Foram encontrados 1396 registros para a palavra: SALVADOR

Durante a Mudança do Garcia, PSOL protesta contra a “política do monopólio” exercida pelo grupo Schincariol no Carnaval de Salvador

A tradicional Mudança do Garcia reuniu sindicatos, movimentos sociais e partidos políticos, no Campo Grande, na tarde desta segunda-feira(8), com o objetivo de promover um desfile no circuito carnavalesco com a tônica dos protestos e reivindicações. O Partido Socialismo e Liberdade participou da histórica Mudança do Garcia e protestou contra o exclusividade do grupo Schincariol  imposta pelo prefeito ACM Neto e a renovação do contrato do Camarote Salvador, localizado em Ondina.

A monopolização da cerveja SCHIN no carnaval, devido à proibição feita pela  prefeitura na qual impede que os ambulantes e bares do circuito comercializem outras cervejas,  foi criticada  pelo pré-candidato a prefeito de Salvador do PSOL, Fábio Nogueira. "Estamos presenciando um verdadeiro atentado à liberdade de escolha, uma política do monopólio que exclui a participação da sociedade civil do debate sobre os critérios utilizados no processo de financiamento do carnaval", enfatizou.   ..

AMBULANTES FAZEM PROTESTO E FECHAM CIRCUITO BARRA-ONDINA EM SALVADOR

Ambulantes fazem protesto e bloqueiam passagem de trios no circuito Barra-Ondina no 6° dia de Carnaval em Salvador. Os manifestantes queimam objetos na via após alguns vendedores terem seus produtos apreendidos. O protesto acontece em dois pontos, incluindo na área de concentração dos trios, próximo ao Farol da Barra. (Uol) ..

Morador de rua é preso por matar catador de latas no Morro do Cristo em Salvador

Um morador de rua foi preso no domingo (7), depois de matar um catador de latas com pauladas e pedradas no Morro do Cristo, no bairro da Barra. Railson Rodrigues dos Santos, 19 anos, foi encontrado na Avenida Oceânica e confessou o crime. Ele afirmou que conheceu a vítima no circuito Dodô. O catador de latas teria chamado o morador de rua para usar cocaína no Morro do Cristo, mas o autor do crime alega que foi vítima de uma tentativa de estupro ao chegar no local. Sob efeito de cocaína e álcool, Railson agrediu o homem com um pedaço de pau e fugiu do local. Cerca de meia hora depois ele retornou e deu mais golpes na vítima. Por volta de 15h, o criminoso voltou à cena do crime, percebeu que o catador de latas ainda respirava e o acertou com uma pedra até se certificar que ele havia morrido. Railson foi autuado por homicídio e foi encaminhado para o Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Complexo Penitenciário da Mata Escura. ..

Valmir quer mais investimentos para blocos afros no carnaval de Salvador

"Precisamos aportar recursos para que os blocos afros continuem sendo referências importantes para a cultura baiana e brasileira. Tanto a prefeitura de Salvador quanto o governo da Bahia precisam avaliar essa questão para que em 2017 seja mantida a estrutura, com o mesmo brilho de sempre aqui no Ilê Aiyê e em muitos outros blocos tradicionais do povo negro". A declaração é do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que esteve na saída do Ilê, neste sábado (6), junto com o governador Rui Costa (PT), representantes do movimento negro e de luta pela terra, como o dirigente nacional do MST, João Paulo Rodrigues, além de secretários de estado e diretores do bloco afro.

O petista ainda defendeu o financiamento de empresas públicas para o fortalecimento da tradição carnavalesca, como o governo da Bahia fez com a Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) investindo recursos no Ilê. "Com a Petrobras envolvida em denúncias e com toda a situação que a afeta, não há outra empresa estatal que faça o papel que ela fazia antes, quando abria editais voltados para essa finalidade", frisa Assunção, ao lado da secretária de Promoção da Igualdade Racial, Vera Lúcia Barbosa, e dos representantes do movimento negro Ailton Ferreira e Raimundo Bujão. Valmir ainda esteve com o ator Lázaro Ramos, que marcou presença na saída do Ilê, na Ladeira do Curuzu, no bairro da Liberdade...

Luiz Caldas explica confusão no seu trio: "Salvador está perdido", desabafa

O trio do cantor teve um problema técnico e o carro ficou preso por mais de uma hora no Corredor da Vitória, o que acabou dispersando seu público. Luiz aproveitou para comparar o carnaval de Salvador com o do Recife e Rio de Janeiro. 

