RedeGN - "Faço questão de ser a 17ª a assinar pela abertura da CPI do Caso Beatriz", diz deputada do PT

"Faço questão de ser a 17ª a assinar pela abertura da CPI do Caso Beatriz", diz deputada do PT

No fim da noite deste domingo (6), a deputada estadual Dulci Amorim (PT) usou as redes sociais para fazer um anúncio em resposta aos questionamos da mãe da menina Beatriz Angélica Mota, feitos através da imprensa e das redes sociais. Depois de até ser apontada como uma das desarticuladoras da CPI do Caso Beatriz, a parlamentar, que nunca havia se negado a assinar pela abertura da CPI do Caso Beatriz, garantiu que dará sim a assinatura para a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

"Diante de vários apelos que recebi, nesse final de semana, da sociedade, da mãe de Beatriz, como também do colega deputado Romero Albuquerque, onde houve todas as explanações dizendo que para a CPI só falta uma assinatura. Diante dessa informação, deixo aqui o pedido para que, até amanhã, dia 7, no pôr do sol, se Romero me enviar o documento digitalizado com as 16 assinaturas, estarei assinando a 17ª", assegurou a deputada sertaneja, acrescendo que é uma questão de honra atender aos apelos da população.

Além disso, Dulci Amorim também anunciou o cancelamento da Audiência Pública, até então marcada para a próxima quinta-feira (10). "Com a CPI sendo realizada, é mais viável concentrar os esforços nela, otimizando os trabalhos em busca das respostas que toda a sociedade brasileira espera", justificou a parlamentar.

Vale destacar que a Audiência Pública foi solicitada no dia 20 de dezembro  de 2021 e mantida em sintonia com a vontade manifestada pelos pais da criança, que foi assassinada de forma brutal em dezembro de 2015, no colégio particular que estudava em Petrolina.

Ascom Deputada Dulci Amorim