Foram encontrados 200 registros para a palavra: Fake news

CPMI das Fake News vai chamar Carlos Bolsonaro e apurar WhatsApp na eleição

O filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o vereador lincenciado Carlos Bolsonaro terá de depor na CPI das Fake News. A relatora Lídice da Mata (PSB-Bahia) avaliou que “ele, Carlos Bolsonaro e outras pessoas serão convocados". "Todo agente público que tiver que ser ouvido pela comissão virá por meio de requerimento de convocação”, disse Lidice da Mata. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News também vai ouvir representantes de empresas de tecnologia e redes sociais como o Whatsapp, Twitter, Telegram, Facebook, Instagram e Google. 

A deputada Luizianne Lins (PT-CE) entende que esse é o primeiro passo para entender a magnitude das fake news no país. Contrário aos requerimentos para que representantes das empresas compareçam ao Congresso, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) entende que a CPI não tem fato determinado e a vinda de representantes das empresas é uma desculpa para se arranjar algo que possa ser investigado. ..

CURSO DE EXTENSÃO TECNOLOGIAS DIGITAIS, JORNALISMO, FAKE NEWS E DEEPFAKES É CONCLUÍDO NA UNEB JUAZEIRO

O Colegiado de Jornalismo em Multimeios, do Departamento de Ciências Humanas (DCH), da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), promoveu o Curso de Extensão "Tecnologias digitais, Jornalismo, Fake News e DeepFakes". A disciplina  foi realizada com carga horária de 30 horas com a atividade de extensão direcionada à professores, jornalistas, profissionais e estudantes da área da comunicação e interessados em compreender os fenômenos contemporâneos decorrentes das tecnologias digitais.

A proposta foi debater as implicações do uso de inteligência artificial, de ferramentas digitais e de como o uso de algoritmos impacta a produção, a distribuição e o consumo da notícia. O curso teve inicio no dia 16 de Julho. A turma participou de uma confraternização para marcar  o fim das aulas...

No sul da Bahia, prefeita implanta política de combate às fake news

A prefeita Suka Carneiro resolveu implantar um protocolo de "assepsia digital" no município de Ubaitaba, no litoral sul da Bahia, a 450Km de Salvador. Com o intuito de combater a desinformação e a disseminação de notícias falsas, popularmente conhecidas como ‘fake news’, a chefe do executivo visa conscientizar a população. "Como o nome do programa já diz, queremos uma população com a consciência do uso correto da internet. Sem a cultura das Fake News,  e evitando a sua utilização para propagar o ódio e as ofensas”, contou a prefeita. 

A medida foi tomada após a grande incidência nas redes sociais e páginas que se referem ao município de difamações e os chamados crimes de ódio. A administração tem sido atacada por haters. Em contrapartida, a prefeita afirma que está em busca de propagar boas práticas na internet como exemplos de cidadania: "Estamos lançando o programa ‘Viralize o Amor' , onde exemplos de cidadãos que fazem o bem serão partilhados e publicados nas redes sociais da prefeitura”...

Dodge vê inquérito das fake news do STF como ilegal

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu que seja anulado o inquérito aberto pelo STF (Supremo Tribunal Federal) para apurar notícias falsas, ameaças e calúnias contra seus ministros. Em manifestação enviada à corte na quarta (31), ela pediu que a portaria que instaurou as apurações, assinada pelo ministro Dias Toffoli em março, seja declarada ilegal e inconstitucional.

A manifestação se deu em mandado de segurança apresentado pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República), no qual requer liminar para que os efeitos do ato editado por Toffoli sejam suspensos e, no julgamento definitivo, considerados nulos. Um dos propósitos é evitar que integrantes da categoria sejam alvo de medidas investigativas da corte, que são consideradas ilegais...

FAKE NEWS BRASILEIRAS SERÃO TEMA DE NOVO DOCUMENTÁRIO

As notícias falsas, que vêm circulando livremente sobretudo pela internet brasileira, serão tema do documentário Fake News – Made in Brazil, produção da Base#1 Filmes, viabilizada pelo canal Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e já iniciada. Logo de início, o filme exibe notícias falsas que se tornaram “clássicas” por terem ganhado bastante notoriedade, enganando muitas pessoas. Seguindo para os dias atuais, o documentário mostrará como as Fake News são usadas com objetivos financeiros, ou como fator influenciador de cenários políticos. A ideia dos diretores André Fran e Rodrigo Cebrian é elucidar cada passo do ciclo da notícia falsa, partindo da criação, passando pela disseminação e chegando à análise de seus efeitos práticos. Entre os depoentes, estarão expoentes de diversas áreas, como linguística, tecnologia, sociologia e mídias para explicar esse fenômeno no mundo de hoje.  

