RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 280 registros para a palavra: MINISTERIO DA SAUDE

Sr. do Bonfim: relatório do Ministério da Saúde aponta para riscos de surto de dengue.

O Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, realizado pelo ministério da Saúde,  revela que 77 municípios brasileiros estão em situação de risco para a dengue, incluindo Sr. Do Bonfim, a pouco mais de 100 Km de Juazeiro.

De acordo com o levantamento o município de Sr. do Bonfim apresenta índice de 7,4, sendo a quinta cidade baiana onde existe maiores  riscos de um surto provocado pelo mosquito Aedes aegypti.

Itabuna, com índice de infestação de 18,4 lidera o ranking negativo, seguida por  Cafarnaum, com 12,1, Serrolândia com 9,6 e Candeal com índice 9,5...

Filantrópicas: Ministério da Saúde coloca situação de Salvador ‘sob estudo’

Secretário Helvécio Magalhães, deputado Antonio Brito e presidente da Fesfba, Maurício Dias

A crise que afeta os hospitais filantrópicos na capital baiana será acompanhada de perto pelo Ministério da Saúde, de acordo com o secretário de Atenção à Saúde da pasta, Helvécio Magalhães, que esteve em Salvador na manhã desta sexta-feira (9). Um ofício da Federação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas da Bahia (Fesfba), que relata o atraso nos repasses feitos pela prefeitura, foi entregue em mãos pelo presidente da entidade, Maurício Dias. Junto com ele, o coordenador da frente parlamentar que defende o setor em Brasília, o deputado federal Antonio Brito (PTB-BA), também manifestou sua preocupação. “Através dessa intermediação do ministério, mais uma vez nós buscaremos as soluções para um problema que não pode acontecer todo ano. Ouvimos a garantia do secretário de que todas as saídas serão estudadas e que o ministério se comprometerá em resolver esse impasse de uma vez”, afirmou Brito. Coincidentemente, a entrega do documento ao secretário foi realizada na inauguração de um novo centro cirúrgico das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid), que há cerca de um ano transformou-se em uma entidade com gestão compartilhada entre a União e o Estado, sem necessitar de repasses da prefeitura. "A chegada da nova sala de cirurgias vai ampliar o volume de procedimentos de alta complexidade", comemorou a gestora de saúde das Osid, Lucrécia Savernini. Enquanto isso, as outras oito entidades associadas à federação sofrem com o atraso no repasse, o que coloca todo o setor em risco de colapso...

Ministério da Saúde libera R$ 77 milhões para programa Rede Cegonha que contempla vários municípios baianos, entre eles, Juazeiro

O Ministério da Saúde destinou nesta quarta-feira (31) R$ 77,3 milhões para custear as ações da estratégia Rede Cegonha em 15 municípios baianos. A segunda etapa do plano de ação do programa na Bahia contempla os municípios de Ilhéus, Itabuna, Jequié, Valença, Canavieiras, Camacan, Juazeiro, Paulo Afonso, Campo Formoso, Senhor do Bonfim, Irecê, Xique-xique, Miguel Calmon, Morro do Chapéu e Jacobina.  Os recursos são destinados ao custeio de 15 Centros de Parto Normal (CPN); cinco Casas da Gestante, Bebê e Puérpera; 111 leitos de Gestação de Alto Risco, 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto tipo II, 83 leitos de UTI Neonatal tipo II; 90 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) Neonatal e 53 leitos de UCI Canguru. O montante também prevê a qualificação de 23 leitos de Gestação de Alto Risco, 24 leitos de UTI Adulto tipo II, 17 leitos de UTI Neonatal tipo II e 22 leitos de UCI Neonatal. Em nota a pasta informou que “de imediato serão repassados R$ 7,9 milhões para os serviços existentes. O restante do valor será pago conforme andamento da Rede Cegonha no estado”. ..