Veja o vídeo AQUI..

Rui acompanha, nesta sexta, Olodum e show de Paulinho da Viola no Pelourinho

A tradicional saída do Bloco Olodum do Pelourinho (Circuito Batatinha), nesta sexta-feira (5), às 19h, será acompanhada pelo governador Rui Costa, que também prestigia as atrações, a exemplo de Paulinho da Viola, que irão se apresentar no local.

A saída do Olodum, prevista para as 19h, parte da Rua das Laranjeiras, em frente ao prédio da Escola Olodum, e se dirige ao Terreiro de Jesus. Já Paulinho da Viola faz show no Largo do Pelourinho a partir das 20h desta sexta. Este ano, artistas de destaque nacional irão se apresentar no circuito Batatinha, que recebeu o título "Bahia: Terra Mãe do Samba", onde estão previstas mais de 200 atrações promovidas pelo governo baiano nos largos e praças do Pelourinho. Além dos shows, o Pelourinho terá desfile de orquestras e quatro dias de baile infantil...

Cantora baiana desabafa e se diz contra a invasão de ritmos no carnaval

Durante o Carnaval em Salvador está repleto de bandas de forró, sertanejo e arrocha se apresentando por lá. Essa invasão vem acontecendo ano a ano e vem aumentando significamente.

A cantora Márcia Freire, ex- vocalista do Cheiro de Amor criticou a invasão de ritmos na folia: “Sinceramente, não gosto dessa invasão de ritmos no Carnaval. Acho que é preciso valorizar a cultura baiana. Quanto vamos cantar forró no São João, ou fazemos um trabalho com esse foco, ou não entramos no mercado. Acho que essa abertura não é legal porque toma o nosso espaço”, opinou...

Ações sociais vão garantir respeito e inclusão durante o Carnaval de Salvador

 
Diversas ações sociais promovidas pelo Governo do Estado para o Carnaval da Bahia vão propagar o respeito e garantir o direito de crianças, adolescentes e foliões de todos os gêneros, classes e raças. Essa é o objetivo central das campanhas lançadas na manhã desta segunda-feira (1º), no Palácio Rio Branco, no Centro Antigo de Salvador. Juntas, as iniciativas somam mais de R$ 1,6 milhão de investimentos, por meio das secretarias estaduais de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (Justiça Social), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e Cultura (Secult), além de outros órgãos que se mobilizaram para apoiar as causas.
 
Contra a exploração sexual e o trabalho infantil na folia, a cantora Margareth Menezes é madrinha da campanha 'Fique de olho. No Carnaval de todo mundo criança não trabalha', pelo terceiro ano seguido. Para a cantora, ações como essa podem decidir o futuro de uma criança. "Sinto-me honrada de participar disso, porque é muito sério uma criança ser submetida a qualquer tipo de violação ou exploração, que pode interferir definitivamente no caráter dela, no ser humano adulto que ela vai se tornar", explicou.
 
Uma rede de instituições vai trabalhar durante o Carnaval no Plantão Integrado de Proteção, recebendo denúncias, atendendo casos de violação dos direitos da criança e do adolescente e encaminhando para órgãos responsáveis, como Juizado da Infância e da Adolescência, Defensoria Pública do Estado, Conselho Tutelar, entre outros. A coordenação desse plantão fica em um posto fixo na sede do Procon, na Rua Carlos Gomes. 
 
Ecofolia Solidária
 
Na campanha 'Eco Folia Solidária – O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente', o Governo do Estado aposta no fortalecimento de cooperativas e organização dos trabalhadores que recolhem materiais recicláveis das ruas, oferecendo kits para o trabalho digno e apoio financeiro com diária e alimentação. No evento desta segunda (1º), o secretário da Setre, Álvaro Gomes, entregou simbolicamente dois kits com fardamentos e equipamentos de proteção individual, como luvas e botas. 
 
Além disso, durante a manhã, foi disponibilizada uma linha de financiamento especial para três cooperativas de catadores e uma de alimentação. Com o empréstimo, é possível comprar o material coletado por catadores avulsos, estocar e vender no período pós-festa. "A perspectiva é que sejam retiradas dezenas de toneladas de resíduos sólidos das ruas através do trabalho dessas pessoas. Nos preocupamos com a cadeia completa, para que o preço justo também fique assegurado, mesmo com uma oferta maior, como a que acontece em períodos como o Carnaval", disse o secretário. 
 
