor e compositor juazeirense João Gilberto, na cidade do Rio de Janeiro, aos 88 anos, sendo considerado um dos pais da Bossa Nova, movimento da música popular brasileira que surgiu no fim dos anos 50.

De acordo com o parlamentar, João Gilberto era considerado um artista genial, que revolucionou a música brasileira ao criar uma nova batida de violão com influências do jazz para tocar samba: a 'Bossa Nova'. O jeito suave de cantar também foi visto como inovador. Para a revista Rolling Stone Brasil, foi o segundo maior artista brasileiro de todos os tempos...

Corpo de João Gilberto é enterrado em Niterói

O corpo do cantor e compositor João Gilberto foi enterrado na tarde desta segunda-feira (8) no Cemitério Parque da Colina, Niterói, na Região Metropolitana do Rio, onde a família do artista tem um jazigo. Antes de ser levado para Niterói, ao som de um coro de fãs, o corpo do cantor foi velado no Theatro Municipal do Rio, em uma cerimônia aberta ao público.

Pouco antes do enterro, uma homenagem foi feita no hall do Theatro com integrantes do coro e da orquestra do Theatro, regidos pelo maestro e compositor Tim Rescala, que tocaram e cantaram Jesus Alegria dos Homens, de Johann Sebastian Bach, e Ave Verun Corpus, de Wolfgang Amadeus Mozart...

Maciel Melo define João Gilberto: o homem que sussurrava músicas

Um barreiro mais de meio, um sol quase se escondendo, e eu voltando pra casa. São quatro e meia da tarde, o céu parece uma paleta de cores, uma nuvem se refaz sob um azul quase lilás. A voz, arranhada como a de um cantor de blues. 

Agora, uma pausa. Afinal, foram trinta dias de poeira, estrada e muito forró. Eita, vida de gado. Mas a poeira faz parte da estrada, a estrada faz parte da vida, e a vida é amiga da arte. Ligo o rádio, mudo de estação: morreu João Gilberto.
— Quem é João Gilberto? – pergunta o motorista dessa penúltima turnê, a qual batizei de “Turnê Nordestina” (Espero que todas sejam, daqui pra frente, sempre as penúltimas. Pelo menos por mais uns trinta anos). ..

o Globo: Jornal repercute nacionalmente que Juazeiro não chora por seu filho mais ilustre, João Gilberto

Na edição especial para assinantes, a jornalista Ines Garçoni, escreveu que Juazeiro não chora por seu filho mais ilustre, João Gilberto.

Confira reportagem na integra:..

Velório de João Gilberto acontece nesta segunda-feira, no Theatro Municipal do Rio

Em cerimônia aberta ao público, o corpo do cantor João Gilberto será velado nesta segunda-feira (8) de 9h às 14h no Theatro Municipal do Rio. O enterro será às 16h no cemitério Parque da Colina, em Niterói. O músico morreu em casa, neste sábado (6), aos 88 anos. João Gilberto foi um dos criadores da bossa nova. Ele enfrentava problemas de saúde havia alguns anos.

No início da tarde deste domingo (7), a viúva de João, Maria do Céu Harris, de 55 anos, saiu do apartamento onde vivia com o músico por volta das 12h. Muito emocionada, ela não quis falar com a imprensa. O corpo do cantor havia sido levado do apartamento da família no Leblon, na Zona Sul do Rio, ainda durante a madrugada...

João Gilberto e a sua importância para o mundo

Geraldo, amigo: Estive hoje nas ruas e sai perguntando se alguma pessoa conhecia João Gilberto. A que mais chegou perto foi uma garota do Piranga I: "Sei sim. Aquele que é estátua na orla. Já tirei uma foto com ele".

Em compensação saí de site em site, de jornais, blogs e redes de tv nos mais diversos países, para ver se havia mesmo esta importância de João. Fiquei de queixo caído. ..

Presidente da República de Portugal homenageia João Gilberto

O presidente da República de Portugal Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa prestou homenagem ao juazeirense João Gilberto na página oficial da Presidência da República. Veja:

Quem viveu essa época, e mesmo quem não a viveu, não esquece a novidade de João Gilberto, nem o seu legado. O cantor e compositor baiano que se instalou no Rio de Janeiro desencadeou uma revolução musical quando gravou, em 1958, "Chega de Saudade" e "Desafinado". A Bossa Nova, alegre e melancólica ao mesmo tempo, nasceu de uma vontade de, como disse João Gilberto, tirar os excessos, seguir o curso natural das coisas, dar as notas de modo a não prejudicar a poesia...

JOÃO GILBERTO: HOMENAGEM DO PSOL JUAZEIRO

..