Programa baiano é referência para projeto nacional do Ministério da Saúde

A exemplo do que aconteceu com o programa de Internação Domiciliar, mais uma ação implantada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) serve como modelo para a implantação, em todo o país, de um projeto pelo Ministério da Saúde (MS). Desta vez, trata-se do rastreamento do câncer de mama, por meio da disponibilização de unidades móveis para a realização de mamografias, integrando o ‘Outubro Rosa’, movimento internacional que estimula empresas, população e entidades a trabalhar na prevenção e tratamento do câncer de mama. A iniciativa foi referência para a criação, em nível nacional, do Programa de Mamografia Móvel, instituído pelo MS com o objetivo de qualificar e ampliar a assistência oncológica no Brasil, principalmente entre as mulheres das camadas mais carentes da população.

Ação baiana..

Ministério da Saúde autoriza liberação de R$ 12,8 milhões para investir no Projeto Vida no Trânsito

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 12,8 milhões para o Projeto Vida no Trânsito para capitais e municípios de todo o país com mais de 500 mil habitantes. A média repassada para cada cidade será de R$ 200 mil – os valores serão reduzidos ou ampliados conforme o número total de habitantes do município. Os recursos são oriundos do Fundo Nacional de Saúde e serão investidos em educação, saúde e prevenção de acidentes de trânsito. A autorização de liberação de recursos foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União. Os recursos para o Projeto Vida no Trânsito, criado em 2010, devem ser investidos na implantação de observatórios de trânsito que se destinam à integração de dados e informações sobre feridos e mortes. Os recursos serão utilizados também na capacitação e formação de pessoal, como profissionais de saúde, de trânsito e também de educação. Os responsáveis pelo Distrito Federal, pelas capitais e pelos municípios atendidos pelo programa terão de elaborar planos de ações, que serão examinados pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), ligada ao Ministério da Saúde. (Agência Brasil) ..

Ministério da Saúde atende indicação de Félix Júnior e recomenda exame de oximetria para toda a rede do SUS

O Ministério da Saúde vai recomendar à toda rede de assistência à saúde do SUS a realização do exame de Oximetria a todos os recém nascidos em hospitais da rede ou conveniados. A recomendação do Ministério atende a uma indicação feita pelo deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT), através da Câmara dos Deputados, ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e que agora foi atendida. O deputado elogiou a decisão do MS em recomendar a realização do exame. “Uma atitude sensata e necessária do ministro Padilha e que, sem dúvida, resultará em ganho para a saúde dos recém nascidos”. ..

Quase metade da população brasileira está acima do peso, alerta Ministério da Saúde

Um levantamento realizado pelo Ministério da Saúde (MS) em 2011 aponta que 48,5% da população brasileira estão acima do peso. A pesquisa ouviu 54.144 pessoas em 26 estados e confirmou a tendência de crescimento do excesso de peso e da obesidade entre adultos no país. Em 2006, 43% dos maiores de 18 anos tinham Índice de Massa Corporal (IMC) superior a 25. O aumento significativo dos índices entre homens e mulheres é visto como “preocupante” pelo ministério, mas o titular da pasta, Alexandre Padilha, rejeitou a tese de que o fenômeno tenha relação com o ganho de poder aquisitivo pelas famílias brasileiras. “Não mudou o hábito alimentar nos últimos seis anos, não foi nesse período que aumentou o consumo de leite com gordura, carne com gordura. Agora é a hora de virar o jogo se não quisermos chegar nos patamares do Chile, da Argentina e, muito menos, dos Estados Unidos”, disse em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Enquanto o Brasil tem 15,8% da população obesa, o Chile tem 25,1%, a Argentina tem 20,5% e os Estados Unidos 27,6%. ..

Convênio entre Prefeitura de Sento-Sé/Ministério da Saúde garante verba para o hospital municipal

Um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal de Sento-Sé e o Ministério da Saúde, garantiu uma verba da ordem de R$ 344.297,00, para aquisição de equipamentos e material permanente para o Hospital e maternidade Dr. Heitor Sento-Sé. Pelo projeto serão adquiridos 74 itens, para atender e equipar o Consultório odontológico; a Sala de Cuidados Básicos; o Consultório Clinica Médica Gineco-Obstetra; o Atendimento de Urgência e Emergência; a Sala de Suturas/ Curativos; a Central de Esterilização; o Centro Cirúrgico; o Box de Fisioterapia; a Enfermaria Pediátrica; a Sala para Turbilhão; a Enfermaria Geral; o Setor de Internação; a Limpeza/Zeladoria e Depósito.

