Foram encontrados 234 registros para a palavra: industria

Jovem Aprendiz: SENAI-BA oferece 40 vagas em Juazeiro para cursos de aprendizagem industrial básica

Estão abertas até 12 de fevereiro (ou até ser atingida a quantidade máxima de 10 candidatos por vaga) as inscrições para os cursos de Aprendizagem Industrial Básica do Senai-BA. Em todo o estado, são 1.058 vagas em 11 cursos. Em Juazeiro, são 40 vagas, no turno matutino, para o curso de Inspetor de Análise da Qualidade.

Os candidatos devem ter de 14 a 21 anos. Os interessados devem se inscrever exclusivamente pela internet, no site ...

Secretário de Serviços Públicos recebe a visita da diretoria da AEDISF

Na tarde desta segunda-feira (16), o secretário de Serviços Públicos de Juazeiro (SESP), Celso Leal, recebeu em seu gabinete, a diretoria da Associação das Empresas do Distrito Industrial do São Francisco (AEDISF), composta pelo presidente Nilton Sampaio, vice-presidente Carlos Neiva, diretor financeiro Rafael Souza e o secretário Richardson Marques.

Entre as pautas da reunião estava a solicitação de uma parceria entre o governo municipal, através da SESP, para melhorias em relação à iluminação pública e recolhimento do lixo. "Estamos buscando otimizar parcerias e pleitear avanços para as 72 empresas que já se instalaram no Distrito Industrial. Vamos visitar outras secretarias do governo para juntos encontrarmos melhores soluções para todos", pontuou o presidente da AEDISF, Nilton Sampaio.    ..

POLICIAIS DA 74ª CIPM/JUAZEIRO APREENDEM ARMA DE FOGO NO DISTRITO INDUSTRIAL E PRENDEM CONDUTOR ALCOOLIZADO

Por volta das 16hn da última sexta-feira dia 23 de dezembro de 2016, policiais do serviço de radiopatrulhamento da 74ª CIPM, a bordo da VTR 9.7410, quando em rondas pela distrito industrial de Juazeiro e após fundada suspeita, realizaram abordagem à caminhonete Toyota Hilux de placa OUR 1871, no qual estavam os nacionais Osmar Anastácio da Costa e Josimar Ambrósio de Figueiredo. O veículo estava sendo conduzido pelo primeiro em visível estado de embriaguez. Após busca veicular, foi encontrada a Pistola Taurus calibre.380, inox, número de série KNI94550, com dois carregadores e mais 24 (vinte e quatro) munições do mesmo calibre. Após teste de alcoolemia e comprovação da embriaguez ao volante, o condutor foi conduzido pelos policiais militares à 17ª COORPIN juntamente com a arma de fogo apreendida, onde foi lavrado o flagrante por porte ilegal de arma e crime de trânsito. Ocorrência registrada sob o nº BO-00772.   ..

Artigo - Medidas de Temer podem significar a volta da indústria da seca no Nordeste

A seca é um fenômeno natural do semiárido brasileiro. Há relatos da sua incidência desde o século XVI, ou seja, desde o início da colonização do Brasil. Durante décadas a população nordestina sobreviveu basicamente da produção de subsistência, levou uma vida degradante, de muitos sacrifícios devido a ausência de políticas públicas de convivência com o semiárido. Faltavam escolas públicas, o que mantinha em alta o analfabetismo; faltava acesso ao sistema de saúde, o que aumentava a cada dia a mortalidade infantil – praticamente todas as crianças nasciam pelas mãos de uma parteira. Não havia pré-natal ou o mínimo de atenção básica. Basta lembrar que na seca de 1982 a estimativa é de que pelo menos um milhão de nordestinos morreram de inanição por fome ou sede.

A falta de acesso à água gerava a indústria da seca. Os trabalhadores ficavam reféns dos latifundiários que controlavam o acesso à água. Relatos mostram que pessoas bebiam água junto com os animais, mulheres percorriam quilômetros com uma lata de água na cabeça para saciar a sede da família. Os coronéis da política se aproveitavam dos carros pipas para aprisionar as pessoas em seus currais eleitorais. O acesso a terra para produção, o crédito, a assistência técnica eram praticamente inexistentes. A única alternativa encontrada para a sobrevivência dos trabalhadores quando não eram enviados às frentes de emergência – os chamados "campos de concentração da seca", era o êxodo de milhares de trabalhadores para as grandes cidades, em especial São Paulo, onde se submetiam ao trabalho em condições degradantes na construção civil ou no corte da cana. Essa saída de homens em sua maioria gerou o fenômeno conhecido como "viúvas da seca", pois as mulheres ficavam com as crianças e o cuidado da casa...