Combate ao racismo
 
Para o enfrentamento à discriminação racial, a Sepromi vai coordenar as ações para denúncias e atendimento às vítimas de racismo. Durante a folia, o Centro Nelson Mandela Itinerante funcionará na sede do Plantão Integrado e equipes de técnicos especializados farão abordagem qualificada para monitoramento das ruas. Segundo o coordenador do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, Wlamir França, qualquer forma de racismo será combatida, sejam agressões verbais, físicas ou constrangimentos. 
 
"Existem muitas formas de discriminar e é importante que estejamos atentos a todos eles, seja por um tratamento diferente, uma ameaça e qualquer tipo de maus tratos que podem ser um comportamentos racistas. Estamos preparados para lidar com essa situação e queremos que todos sintam-se acolhidos e encorajados a denunciar", afirmou o coordenador. 
 
Ouvidoria 
 
A Ouvidoria Geral do Estado prestará apoio com atendimento através do 0800 284 0011 ou pelo site do órgão. Neste ano, durante o Carnaval, o 0800 também vai receber ligações realizadas por telefone celular. "Teremos dois milhões de pessoas nas ruas e queremos preservar a paz como uma marca dessa festa que mobiliza tantas pessoas", explicou o ouvidor-geral do Estado, Yulo Oiticica. 
 
"Qualificamos nosso pessoal para uma atenção especializada a qualquer tipo de discriminação, seja contra mulher, crianças ou adolescentes ou discriminação de raça. Muitas vezes, depois do 'calor' da emoção, as pessoas deixam passar, e nós não queremos isso. Através da Ouvidoria, é possível acessar um canal de denúncia de onde estiver, seja através da ligação ou de uma conexão com o nosso site", acrescentou o ouvidor-geral.
..

Salvador é a 14ª cidade mais violenta do mundo em ranking de ONG mexicana

A ONG mexicana Seguridad, Justicia y Paz divulgou nesta segunda-feira (25) um ranking com as cidades mais violentas de todo mundo, que considera a taxa de homicídios por 100 mil habitantes. O Brasil é o país com maior número de municípios na lista: 21 das 50 cidades listadas são brasileiras. Deste montante, três cidades baianas aparecem no levantamento, incluindo Salvador e Região Metropolitana, em 14ª posição, com 60,63 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Feira de Santana (27ª) e Vitória da Conquista (36ª) estavam fora do ranking em 2014, mas entraram para a lista de 2015, com 45.50 e 38.46 assassinatos por 100 mil habitantes, respectivamente. A primeira cidade brasileira na listagem é Fortaleza, em 12º lugar, seguida de Natal (13º); Salvador e região metropolitana (14º); João Pessoa em 16º; Maceió (18º lugar); São Luís (21º); Cuiabá (22º); Manaus (23º); Belém (26º); Goiânia e Aparecida de Goiânia (29º); Teresina (30º); Vitória (31º); Recife (37º); Aracaju (38º); Campina Grande (40º); Porto Alegre (43º); Curitiba (44º); e Macapá (48º). O levantamento considera dados oficiais e fornecidos por ONGs. ..

Edital do VLT de Salvador será lançado nos próximos meses

 
Com 33 milhões de passageiros mensais, o sistema de transporte urbano de Salvador e região metropolitana terá um novo modal. Com edital a ser lançado nos próximos meses, o projeto do veículo leve sobre trilhos (VLT) foi apresentado pelo Governo do Estado, sexta-feira (15), a um grupo de 40 empresários, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), na capital. Na primeira etapa de implantação, o VLT substituirá o trem do subúrbio, e o trajeto ainda será ampliado, compreendendo 21 paradas, entre a Avenida São Luís, em Paripe, e o Comércio. A segunda etapa depende de estudos entre duas possibilidades: ligar Paripe à estação do metrô no Retiro, passando pelo Largo do Tanque, ou ir do Comércio até a Lapa. 
 