Os equipamentos e materiais projetados são: cadeira odontológica completa (equipo/sugador/refletor), aparelho de raio X – odontológico, amalgamador e fotopolimerizador de resinas; Cardioversor e carrinho de emergência; ultra-som diagnóstica; criocautério, mesas de exames, armários vitrine, negatoscópios, balanças antropométricas e bisturi elétrico; ventilador pulmonar, foco refletor ambulatorial e carrinho de curativo; Auto clave horizontal (capacidade superior a 45 litros); Aparelho de anestesia, foco cirúrgico móvel, foco cirúrgico de teto, laringoscópio, monitor multiparâmetro, oximetro de pulso, cardioversor e reanimador manual; Eletroestimador com corrente galvânica-farádica; Turbilhão; Berços hospitalares e poltronas; Mesas para refeição e camas hospitalares; Berços aquecidos, incubadora neonatal e régua de gases (assistência respiratória de parede); Carrinhos para transporte de materiais (diversos). O prefeito Ednaldo Barros afirmou na manhã desta quarta-feira, 11/01, que a verba já está disponível na conta do município para processo licitatório e compra dos equipamentos...

Férias: Ministério da Saúde alerta para 'doenças do verão'

A estação mais quente do ano, o verão, proporciona muitos momentos de lazer, mas alguns cuidados devem ser tomados para que doenças frequentes sejam evitadas. A profissional de saúde, vice-presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL) e deputada estadual, Graça Pimenta (PR), alerta a população sobre os cuidados necessários neste período.

“O calor e o excesso de umidade aumentam a proliferação de bactérias, fungos e mosquitos e os riscos de transmissão de doenças como dengue e febre amarela, além de provocar com maior facilidade intoxicação alimentar, desidratação e insolação. Por isso, o uso de protetor solar, óculos escuros, chapéus, e a ingestão de água e alimentos leves, nutritivos e bem armazenados e manuseados se faz necessário para evitar o aumento do número de casos dessas doenças. No caso da dengue, é preciso verificar frequentemente vasos de plantas, pneus e caixas d’água, ambientes propícios ao acúmulo de água, para evitar a proliferação do Aedes Aegypti”, alerta a parlamentar.

Recentemente, o Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Combate à Dengue – “Sempre é Hora de Combater a Dengue”, que pretende reforçar e sensibilizar a sociedade sobre a importância de se prevenir contra a doença, que apresenta sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores pelo corpo e náuseas...

Prefeito Julio Lossio solicita ao Ministério da Saúde a recuperação dos recursos destinados à UPA 24h devolvidos inexplicavelmente pelo governo do estado

O Prefeito Julio Lossio protocolou, no Ministério da Saúde, em Brasília um documento em que solicita a recuperação dos recursos para a construção da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h Porte II em Petrolina. Os recursos haviam sido destinados ao Governo do Estado de Pernambuco, em 2010, para a construção da UPA 24h em Petrolina, contudo o Estado devolveu os recursos sem explicações e a construção da unidade nunca foi efetivada.

Diante da não instalação da UPA-24h pelo Governo do Estado e da necessidade do município em possuir a unidade, a Prefeitura de Petrolina cadastrou em outubro deste ano, no Fundo Nacional da Saúde, um serviço UPA 24h Porte II. Através do documento entregue pelo prefeito Julio Lossio, é requisitado também junto ao Ministério da Saúde a agilidade no processo de análise da UPA porte II já cadastrada pelo município e a solicitação do cadastro de mais duas UPAs 24h Porte I.

“Ficamos aguardando do Governo do Estado a instalação da UPA desde 2010, este ano soubemos que os recursos foram devolvidos sem nenhuma justificativa. Através das AMEs, o município tem agido de forma a atender as demandas da população na saúde, porém o estado também precisa trabalhar por Petrolina, a UPA é uma necessidade da nossa cidade por isso viemos requisitar do Ministério da Saúde os recursos devolvidos para que o município faça aquilo que o Estado se omitiu a fazer, que é construir a UPA 24h em Petrolina”, explicou o prefeito Julio Lossio...