Indústria de laticínios investe R$ 20 mi e reforça agricultura familiar

O governador Rui Costa e o sócio-conselheiro da Betânia Leites, Jorge Parente Júnior, assinaram protocolo de intenções para implantação de indústrias do leite da Bahia. O encontro ocorreu na Governadoria, em Salvador, na tarde desta quinta-feira (1º). As unidades começam a ser construída já em 2017, com cerca de R$ 20 milhões em investimentos. “Vamos construir na Bahia as mais modernas indústrias de laticínios do Brasil”, afirmou o representante da Betânia. Localizadas no interior da Bahia, as duas plantas vão reforçar a cadeia do leite no interior, representando um canal importante de escoamento da produção da agricultura familiar. 

Para Rui, além da geração de 150 empregos diretos e 2 mil indiretos, a implantação das fábricas vai beneficiar a rede de produtores de leite do interior. “É importante pensar na capilaridade que indústrias como essas vai gerar. Com o aumento da produção de leite na Bahia, vamos dando mais renda para a agricultura familiar e melhorando o desenvolvimento das nossas cidades e das nossas regiões. Ficamos felizes em ver que a estratégia de desenvolvimento e de inclusão produtiva dos pequenos produtores vai se materializando e se fortalecendo todos os dias com empreendimentos como esses”. 

Foto: Mateus Pereira/GOVBA
(Foto: Mateus Pereira/GOVBA)

As indústrias funcionarão também como alavanca para novas produções. De acordo com Jorge Parente Júnior, o processo para implantação de uma das plantas, no município de Capela do Alto Alegre, foi iniciado com a estruturação de uma bacia do leite. “Começamos o entendimento com o Governo do Estado no início do ano e já arrendamos um laticínio em Capela do Alto Alegre, onde estamos produzindo 40 mil litros de leite por dia. Quando chegarmos em 90 mil, começaremos a construção da fábrica, no decorrer de 2017. Esperamos inaugurar a indústria depois de 18 meses de obras”. 

Além do processamento de leite UHT, a unidade em Capela do Alto Alegre vai produzir derivados como creme de leite e manteiga. “Hoje a nossa empresa trabalha com 48 produtos diferentes, além de laticínios, e esperamos poder trazer alguns deles para cá”, acrescenta o representante da Betânia. Também participaram do ato de assinatura os secretários estaduais de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda, de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, e da Fazenda, Manoel Vitório. ..

Palestra sobre agroindústria da uva abre em Petrolina a 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

A importância econômica do setor de produção e processamento de uva na região, os vinhos e sucos que são elaborados aqui e que fazem sucesso nos mercados nacional e mundial e os estudos que mostram a contribuição dos produtos derivados desta fruta para com a saúde humana. Estes foram os principais conteúdos da palestra Agroindústria da Uva do Vale do São Francisco, ministrada pelo professor do IF Sertão, Marcos  dos Santos Lima na abertura da 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

O evento, que levou um público formado basicamente de estudantes e professores ao Teatro Dona Amélia na tarde desta terça-feira (18), começou com a apresentação do espetáculo ‘Batuques’ pela Cia. Balançarte. Depois o gerente do Sesc Petrolina, Hednilson Bezerra deu as boas vindas e lembrou o principal objetivo da semana, que é coordenada em todo país pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. “Estamos aqui para aproximar a ciência e a tecnologia da população com o tema ‘Ciência alimentando o Brasil’, adiantou...

FIEPE descentraliza ações e reúne Conselho de Empresários em uma indústria de Petrolina - PE

A indústria petrolinense Paluma, que produz por mês 150 toneladas de polpa de frutas, 20 mil litros de sucos de uva e 40 toneladas de doces de goiaba, foi a empresa escolhida para sediar nesta segunda-feira (17), a reunião/almoço doConselho Empresarial da Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF) da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE).

A reunião, que acontece mensalmente na sede da entidade, começou com o diretor regional, Albânio Nascimento fazendo uma apresentação compacta do Sistema FIEPE. Uma entidade representativa do setor produtivo que tem como função promover o processo de desenvolvimento da indústria local, contribuindo para o aperfeiçoamento empresarial e para a melhoria das condições socioeconômicas regionais e nacionais...

Juazeirense participa da assinatura de acordos do governo federal com indústria

A busca por estratégias para fomentar a produção e o consumo sustentáveis no Brasil ganhou reforço nesta semana. Foram assinados dois acordos entre o governo federal e o setor produtivo, nessa quarta-feira (21/09), em cerimônia no Rio de Janeiro. Além disso, o tema esteve em destaque na abertura do Encontros CNI Sustentabilidade, que ocorreu nesta quinta-feira (22/09), também no Rio.

