RedeGN - LEITURISTAS DA COELBA IDENTIFICARAM MAIS DE 21 MIL POSSÍVEIS FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI NA BAHIA

LEITURISTAS DA COELBA IDENTIFICARAM MAIS DE 21 MIL POSSÍVEIS FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI NA BAHIA

Em um ano de parceria com o Governo do Estado, a Coelba identificou possíveis focos em 325 municípios

Mais de 21 mil possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti foram identificados por leituristas da Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, na capital e interior da Bahia. Completando, neste mês, um ano de parceria com o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Saúde (SESAB), a Coelba, já totaliza 325 municípios mapeados, com os possíveis criadouros identificados e informados as autoridades sanitárias. Na liderança das cidades com maior número de focos identificados estão: Salvador (1.801), Paripiranga (1.197) e Buritirama (958).

A estratégia de cooperação da Coelba é simples: utilizar os mais de 1,5 mil leituristas que, diariamente, coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,8 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros. As anotações e indicações dos locais sob risco são feitas através dos equipamentos utilizados para a coleta de leitura.

As informações – endereço e coordenadas geográficas – são disponibilizadas diariamente para as secretarias de saúde municipais de todo o estado, além da disponibilização destas informações no aplicativo para celular Caça Mosquito, do Governo do Estado. A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika, chicungunha e febre amarela.

Ascom Coelba Imagem da Internet