MINISTÉRIO DA SAÚDE: BAHIA CORRE RISCO DE SOFRER EPIDEMIA DE DENGUE

A Bahia é um dos estados do Brasil que mais correm risco de sofrer uma epidemia de dengue no próximo verão, segundo estudo do Ministério da Saúde. O que aumenta o risco no estado é o fato de dois novos tipos da doença, uma inédita e outra que não era registrada há 20 anos, terem sido registradas.
 
Segundo o Ministério da Saúde, o risco de uma epidemia é "muito alto" por a Bahia ser um estado muito quente e ter agora quatro tipos da dengue registrados. Antes, somente casos dos tipos 2 e 3 do vírus eram registrados no estado - agora, o tipo 1 voltou a ser registrado depois de 20 anos e o tipo 4 apareceu pela primeira vez.
 
Segundo o pesquisador Mitermayer Reis, da Fiocruz, o risco é maior porque quem já teve algum tipo da dengue pode voltar a sofrer com outro tipo da doença. "(Eles) têm maior risco de ter dengue hemorrágica", explica Reis.
 
Este ano foram notificados cerca e 48 mil casos da doença no estado - no ano passado, foram 58 mil casos registrados com 35 mortes. Os maiores índices da doença são registrados em Salvador, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Itabuna, Irecê, Jequié, Porto Seguro, Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas. ..

Hospital de Traumas alcança índices de infecções menores que o recomendado pelo Ministério da saúde

O Hospital de Urgências e Traumas (HUT) vem implantando medidas que diminuíram consideravelmente o número de infecções hospitalares (IH) na unidade. As alternativas implantadas pela Comissão de Controle de Infecções Hospitalares (CCHI) conseguiram reduzir o nível de infecção para 3 %, índice menor que o recomendado pelo Ministério da Saúde (MS). Segundo a gerente do CCHI, Maria José Roberto Nunes, desde fevereiro vem sendo realizada no HUT ações educativas e medidas que contribuíram bastante para redução dos números, que caiu de 15% para 3%.

“Estamos promovendo uma gincana que premia com um livro o funcionário que tiver o maior número de lavagens de mãos durante o trabalho. Outra ação que surtiu resultados foi a identificação de materiais como lençóis e material de higienização por setor, sendo proibido o trânsito de um setor para outro, evitando o uso indiscriminado de materiais potencialmente contaminados em setores limpos.  A desinfecção das salas amarela e vermelha, além da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também vem sendo  realizado”, explica...

Lagoa Grande mais uma vez supera metas do Ministério da Saúde na vacinação contra a gripe

A Secretaria de Saúde de Lagoa Grande continua vacinando as gestantes contra a gripe. A campanha nacional contra a doença terminou na última sexta-feira, dia 13, mas os municípios que não atingiram a meta de 80% entre o público destinado na campanha, devem continuar com a imunização até esta sexta, dia 20. Vale ressaltar que na região Lagoa Grande foi o primeiro município a superar a meta de 80% do Ministério da Saúde para a cobertura vacinal deste ano entre crianças, idosos e profissionais de saúde. As crianças de 6 meses a menos de 2 anos atingiram os 80% uma semana antes do final da campanha. A cidade também saiu na frente nos números de profissionais de saúde imunizados e de idosos também. 

“Fomos o primeiro município a atingir a cobertura de vacinação contra gripe nessas faixas etárias”, revelou Ladjane Cardoso, coordenadora municipal do PNI – Programa Nacional de Imunização. Os números comprovam. Em Lagoa Grande foram vacinadas 629 crianças com cobertura de 98,44%, 197 trabalhadores de saúde com um percentual de 87,95% de imunizados,.e entre os idosos lagoagrandense, 1629 receberam a dose anual da vacina com 95/43% de cobertura. ..

Prefeitura de Cabrobó garante recursos do Ministério da Saúde para ampliação de PSF da Subestação

Numa parceria com o Ministério da Saúde, a Prefeitura de Cabrobó (PE), no sertão de Pernambuco, viabilizou a ampliação da unidade do Programa Saúde da Família (PSF) do bairro Dom Francisco Xavier, mais conhecido por Subestação – um dos mais populosos do município.

Depois de várias idas a Brasília, o prefeito Eudes Caldas conseguiu garantir que o Ministério repassasse ao município o valor de R$51.420,94 para as obras. Após a ampliação, o posto de saúde do bairro Subestação ganhou mais seis novas salas, que devem otimizar o atendimento à comunidade...