Sobre o Curta!..

Alcolumbre volta a defender CPMI das Fake News

Na volta do recesso parlamentar em agosto, uma das prioridades de deputados e senadores deve ser a instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar a veiculação de notícias falsas. Entre as autoridades que tiveram o celular invadido por hackers o presidente do Congresso, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) reforçou na última semana a importância da investigação.

“A ação indevida dos hackers leva ainda à produção de fake news, que só servem para gerar a confusão de informações e a manipulação da opinião pública. Combater esse crime não é dever só da polícia, o legislador também deve colaborar com soluções e leis mais transparentes para o bem de todos. É isso que queremos debater na CPMI que vai investigar as notícias falsas no Congresso Nacional”, disse Alcolumbre, em nota. ao saber que também foi alvo de invasão...

Univasf adverte sobre circulação de Fake News

Está circulando em aplicativos de mensagens um flyer (peça digital) com a divulgação de um evento intitulado POLÍTICA EM DEBATE - SÁBADO, 27 DE JULHO DE 2019, no qual a Univasf é citada como local de realização, o que não é verdade. Destacamos que a realização ou organização de eventos na Univasf é disciplinada pela Resolução nº 11 de 26 de agosto de 2016, que regulamenta a gestão e a utilização de espaços físicos de todos os seus campi. Além disso, conforme estabelecido pela instituição e fundamentos legais, a Univasf não promove nenhum evento político-partidário e nem autoriza a locação de espaços físicos em suas dependências para programações desta natureza.

Ressaltamos, ainda, que o agendamento de locação ou cessão de uso temporário de auditórios ou de quaisquer instalações de domínio da Univasf só é possível mediante solicitação do demandante e autorização formal da universidade, cuja competência é delegada aos setores responsáveis. Deste modo, informamos que não há registro de solicitação do evento acima mencionado no âmbito da Univasf, e também não há conhecimento sobre a entidade/grupo que assina a referida peça digital...

Uneb: Curso de Extensão Tecnologias Digitais, Jornalismo e Fake News, inícia nesta terça (16)

O Colegiado de Jornalismo em Multimeios, do Departamento de Ciências Humanas (DCH), da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), promove a partir desta terça-feira (16) o Curso de Extensão "Tecnologias digitais, Jornalismo, Fake News e DeepFakes" a ser realizado nos meses de Julho e Agosto, às terças-feiras e quartas-feiras, das 19h às 21h.

Com carga horária de 30 horas, a atividade de extensão é direcionada à professores, jornalistas, profissionais e estudantes da área da comunicação e interessados em compreender os fenômenos contemporâneos decorrentes das tecnologias digitais e o entendimento das implicações do uso de inteligência artificial, de ferramentas digitais e de como o uso de algoritmos impacta a produção, a distribuição e o consumo da notícia...

Inquérito vai apurar fake news envolvendo o governador Rui Costa

O governador Rui Costa determinou abertura de inquérito para apurar a disseminação de fake news do qual foi vítima nesta quinta-feira (11). Rui chamou a atenção para os riscos que todos os cidadãos estão expostos quando criminosos usam as redes sociais para espalhar notícias mentirosas.

Na informação inverídica disseminada hoje, foi inventada uma conversa entre o governador e o deputado Nelson Pelegrino em um grupo de Whatsapp. O criminoso ainda simulou que a informação sobre o tema foi postada em um site de notícias. “Todos sabem o meu posicionamento e o dos governadores do Nordeste sobre a reforma da previdência. Essa fake news vai ser tratada como crime grave”, conta Rui Costa...

UNEB oferta curso de Tecnologias Digitais, Fake News e Deep Fakes

O Colegiado de Jornalismo em Multimeios, do Departamento de Ciências Humanas (DCH), da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), promove o minicurso de extensão "Tecnologias digitais, Jornalismo, Fake News e DeepFakes" a ser realizado nos meses de Julho e Agosto, às terças-feiras e quartas-feiras, das 19h às 21h.

Com carga horária de 30 horas, a atividade de extensão é direcionada à professores, jornalistas, profissionais e estudantes da área da comunicação e interessados em compreender os fenômenos contemporâneos decorrentes das tecnologias digitais e o entendimento das implicações do uso de inteligência artificial, de ferramentas digitais e de como o uso de algoritmos impacta a produção, a distribuição e o consumo da notícia...

Ex-deputado, o baiano Jean Wyllys chama Carlos Bolsonaro de fabrica de fake news, bicha travada e defende que vereador saia do armário

O ex-deputado federal Jean Wyllys, conhecido por militar pelas causas LGBTQ+, fez uma série de tweets defendendo que o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) assuma uma suposta homossexualidade.

