RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 9 registros para a palavra: marcelo da silva

Sobre suspeito do Caso Beatriz, Lucinha Mota reitera: "Tenho certeza absoluta que ele é o assassino"

Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, declarou, em um vídeo publicado nas redes sociais hoje (17), que os argumentos apresentados por Marcelo da Silva, 40 anos, principalmente suspeito do crime, aparentam uma tentativa de “manipular a opinião pública”. Ela voltou a reiterar que não resta dúvidas de o homem é o verdadeiro assassino da garota.

“Como já disse em outras ocasiões, no inquérito de Beatriz não há espaço para que um inocente pague por um crime que não cometeu. Eu tenho certeza absoluta que ele é o assassino. E não é porque ele confessou, nem por conta de DNA, é porque tem outros elementos no processo que comprovam que é ele mesmo o assassino”, disse Lucinha Mota...

Advogado do Caso Beatriz diz que elementos probatórios revelam que Marcelo da Silva é sim o autor do crime da menina Beatriz

Lécio Rodrigues, advogado do Caso Beatriz. reafirmou nesta sexta-feira (11) que existe elementos probatórios que garantem a efetiva participação de Marcelo da Silva, como autor do crime. "Infelizmente devido o sigilo do processo não posso informar mais detalhes. Outras provas confirmam que o autor do crime é Marcelo da Silva", disse o advogado durante entrevista a Rádio Jornal.

Na oportunidade Lécio Rodrigues rebateu a fala do advogado de defesa do acusado do crime. Ontem a REDEGN questionou a Superintendência da Polícia Civil sobre o planejamento da reconstituição do crime...

Caso Beatriz: advogado defesa diz que Marcelo da Silva já está em Petrolina e vai participar do reconhecimento de pessoas que estiveram no colégio

Nesta quinta-feira (10), a Polícia Civil deu continuidade aos trabalhos para realização da reconstituição do assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, em Petrolina. O crime aconteceu no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, no ano de 2015.

Os advogados que defendem Marcelo da Silva, suspeito de ter matado a menina, estiveram no colégio durante o dia para acompanhar os trabalhos da polícia. Uma reunião com delegados vai definir como será o cronograma de reconstituição do crime durante esta sexta-feira (11) e sábado (12)...

Caso Beatriz: Justiça autoriza reconstituição do crime da menina Beatriz. Procedimentos com a participação de Marcelo da Silva devem ser feitos até o sábado (12)

O homem preso pelo assassinato da estudante Beatriz Mota, de 7 anos, na Escola Nossa Senhora Auxiliadora, em 2015, foi autorizado pelo Judiciário a participar de reconhecimento de pessoas e reconstituição do crime. Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), os procedimentos com a participação de Marcelo da Silva, 40, devem ser feitos até o sábado (12).

Exames de DNA comprovaram o envolvimento de Marcelo da Silva na morte da criança, que ocorreu em dezembro de 2015, durante uma festa no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. O material genético dele foi encontrado na faca usada para assassinar a garota...

Caso Beatriz: OAB investiga conduta de advogado que apresentou carta em que suspeito teria dito ser inocente

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Pernambuco informou, nesta quinta (20), que investiga a conduta do advogado Rafael Nunes, envolvido na defesa de Marcelo da Silva, suspeito de assassinar a facadas a menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, em Petrolina, no Sertão.

A advogada que estava na defesa antes, Niedja Mônica da Silva, entrou com uma representação na entidade alegando que o cliente foi "coagido" a destituí-la do caso...

Grupo Todos por Beatriz intensifica investigação paralela: "Pedimos que nos ajudem a alcançar pessoas que conviveram ou conhecem o assassino Marcelo da Silva".

Com os últimos acontecimentoa após a Caminhada Justiça por Beatriz e logo após a Secretaria de Defesa Social ter apresentado um homem como assassino da menina Beatriz semana passada, agora o Grupo Todos por Beatriz intensifica a investigação particular.

"Pedimos que nos ajudem a alcançar pessoas que conviveram ou conhecem o assassino Marcelo da Silva. Ele frenquetava casa familiares no bairro João de Deus e Dom Avelar em Petrolina"...

Ex- advogada de suspeito de matar Beatriz entra com representação na OAB contra atual advogado, que 'tomou' cliente dela

O Caso Beatriz segue ganhando novos enredos. Só que dessa vez, do lado de Marcelo da Silva, que de acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco confessou ter assassinado, a golpes de faca, a garota em um colégio particular de Petrolina em 2015. Agora, o centro das atenções se volta para a defesa do suspeito: é que a antiga advogada e o atual, estão travando uma verdadeira batalha.

De acordo com informações do JC, na última segunda-feira (17), a advogada Niedja Mônica da Silva, que havia sido chamada para defender o suspeito, entrou com uma representação na OAB, em Paulista, contra o também advogado Rafael Luis Nunes da Silva, que se apresentou como novo advogado do homem indiciado pela SDS. Na representação, a defensora pede providências e diz que o colega de profissão foi, na última sexta-feira (14), ao presídio de Igarassu-PE, "assediar o cliente" e que "o próprio suspeito havia informado que já havia advogado no caso"...

Lucinha Mota diz em live que, pelas provas técnicas, acredita que Marcelo da Silva é o assassino de Beatriz 

Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica, assassinada em 2015, disse em uma live esta semana que já existem provas para comprovar a autoria do crime que chocou o Vale do São Francisco, quando sua filha, de apenas 7 anos, foi esfaqueada durante a festa de formatura da irmã mais velha nas dependências da escola onde os filhos estudavam e o pai, Sandro Romilton, era professor.

Na live, transmitida pelo Portal de Notícias e compartilhada pela mãe em suas redes sociais, Lucinha Mota disse que, com base nas provas técnicas, acredita que Marcelo da Silva, apontado pela Secretaria de Segurança Pública de Pernambuco como o autor, é realmente o assassino...

Legista George Sanguinetti diz que Marcelo da Silva não matou Beatriz: É uma fantasia apresentada pela Polícia de Pernambuco

Em entrevista a Rádio Jornal Petrolina, o legista George Sanguinetti argumenta que o homem (Marcelo da Silva), apresentado pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco não foi o autor do homicídio de Beatriz e "falta provas dentro dos postulados criminalistícos, além das provas técnicas". Nesta sexta-feira (14), o programa Super Manhã com Waldiney Passos entrevistou por telefone o legista George Sanguinetti.

“É fraca a argumentação, a história apresentada é uma fantasia”, disse Sanguinetti ressaltando que 'é solidário a coração de mãe, e o coração de mãe sabe que esta história não tem justificativa correta e essa resposta não traz justiça para o Caso Beatriz"...