Antirretroviral usado por pacientes com aids é distribuído pelo Ministério da Saúde

As 700 unidades dispensadoras de medicamentos do Brasil, presentes em todos os Estados e no Distrito Federal, já estão abastecidas com o medicamento antirretroviral atazanavir 300 mg – um dos 20 utilizados no tratamento da aids e fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, 33.250 pessoas com aids tomam o atazanavir 300 mg no Brasil. A droga é utilizada, geralmente, em esquemas terapêuticos iniciais – ou seja, em pacientes adultos que estão começando o tratamento.

Cerca de dois milhões de cápsulas, componentes do primeiro lote do medicamento previsto para entrega em 2011, tiveram a distribuição concluída no fim da última semana. A quantidade é suficiente para abastecer o Brasil até meados de junho. Outros 2,9 milhões de cápsulas, também do primeiro lote, aguardam certificação do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) e devem ser entregues nas próximas semanas...

Josias Gomes e representantes da prefeitura de Senhor do Bonfim participam de audiência no Ministério da Saúde

 

O deputado federal Josias Gomes, do PT da Bahia, esteve, na tarde desta quarta-feira, 16, em audiência no Ministério da Saúde, juntamente com a secretária Gorete Braz, de Integração, e de George Dionísio, da Administração, ambos do município de Senhor do Bonfim. Os três foram recebidos por Edson Pereira, assessor especial do ministro Alexandre Padilha.

A visita, considerada pela representante da Prefeitura de Bonfim como de cortesia, teve o objetivo de reconhecer a ajuda que o Ministério da Saúde prestou àquele município quando Gorete Braz exerceu o cargo de Secretária de Saúde. “Tivemos, durante todo o tempo, a valiosa parceria com a Pasta da Saúde, o que muito contribuiu para o sucesso das políticas públicas que nós conseguimos implantar”, informou Gorete...

Combate à Dengue é discutido pelo Ministério da Saúde em reunião com municípios prioritários

A Secretária de Saúde, Lúcia Giesta, a Diretora de Vigilância em Saúde, Kátia Coutinho e o Gerente de Endemias, Jailson Araújo, participaram de uma reunião envolvendo representantes das Secretarias Municipais das 70 cidades que são prioridades no combate à dengue. O encontro aconteceu em Brasília, sede do Ministério da Saúde (MS) e foi transmitido ao vivo para os participantes dos demais municípios do país. Durante a reunião, foi feito um balanço geral sobre a situação da doença no Brasil e sobre as ações que foram realizadas até o momento para combater o mosquito Aedes Aegypti. De acordo com dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), já foram registrados 513 casos da doença em Pernambuco, o que significa um aumento de 12,25% em relação ao mesmo período de 2010. Em Petrolina, os números são diferentes do restante do Estado. Até o momento a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) notificou 48 casos em 2011, contra 62 registrados no ano passado, mostrando uma redução de 22,5%.

“Apesar de Petrolina apresentar médio risco para epidemia da doença, como identificou o ultimo Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), estamos atentos. Após a reunião, concluímos o Plano de Ação de Combate a Dengue e enviamos à Secretaria de Saúde do Estado - SES, para nos estruturarmos juntos para o combate ao mosquito transmissor da doença. Preparamos também nossos serviços de saúde para oferecer um atendimento adequado aos pacientes que necessitarem de cuidados especiais”, afirmou a
Secretária de Saúde, Lúcia Giesta.

A Secretária enfatizou também a importância da participação da comunidade para as ações desenvolvidas nesse combate. “Estamos disponibilizando mecanismos para que a população possa nos ajudar na luta contra a dengue. Já implantamos o disque-dengue, estamos lançando agora o e-mail institucional, onde as pessoas poderão tirar dúvidas, fazer denúncias e solicitações através destes contatos. Precisamos envolver todos os setores, só assim poderemos evitar uma epidemia da doença”, comenta. O telefone para contato é o 3864.0645 e o endereço eletrônico é: denguepetrolina@hotmail.com.

