RedeGN - Imprimir Matéria

LEITURISTAS DA COELBA IDENTIFICARAM MAIS DE 21 MIL POSSÍVEIS FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI NA BAHIA

17 de Apr / 2017 às 18h00 | Variadas

Em um ano de parceria com o Governo do Estado, a Coelba identificou possíveis focos em 325 municípios

Mais de 21 mil possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti foram identificados por leituristas da Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, na capital e interior da Bahia. Completando, neste mês, um ano de parceria com o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Saúde (SESAB), a Coelba, já totaliza 325 municípios mapeados, com os possíveis criadouros identificados e informados as autoridades sanitárias. Na liderança das cidades com maior número de focos identificados estão: Salvador (1.801), Paripiranga (1.197) e Buritirama (958).

A estratégia de cooperação da Coelba é simples: utilizar os mais de 1,5 mil leituristas que, diariamente, coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,8 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros. As anotações e indicações dos locais sob risco são feitas através dos equipamentos utilizados para a coleta de leitura.

As informações – endereço e coordenadas geográficas – são disponibilizadas diariamente para as secretarias de saúde municipais de todo o estado, além da disponibilização destas informações no aplicativo para celular Caça Mosquito, do Governo do Estado. A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika, chicungunha e febre amarela.

Ascom Coelba Imagem da Internet

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.