“A assinatura do acordo é um verdadeiro marco do fortalecimento da relação institucional entre o governo e as indústrias no horizonte da agenda ambiental”, afirmou o secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA, Edson Duarte, que participou do CNI Sustentabilidade representando o ministro Sarney Filho. “O setor industrial já tem consciência de que não pode abrir mão do fator ambiental como grande diferencial de competitividade, se quiser prosperar nos mercados nacional e internacional”, completou...

Em momento decisivo, candidatos à prefeitura de Petrolina (PE) participam de sabatina na Federação das Indústrias

A sabatina com os candidatos à prefeitura de Petrolina, Sertão de Pernambuco, aconteceu na tarde desta terça-feira (13), num momento decisivo para as eleições na cidade. A três semanas do pleito e uma intensificação nas agendas de campanha, os postulantes a chefe do Executivo municipal aproveitaram a escuta, promovida pela Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE), para apresentarem propostas de governo voltadas à indústria. O evento começou às 13h30, na sede da Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF), braço da FIEPE na região, no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho.

O encontro contou com a presença de quatro dos cinco candidatos e de empresários ligados ao sistema FIEPE. Ouvidos separadamente e por critério de sorteio, o primeiro a falar foi o postulante Edinaldo Lima (PMDB), que afirmou que a cidade tem uma boa relação com a iniciativa privada e disse que sua proposta, se eleito, é investir nesse relacionamento para explorar as potencialidades do município. Edinaldo também apresentou seus programas sociais e de desenvolvimento para a cidade, a exemplo de "Pró-Emprego" e "Cidade Empreendedora"...

Federação das Indústrias escuta candidatos à prefeitura de Petrolina, PE, nesta terça-feira (13)

A Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF), braço da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE) na região, realiza nesta terça-feira (13), a partir das 13h30, a sabatina com os candidatos à prefeitura de Petrolina, Sertão de Pernambuco. A escuta acontecerá na sede da entidade - Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, com a presença confirmada dos cinco postulantes.

A sabatina será feita separadamente com cada candidato. A URSF adotou o sorteio como critério de ordem. O primeiro a ser ouvido, às 13h30, será o postulante Edinaldo Lima (PMDB), seguido de Maria Perpétua (PSOL), às 14h30, Odacy Amorim (PT), 15h30, Miguel Coelho (PSB), 16h30, e Adalberto Cavalcanti (PTB), às 17h30. Na escuta, a Federação das Indústrias colocará um empresário como mediador, cuja função é promover a isonomia do evento, evitar perguntas tendenciosas e zelar pelo tempo dos postulantes e empresários...

Reconstrução nacional e fortalecimento da indústria são temas de reunião da diretoria da FIEPE, em Petrolina (PE) 

Por um dia, a Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF) trouxe para Petrolina, Sertão de Pernambuco, os nomes mais representativos do sistema que compõe a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE). Presidentes, diretores, gerentes e empresários ligados à Federação, SESI, SENAI, IEL e CIEPE, da cidade sede, Recife, Caruaru, Araripina e outros municípios, participaram do evento que culminou com a 8ª Reunião Ordinária de 2016, na tarde desta segunda-feira (5), no auditório do SENAI. 

No encontro, os representantes industriários da capital, Agreste e sertões do São Francisco e do Araripe apresentaram as funções e demandas de suas entidades nessas regiões e expuseram alguns projetos para os próximos meses. O diretor da URSF/FIEPE, Albânio Nascimento, fez um balanço das atividades executadas pela Unidade em Petrolina e salientou que a URSF vem cumprindo o objetivo. "As empresas têm nos recorrido e apresentado demandas que logo nos colocamos a resolver. Umas já conseguimos e outras estamos no caminho, de modo que a nossa avaliação com as indústrias da região chega a 93% quando o quesito em questão são as capacitações oferecidas por nossa Unidade", analisa...

Juazeiro recebe visita de empresários da indústria têxtil

Uma das empresas que está avaliando a possibilidade de investir em Juazeiro é a Bocazul Produtos Têxteis de Salvador que veio representada pelo seu diretor Antônio Martins, acompanhado do economista e consultor de negócios Luiz Carlos Rigotti. Os dois vieram a convite do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município, Carlos Neiva e estiveram na cidade na última sexta-feira 26.