Ainda sobre a questão da doença, a Secretária de Saúde, Lúcia Giesta, participará, nesta segunda (14) e terça-feira (15), de reuniões de planejamento para combater a dengue. O encontro acontecerá na Secretaria Estadual de Saúde, em Recife, com a presença de representantes dos demais municípios prioritários de Pernambuco. ..

Governo de Lagoa Grande supera metas do Ministério da Saúde em imunização

Há dois anos que o Programa Nacional de Imunização de Lagoa Grande (PNI), coordenado pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Saúde, vem superando todas as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS). Na campanha contra a gripe em idosos, o município foi o único do Sertão do São Francisco a superar os 70% exigidos pelo MS para a imunização deste público específico. Na vacina contra a poliomielite, os números atingidos superaram os 100% de cobertura nas duas campanhas nacionais realizadas pelo Ministério em todo o país, em junho e agosto, e tem cobertura de mais de 95% das  crianças na vacinação de rotina contra a doença.

Introduzida no ano passado no calendário nacional de imunização, a vacina contra a gripe H1N1 também obteve números bastante positivos na cidade conhecida como capital do vinho e da uva do Nordeste. A campanha atingiu várias faixas etárias; crianças, jovens e população adulta. “Apesar de ser uma vacina nova, as pessoas se preocuparam em se defender contra a H1N1 que vitimou várias pessoas em outros países e aqui também no Brasil. Isso levou o cidadão lagoagrandense a procurar a defesa e se vacinar” disse Ladjane Cardoso, coordenadora municipal do PNI.

Conforme Ladjane, em algumas faixas etárias,da vacinação contra a H1N1, os números foi bastante superiores às metas do Ministério da Saúde para a influenza.que também ficou conhecida como Gripe A. A coordenadora conta que o momento agora é de planejar a programação de vacinas do município para 011 e buscar repetir e até ampliar o sucesso dos números obtidos em 2009 e 2010.

“Temos conquistado a atenção da população lagoagrandense que está cada vez mais conscientizada da importância da vacina na prevenção de doenças. O governo municipal tem investido na preparação das equipes de vacinadores que chegam a todos os lugares de Lagoa Grande, por isso conseguimos números acima das metas do Ministério. Esse apoio é fundamental. Vamos continuar nesse caminho”, ressaltou a coordenadora do PNI no município. ..

Profissionais da Rede de Saúde de Juazeiro participam de rodas de conversa com consultor do Ministério da Saúde

Dando continuidade à implantação do projeto (Territórios) de aperfeiçoamento das linhas de cuidados para os portadores de doenças crônicas (aparelho circulatório, Hipertensão, Diabetes, dentre outras) no município, nesta segunda-feira (27), profissionais da Rede Municipal de Saúde de Juazeiro participaram de mais uma roda de conversa com o tema “Clínica Ampliada na Atenção Básica”. O encontro aconteceu durante a noite, no Centro Saúde III, Angari, com a presença do consultor da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde e referência nacional do projeto, Gustavo Nunes de Oliveira e também de alguns profissionais de saúde de Petrolina.
 
“O projeto foi introduzido em Juazeiro desde Janeiro deste ano. Deste então, o município vem apontando através desta parceria com o Ministério da Saúde, Estado da Bahia e Hospital Albert Einstein as pautas prioritárias da saúde local. A roda de conversa é um espaço para discutir as necessidades e os temas que interessam à rede, compartilhando ideias e sugestões”, disse o consultor da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde, Gustavo Nunes de Oliveira. ..

Petrolina: Campanha de vacinação contra Poliomielite atinge meta estabelecida pelo Ministério da Saúde

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Petrolina informa que a campanha de imunização contra a poliomielite já atingiu a meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que era de imunizar 95% das crianças de 0 a 5 anos de idade. A campanha de vacinação contra a influenza comum também já atingiu a meta estabelecida que era de vacinar 80% dos idosos do município maiores de 60 anos. 

De acordo com a Diretora de Vigilância em Saúde, Kátia Coutinho, em Petrolina foram vacinadas 25.536(95,11%) crianças contra a pólio e 16.111(83,58%) idosos contra a influenza comum. “A imunização dos nossos idosos e  crianças é uma prioridade da gestão do Prefeito Julio Lóssio”, informou. ..