Em sua conta no Twitter, o ex-deputado declarou: “O filho do presidente teve todas as chances e meios de enfrentar a homofobia do pai e ser uma bicha como eu sou – orgulhosa de mim, inteligente, ativista e honrada, disposta a lutar por justiça social – mas optou por ser essa vergonhosa fábrica de fake news homofóbicas”...

Depois de chamar Bahia de lixo, líder do PSL diz que foi vítima de fake news do PCdoB

O deputado federal Delegado Waldir (PSL) se colocou como vítima de fake news nesta quinta-feira (23) após aparecer em vídeo dizendo que a “Bahia era um lixo” durante sessão na Comissão de Educação na Câmara (veja aqui). Em resposta endereçada aos baianos, Waldir acusou deputados do PT e do PCdoB de disseminarem notícias falsas contra ele. 

Líder do PSL na Câmara e eleito por Goiás, Walder disse em vídeo remetido aos “amigos da Bahia” que teve sua fala alterada pelo regitro compartilhado no twitter do deputado baiano Jorge Solla (PT). “Amo o povo baiano. Alguns deputados do PCdoB e do PT inventaram fake news ao mudarem minha fala para criarem uma cisma entre o Delegado Waldir e a Bahia”, diz o deputado...

Não é Fake News: Ganhador da Mega-sena de R$ 289 milhões apareceu...

O ganhador da Mega-sena de R$ 289 milhões se apresentou nesta segunda-feira à Caixa Econômica Federal, mas a instituição, por questões de segurança não revelou nome, nem cidade onde a aposta foi realizada. De acordo com a caixa o vencedor (a) conseguiu a façanha com a aposta mais simples possível: um bilhete de R$ 3,50, no qual se escolhem seis números, comprado pela internet. As apostas online requerem gasto mínimo de R$ 30 para quem não é correntista da Caixa. Se for este o caso, o vencedor fez outras combinações de jogos, mas a certeira custou apenas o valor mínimo para se apostar na Mega-Sena. 

De acordo com a Caixa o sortudo, ou sortuda, já deu início ao processo para receber a bolada, que deve estar disponível num prazo de dois dias, seguindo padrões do banco par valores acima de R$ 10 mil. Como não foi possível descobrir o nome e localidade do ganhador (a), nas redes sociais vai continuar imperando o Fake News, com notícias reveladoras de ganhadores em Juazeiro, Petrolina e tantas outras cidades pelo Brasil afora. Numa delas, com link falso do G1, o curioso ao abrir se depara com uma imagem de Tiririca dizendo: “É mentira abestado!”...

Idosos tendem a compartilhar mais "fake news", diz estudo

Pessoas acima de 65 anos de idade tendem a compartilhar mais fake news no Facebook do que os mais jovens, afirmaram cientistas nesta quinta-feira (10/01), com base num estudo publicado na revista Science Advances. Os pesquisadores das universidades Princeton e New York University analisaram os posts de quase 1.200 pessoas que concordaram em ceder seus dados na época da eleição presidencial americana, em 2016.

Eles compararam links que essas pessoas compartilharam no Facebook com várias listas de sites conhecidos por difundirem informações falsas, como denverguardian.com ou truepundit.com. O estudo concluiu que menos de 8,5% das pessoas compartilharam links de um desses sites de notícias falsas. Mas aqueles que o fizeram tendem a ser mais velhos e se identificam com o lado conservador do espectro político...

FAKE NEWS: ESTUDANTE É CONFUNDIDO COM ACUSADO DE APAGAR IMAGENS DO CASO BEATRIZ

Não bastasse a dor da família, dos amigos e da comoção que tomou conta de Juazeiro e Petrolina, o assassinato da garota Beatriz Angélica Mota continua em evidencia e fazendo novas vítimas.

Na noite desta quarta-feira (12), após o decreto da prisão preventiva do prestador de serviço da Escola Auxiliadora em que a menina Beatriz foi assassinada, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, uma Fake News (Notícia Falsa) acabou envolvendo mais um jovem, estudante de engenharia civil da Univasf – Universidade Federal do Vale do São Francisco...

Secretário de comunicação nega parcelamento de salário dos servidores estaduais: "fake news"

"Não haverá parcelamento de salário, como alguns sites noticiaram e como algumas pessoas irresponsáveis e oportunistas estão espalhando em grupos de Whatsapp", afirmou o secretário estadual de Comunicação, André Curvello, nesta terça-feira (20). "Parece que as pessoas não desceram do palanque, não perceberam que o período eleitoral já acabou e continuam com a prática corrosiva das notícias falsas, que tomaram conta do nosso Brasil e também aqui da Bahia", acrescentou.