“Este é mais um passo para a concretização deste projeto. Estamos apresentando para a sociedade a primeira modelagem do VLT do Comércio até São Luís de Paripe, através de uma estrutura de Parceria Público-Privado (PPP), e que, em uma segunda etapa, poderá fazer uma articulação direta com o metrô, seja no Retiro, com uma ligação Santa Luzia-Retiro, seja na Lapa, com uma ligação Comércio-Lapa”, informou o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster. Dauster disse ainda que o projeto entra em uma fase de diálogos constantes com todos os interessados, para que eles conheçam o projeto e o governo saiba quais são as intenções e demandas dos investidores. Segundo ele, participaram da apresentação fornecedores de equipamentos, projetistas, consultores e empresas de construção civil, convocados por meio de anúncio público feito em jornais de grande circulação em Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro, para garantir a maior participação possível. 
 
Sucesso do metrô
 
O diretor de Desenvolvimento de Negócios da Alston, Cristiano Lopes, conta que acompanha o processo desde quando era previsto o Regime Diferenciado de Contratação para a construção. “Agora, como PPP, é uma possibilidade de se replicar o sucesso do metrô de Salvador. Os projetos de VLT em geral têm uma capacidade de reurbanização associada muito grande, e uma PPP faz com que seja possível uma captura de valores entre os entes privados e públicos. É uma formatação muito interessante para a implantação de um equipamento moderno e com a confiabilidade e a capacidade que Salvador necessita”. Representante da BF Capital, Felipe Guidi disse que “o projeto apresentado é uma iniciativa proativa. O governo busca os investidores antes mesmo da licitação. Essa é uma inovação do Governo da Bahia e atrai os investidores que estão em um momento econômico delicado”. 
 
Programa de mobilidade
 
Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins, a apresentação é mais uma etapa do Programa de Mobilidade da Região Metropolitana. “O governador Rui Costa recomendou com ênfase a recuperação do transporte de massa no subúrbio. Estamos apresentando uma possibilidade concreta para o investimento privado em um modal que proporcionará maior conforto e segurança de transporte, além de uma demanda garantida que fará com que este modal seja um bom negócio para os empresários”. Martins informou ainda que estão sendo investidos R$ 8 bilhões na região metropolitana, por meio do programa de mobilidade, somando-se metrô, VLT e corredores estruturantes, além do futuro VLT metropolitano, perfazendo um grande complexo de integração metropolitana.
..

Salvador sedia encontro internacional de Capoeira Angola

 
Quem assiste ao enérgico senhor que atende por Mestre Curió, em uma roda de capoeira, talvez não consiga imaginar que Jaime Martins dos Santos, nome escolhido pela mãe, já foi menino de rua e passou por pelo menos dez profissões diferentes até se tornar um dos mestres de Capoeira Angola mais conhecidos no mundo. Aos 78 anos, ele será o anfitrião de brasileiros e estrangeiros no 27º Encontro Internacional de Capoeira Angola, a ser realizado entre terça-feira (19) e o próximo sábado (23), em Salvador, com o apoio do Governo do Estado. O evento reúne outros mestres e alunos do homem que, além do Brasil, possui escolas na Bélgica, Suíça, Japão, Senegal, França, México, Equador, Martinica e Iraque. Mestre Curió também já perdeu a conta das cidades para onde viajou divulgando o trabalho da capoeira tradicional, que chegou ao território brasileiro por meio de escravos africanos.
 
O tema do encontro deste ano é ‘Andanças de um angoleiro pelo mundo’, em que ele vai contar parte da trajetória entre capitão de areia, vendedor de mingau, chefe de cozinha, boxeador, jogador de futebol e guia de cego, até se encontrar como mestre de Capoeira Angola. Curió, apelido herdado do avô, nunca esqueceu suas origens, lição que gosta de passar aos alunos. “A Capoeira Angola é uma coisa do negro, uma parte importante da nossa história, é a herança dos nossos antepassados, é uma filosofia de vida e é única no mundo inteiro. Por isso que reunir essas pessoas no encontro é uma forma de intercâmbio de cultura, de língua, de arte, de educação e de malícia”, explica o mestre.
 