JOÃO GILBERTO

Estou triste. Por quê? Minha vã filosofia, para ser humilde e não tentar filosofar e nem fazer juízo de valor sobre alguém, baseado no que este alguém produziu, não permite que eu vá, além da saudade que já estou sentindo. Estou triste pela partida de João Gilberto, um juazeirense que fez do seu violão, um instrumento mundialmente respeitado, quando na década de 1960 se tornou porta voz do Brasil no exterior, tornando a MPB uma das músicas mais respeitadas internacionalmente.

Chega de saudade em 1959, posteriormente, desafinado, abriram caminho para um toque sofisticado de um violão que não permitia sons estridentes,  pois, os acordes de João Gilberto eram tão melodicamente preenchidos e bem colocados harmonicamente, que um sussurrar, um sopro se tornavam voz macia, suave aos ouvidos, diferente do que se ver hoje, muitas vezes, músicas que afetam os nossos tímpanos...

Exclusivo: Juazeiro terá homenagens a João Gilberto. Confira fotos inéditas da vida de João em sua terra natal

A morte do cantor e violinista João Gilberto, aos 88 anos, neste sábado (06) no Rio de Janeiro repercutiu nos principais veículos de comunicação em todo o planeta. O artista deixou três filhos, João Marcelo, Bebel e Luísa. A causa da morte ainda não foi divulgada pela família.

João Gilberto foi transformou a Bossa Nova com sua maneira de cantar e tocar violão. O artista ficou mundialmente conhecido pela trilogia de álbuns ‘Chega de saudade' (1959), 'O amor, o sorriso e a flor' (1960) e 'João Gilberto' (1961). Em 1977, o artista gravou o álbum 'Amoroso', nos Estados Unidos, e consolidou sua carreira levando a música popular brasileira por todo o mundo...

Repercussão da morte de João Gilberto comprova sua genialidade

A repercussão da morte do Juazeirense João Gilberto, ontem (6) aos 88 anos, mostram o tamanho da sua genialidade, pouco percebida pelas novas gerações, incluindo os conterrâneos da sua cidade natal, onde ele pouco andou depois da partida. 
Grandes nomes se pronunciaram através das redes sociais.

Confira alguns:..

João Gilberto: Um gênio raramente morre feliz. Um gênio raramente tem uma vida à altura da beleza que deixou para os outros

A notícia da morte de João Gilberto me pegou justamente num sábado em que eu preparava um artigo sobre estilo literário. Estilo, em termos gerais.

Estilo (ia eu pensando) é um conjunto de qualidades e defeitos tão peculiares que dão um perfil único e inimitável àquele artista. Um conjunto de habilidades e limitações: coisas que ele faz melhor que qualquer um, justapostas a coisas que qualquer um faz e ele é incapaz de fazer...

Juazeiro: Presidente da Câmara lamenta morte de João Gilberto

Lembrando da importância de João Gilberto para a música brasileira, o Presidente Alex Tanuri, lamentou profundamente a morte do gênio da bossa nova ocorrido hoje (06/07).

Alex Tanuri, ao falar da trajetória do músico, ressalta a análise que é feita pelos maiores especialistas em música brasileira, Ruy Castro e o Professor Alexandre Matias: “João Gilberto impôs ao mundo um ritmo, transformou a música brasileira em um produto global, aplaudido e admirado por todos os grandes e, independente de citar ou não, fez de Juazeiro uma referência musical que seria guia de tantos outros que vieram depois”...

Nelson Leal diz que morte de João Gilberto é parte da "genialidade do Brasil que se perde sem ter reposição"

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, disse hoje (06.07), em Porto Seguro, que o Brasil perde um dos seus maiores gênios com a morte do compositor e cantor baiano João Gilberto. "É uma perda sem reposição, porque ele está na categoria dos grandes gênios das artes no mundo, com o seu perfeccionismo e o seu talento musical. É da categoria dos insubstituíveis. Para mim, João Gilberto, baiano de Juazeiro, é a própria encarnação da Bossa Nova, com uma forma de cantar diferente e uma batida originalíssima do violão. Embora tivesse afastado dos palcos há tempos, sua morte, aos 88 anos, consterna os baianos e o mundo inteiro", disse Leal.

Nelson Leal relembra que a Bahia cultural criou uma dependência direta da arte de João Gilberto Prado Pereira de Oliveira, que nasceu em Juazeiro, no Norte da Bahia, região do Vale do São Francisco. "A música baiana recebeu uma influência direta de João Gilberto, que a tornou poderosa e conhecida em todo o mundo. Artistas como Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Maria Bethânia e toda a geração dos Novos Baianos, com Moraes Moreira, Baby, Pepeu, Paulinho e Galvão, beberam da fonte de João Gilberto", diz Leal, lembrando do grande sucesso do juazeirense, "Chega de Saudade", gravado em julho de 1958...