Curvello destacou que o Governo continua trabalhando com seriedade, de forma responsável, com consciência da gravidade da situação econômica pela qual o país passa. "Espalharam a falsa informação de que existe a possibilidade de parcelamento de salário dos servidores públicos. É preciso esclarecer que isso é uma mentira, isso é uma coisa nefasta, que beira o sórdido. Estamos atentos, vamos combater estas notícias e tomar as devidas providências legais para que os responsáveis por isso sejam identificados e devidamente tratados pela justiça", disse. Uma equipe técnica foi designada pelo Governador Rui Costa para estudar "medidas para fortalecer e manter a Bahia no equilíbrio, no lugar de destaque que ela se encontra", concluiu...

Júlia Elias: Em terra de fake news o jornalismo não possui morada

A primeira vez que escutei sobre a crise no jornalismo estava no segundo ano da faculdade, foi em 2014. O debate sondou o histórico da imprensa, o avanço das tecnologias que tirou o monopólio do impresso em conjunto com a decisão de que para ser jornalista não precisa, necessariamente, de um diploma em nível superior. A bomba estava prestes a explodir, sua fabricação estava sendo elaborada com calma, até que, o isqueiro se acendeu, este ano, com o período eleitoral.

O histórico da imprensa não é dos melhores. Quando se estuda algumas das teorias do jornalismo como gatekeeper, organizacional, e a agenda setting (relativizada nos últimos tempos pelas notícias falsas) mais outras questões como diagramação de jornais e elaboração de títulos de matérias, a imagem de um jornalismo imparcial, isento de opinião própria, que pauta os assuntos da sociedade de forma a servir o cidadão, já é desfigurada...

ARTIGO – UM PRESIDENTE “FAKE NEWS”?

Como a matéria de uma crônica é elaborada com a necessária antecedência, de forma a estar habilitada para a edição no horário habitual, aos domingos, o tema não contempla a grande e esperada notícia quanto ao novo Presidente da República do Brasil, que neste horário já se acha definido em favor de um dos concorrentes.

Não se tem conhecimento na história passada ou recente, que o Brasil tenha convivido com a experiência de uma eleição presidencial com as inusitadas características da ocorrida neste ano de 2018! Ela foi repleta de acontecimentos e variáveis de todo tipo que a tornaram diferenciada na sua plenitude. Obviamente que depende da visão crítica de cada um, mas, acredito que em alguns detalhes bastante enfáticos haverá coerência de entendimento entre o autor e seus leitores...

Eleições 2018: PGR requisita inquérito para apurar uso de empresas na disseminação de fake news em redes sociais

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, requisitou à Polícia Federal (PF) a instauração de inquérito para apurar se empresas de tecnologia da informação têm disseminado, de forma estruturada, mensagens em redes sociais referentes aos dois candidatos que disputam o segundo turno das eleições para presidente da República. O pedido foi em ofício enviado na noite desta sexta-feira (19) ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

No documento, Raquel Dodge informa que os fatos mencionados em reportagens jornalísticas já motivaram a abertura de procedimento apuratório pela Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE). Destaca ainda que o objetivo é verificar a existência de eventual utilização de esquema profissional por parte das campanhas, com o propósito de propagar notícias falsas...

Artistas cobram posição do TSE sobre denúncia de pacote de fake news contra PT

Após uma reportagem da Folha de S. Paulo que denunciou um esquema no qual empresários apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) teriam comprado pacotes de pelo menos R$ 12 milhões para disparar mensagens em massa contra o PT, pelo WhatsApp, um grupo de artistas pede um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A prática é crime eleitoral, já que a legislação proíbe doação de empresas para campanhas políticas e o apoio não foi declarado oficialmente . 


Nomes como Caetano Veloso, Vladimir Brichta, Zezé Polessa, Malu Galli, Sophie Charlotte, Giselle Fróes, Igor Angelkorte, Juliana Alves, Maria Clara Spinelli, Fernanda Nobre, Leticia Sabatella, Teresa Cristina, Débora Lamm, Pally Siqueira, Camila Pitanga e Paula Burlamaqui gravaram vídeos para pedir por uma posição da Justiça. “Ministra Rosa Webber, me permita uma pergunta. Criar as fake news, as notícias falsas, e espalhar elas através do WhatsApp, para manipular a opinião pública, não constitui crime eleitoral?”, questionou  Vladimir Brichta à presidente do TSE. “Excelentíssima ministra Rosa Webber, comprar fake news com dinheiro de caixa 2 para manipular as eleições não é crime eleitoral?”, indagou Paula Burlamaqui. ..