Trabalho social
 
Para Curió, a capoeira pode mudar a vida das pessoas - como mudou a dele - e essa é uma das suas grandes missões. “Eu acho que minha função é tentar passar um pouco do que eu aprendi a crianças e jovens menos favorecidos e quero incentivar as pessoas a fazerem o mesmo”. Adenilson Lima, 35, tem uma trajetória parecida com a do mestre. Aos oito anos, era morador de rua, quando foi descoberto e acolhido por Curió, que começou a ensiná-lo a jogar a arte de Angola. Conhecido como João Grandão nas rodas de capoeira, ele se emociona ao falar sobre o significado desses ensinamentos. “Hoje trabalho com o mestre cuidando do espaço no Pelourinho e se não fosse a capoeira, não sei onde eu estaria. A capoeira hoje é a minha vida, aquilo que eu acredito e que eu quero passar para outras pessoas através do exemplo do que aconteceu comigo”, afirma João Grandão. 
 
Programação
 
O encontro terá cinco dias de programação sobre a arte e a filosofia da Capoeira Angola. Entre palestras gratuitas e oficinas no valor de R$ 150, o público ainda pode participar de uma missa na Igreja São Francisco e de um caruru oferecido por Curió, como encerramento do evento, no dia 23, quando o mestre também comemora o aniversário de 79 anos. As atividades se dividem entre as sedes da Escola de Capoeira Angola Irmãos Gêmeos (ECAIG), que ficam no Forte do Santo Antônio Além do Carmo e na Rua Gregório de Mato, nº 9, no Pelourinho. Para mais informações sobre o evento, os interessados podem ligar para os números (71) 3321-0396, 3323-0081 e (71) 98733-8776, ou entrar em contrato pelo email [email protected].
..

Pai de Suelly Aline comemora conquista da filha na travessia Mar Grande-Salvador

Juazeiro mais uma vez foi destaque na travessia Mar Grande-Salvador que aconteceu no domingo passado na capital baiana. A nadadora Suelly Aline Siqueira chegou na segunda posição na categoria feminina, marcando 2h01min03 de prova. O programa Geraldo José desta segunda-feira (11) entrevistou o pai da atleta juazeirense, Celso Siqueira, que retratou como foi o desempenho de Suelly Aline durante a competição.

“Suelly Aline nadou como uma atleta de olimpíada, sendo que a travessia Mar Grande é uma travessia cega, onde qualquer vacilo pode fazer o atleta retornar. Ela nadou bem, chegou ao final bem. Ela está entre a cinco melhores atletas de águas abertas. Esse ano talvez a gente mude as estratégias e Suelly poderá deixar as piscinas e somente nadar em competições de águas abertas”, disse.

Ainda durante a entrevista o pai da nadadora não escondeu a felicidade da família em mais uma competição onde Suelly Aline, foi destaque. "Estamos todos muito felizes e só temos que agradecer a todos que torceram por Suelly e aos patrocinadores. Suelly Aline é uma atleta que representa Juazeiro", ressaltou...

JUAZEIRENSE SUELLY ALINE É A SEGUNDA COLOCADA NA TRAVESSIA MAR GRANDE-SALVADOR

Allan do Carmo confirmou o favoritismo e levou o sexto título da travessia Mar Grande-Salvador, na 52ª segunda edição da prova realizada neste domingo, 10. Ele completou a prova em 1h36min39. Por volta das 10h Márcia Santos foi a primeira mulher a cruzar a linha de chegada com o tempo de 1h54min30. Confirmando também o favoritismo apontado depois que Ana Marcela, dona de seis títulos, divulgou que não nadaria a prova.

Essa é a primeira vez que Márcia Santos ganha em seis participações na Travessia. Nas duas últimas edições ela foi vice perdendo para Ana Marcela. "Quando vi que Ana Marcela não participaria, resolvi aproveitar", disse. Ela passou mal durante a prova e foi carregada logo que chegou...

Petistas defendem Jaques Wagner durante encontro de tendência em Salvador

A Bahia já emitiu seu recado para o país sobre o ministro da Casa Civil Jaques Wagner (PT). Em encontro estadual da tendência interna do PT Esquerda Popular Socialista (EPS), realizado em Salvador, neste sábado (9), militantes do partido e de diferentes setores da sociedade defenderam o ministro do governo Dilma e ex-governador da Bahia das acusações que tem recebido. De acordo com o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), um dos líderes da corrente no estado, Wagner é alvo de devassa por ter fortalecido o setor político da presidente da República. "A defesa é contra a tentativa torpe de setores da mídia e do judiciário que criminosamente vazam depoimentos e frases descontextualizadas dos processos e inquéritos da operação Lava Jato. Tudo isso para utilizá-las como arma política contra o PT", diz Assunção.

