RedeGN - Brasil cria mais de 313 mil vagas de trabalho formais em setembro

Brasil cria mais de 313 mil vagas de trabalho formais em setembro

O Brasil registrou a criação de 313.902 vagas de trabalho com carteira assinada em setembro de 2021. O número, abaixo das expectativas do mercado, é resultado de 1.780.161 admissões e 1.466.259 demissões no país.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e da Previdência nesta terça-feira (26).

O número representa uma desaceleração de 14,7% em relação ao resultado do mês anterior imediatamente anterior. Já em relação ao mesmo mês do ano passado, a queda foi de 1,6%.

Ainda segundo o Caged, o estoque, que é a quantidade total de vínculos celetistas ativos, de 2021 até setembro é de 41.875.905 vínculos.

No mês, os cinco setores da atividade econômica registraram criação de empregos. Em primeiro lugar está o setor de serviço que, mostrando forte recuperação nos últimos meses, criou 143.418 postos em setembro.

Em seguida, a indústria geral registrou 76.169 novas vagas. O comércio, o setor de construção e a agropecuária criaram, respectivamente, 60.809, 24.513 e 9.084 vagas de trabalho em setembro.

Acumulado do ano

No acumulado do ano, o saldo de empregos formais é de 2.512.937 novas vagas. No ano passado, por conta dos impactos das crises sanitária e econômica, o mercado de trabalho formal acumulava 558.597 empregos destruídos no mesmo período.

Ainda considerando o acumulado do ano, o destaque também está no setor de serviços, que, sozinho, tem saldo positivo de 1.068.705 empregos criados. Em seguida, está a indústria, com 545.651.

Os setores de comércio, construção e agropecuária registraram, respectivamente, 442.240, 261.531 e 105.467 novos postos de trabalho nos primeiros nove meses do ano.

CNN / foto: reprodução