O deputado baiano esteve no encontro da EPS em Salvador e formou a mesa de trabalho com a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Vera Lúcia Barbosa, e com representantes do PT e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), como Murilo Brito e Evanildo Costa, respectivamente. A plenária da tendência do PT conseguiu reunir militantes de todas as regiões da Bahia, além de vereadores, prefeitos, e diversos movimentos sociais, como o MST e os sem tetos. Foram 107 cidades representadas no encontro que ainda teve a presença de lideranças do movimento negro, de mulheres, quilombolas, intelectuais, juventude, LGBTs, de comunidades de fundo de pasto, indígenas e também dirigentes do PT de todas as cidades...

Polícia garante tranquilidade no Réveillon de Salvador

 
Aproximadamente três mil policiais, entre militares, civis e bombeiros, garantiram a paz nos cinco dias de festa no bairro do Comércio, em Salvador. O efetivo capacitado e com experiência em grandes eventos, aliado aos equipamentos tecnológicos da Secretaria da Segurança Pública (SSP), permitiu que baianos e turistas se divertissem no Réveillon com segurança. O investimento do Governo do Estado de cerca de R$ 1 milhão também possibilitou o patrulhamento especial na virada de ano, em São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário.

Realizada na Praça Cairu, na Cidade Baixa, a festa que atraiu cerca de 600 mil pessoas teve o policiamento realizado pelos efetivos das polícias Militar, Civil e dos Bombeiros, além de câmeras de monitoramento fixas e móveis, gerenciadas de um moderno caminhão do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) estacionado na frente da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia. Entre os dias 28 de dezembro e 1ºde janeiro quatro pessoas foram presas - duas por lesão corporal, uma por tráfico de drogas e uma por furto. 

Tropas especializadas, como os batalhões de Choque, de Policiamento de Eventos (Bepe) e de Policiamento Turístico (Beptur), e a 16ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), responsável pelo policiamento da área, atuaram na parte interna do evento.

Já a Polícia Civil teve o reforço das equipes de investigação nas delegacias territoriais dos Dendezeiros (3ª DT) e Barris (1ª DT), além de um posto instalado no local do evento. No entorno da festa houve cinco pontos de abordagens, onde os acessos foram isolados com tapumes e gradis. Tropas motorizadas do Esquadrão Águia e equipes da Operação Gêmeos, da Polícia Montada, das Rondas Especiais e do Grupamento Aéreo deram apoio nas vistorias e blitzes. 

“Mostramos em mais uma oportunidade que a polícia baiana tem a eficiência [para] dar segurança em locais com milhares de pessoas aglomeradas. Nosso planejamento para as festas populares foi montado com antecedência e esses eventos nos permitem corrigir os detalhes para que, no Carnaval, tudo funcione bem como nos anos anteriores”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.
..

Ivete afirma que tocar no Réveillon de Salvador traz uma emoção diferente

Antes de subir ao palco do Réveillon Salvador 2016, nesta quinta-feira (31), a cantora Ivete Sangalo, estrela maior da festa da virada na capital baiana, revelou ainda sentir alguma ansiedade ao se apresentar na cidade. "Mesmo depois de 22 anos de carreira, eu ainda me emociono. Porque cantar em Salvador é sempre muito especial. Não diferenciando de outros lugares, nem só por eu ser da terra (Bahia), mas tocar aqui e ainda ser tão prestigiada é muito bom. Depois do show, sim, é possível dar aquele respiro aliviado. Este é o meu segundo ano e ainda mexe bastante comigo", disse.

Quanto ao repertório para esta noite, a cantora prometeu uma mistura bastante apimentada, contendo um pouco de tudo que marcou o ano de 2015 em sua carreira. Vale lembrar que, após o Carnaval, Ivete percorreu diversas capitais do país, ao lado do rapper paulista Criollo, cantando um repertório inteiro composto por canções do astro da soul music brasileira Tim Maia. Além disso, ela iniciou dezembro com um megashow na companhia da Orquestra Neojibá, na Arena Fonte Nova, numa ação para ajudar o Hospital Martagão Gesteira. "Para este dia da virada em Salvador reservamos as melhores músicas, com uma ordem que vai agradar a todos", comentou a diva do axé...