De acordo com Antônio Martins, o objetivo da visita foi ampliar esse segmento e montar uma empresa aqui com propósito de expandir ainda mais os negócios no Estado da Bahia.  “Estive em Juazeiro há mais de 20 anos e confesso que fiquei deslumbrado com o que vi. Não imaginava que a cidade havia crescido tanto como agora. Vi que tem potencial muito grande e está no centro de grande distribuição do Nordeste. Eu vejo que é uma região promissora, já está consolidado o agronegócio, mas para a indústria tem uma grande capacidade de absorção de grandes empreendimentos. Esse é nosso propósito. Inicialmente vamos ampliar o negócio em nível de comércio e depois montar uma indústria”, afirmou o empresário...

CARRO DA GUARDA MUNICIPAL CAPOTA NO DISTRITO INDUSTRIAL DE JUAZEIRO

Informações que acabam de chegar à nossa redação dão conta de que um carro da Guarda Municipal de Juazeiro acaba de capotar no Distrito Industrial. Segundo a mesma fonte, o acidente com a S-10, aconteceu próximo a empresa Arcelomital e que a viatura da Guarda Civil Municipal estava em uma perseguição, o motorista passou mal e acabou capotando.

Nossa reportagem entrou em contato com a central de comunicação da Guarda Municipal que confirmou a informação, mas não soube precisar o número de agentes de segurança que estava no veículo. Segundo esta central de comunicação os Guardas Municipais ficaram feridos, mas não se tinha a noção exata da gravidade desses ferimentos...

Nova diretoria da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Casa Nova

Na noite da última sexta-feira, 12/08, a Associação Comercial, industrial e Agrícola de Casa Nova (ACIACN) deu posse à nova diretoria da entidade. O ato aconteceu nas dependências do colégio Alano Viana Filho. O novo presidente, José Rodrigues, se comprometeu a continuar na batalha para formar parcerias que venham fortalecer o conjunto da associação. A nova diretoria tem como membros: Átila Costa (vice-presidente), Gleice Santos (1ª secretária), Mirtes Silva (2º secretária), Elisângela Pereira (1ª tesoureira) e Juliana Silva (2ª tesoureira).  O mandato de cada membro termina em 2018. A AICACN fica localizada à Quadra IJ, Nº18 – Centro de Casa Nova, Bahia. ..

Governo Baiano apresenta projeto para fortalecer distritos industriais

O governo baiano encaminhou à Assembleia Legislativa projeto de lei que tem como objetivo integrar e fortalecer os distritos industriais do estado. Para tanto, a proposta reduz o valor da taxa gerada pela prestação de serviços públicos nas áreas dos distritos industriais administrados pela Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic) e pelo Centro Industrial de Subaé (CIS). 

Além disso, o projeto do governo elenca hipóteses de isenção da taxa e tratamento diferenciado para distritos localizados no interior e para as micro e pequenas empresas. Segundo explicou o governador Rui Costa, em mensagem encaminhada aos deputados estaduais, a proposta vai viabilizar e manter “os distritos industriais e os investimentos e gastos destinados a estudos, planejamento e projetos para a integração das áreas industriais que compõem cada distrito”. ..

Rui inaugura em Uauá agroindústria financiada pelo Fida

Com investimento total de R$ 4 milhões em obras, equipamentos, capacitações e assistência técnica, o governador Rui Costa, acompanhado do presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola da ONU (Fida), Kanayo Nwanze, inaugurou nesta quinta-feira (21), em Uauá, município do nordeste baiano, uma agroindústria para processamento de frutas. A unidade tem capacidade instalada para fabricar anualmente 800 toneladas de polpa de frutas e vai ajudar a incrementar a renda de 3.225 famílias de pequenos produtores, além de impulsionar a economia local, com o beneficiamento da produção da região...

FIEPE escuta prefeito de Petrolina para mapeamento das indústrias do Sertão do São Francisco

Técnicos da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) entrevistaram nesta terça-feira (19) o prefeito de Petrolina (PE), Júlio Lóssio, para um mapeamento industrial do Sertão do São Francisco. Pela primeira vez, a entidade realiza na região o estudo qualitativo que envolve poderes públicos, industriários e instituições de parceria público-privada.

O Economista e gerente do Núcleo de Economia e Negócios Internacionais da FIEPE, em Recife, Thobias Silva, está na cidade para ouvir o que pensam os três setores sobre a indústria no Sertão pernambucano. “Buscamos construir um painel da realidade industrial na região para que consigamos apontar os problemas e as possíveis soluções que a indústria necessita”, pontua. Segundo o executivo, o mapeamento servirá como uma radiografia para Petrolina e as outras cidades que fazem parte da pesquisa...

Governo e Fida inauguram primeira agroindústria do Pró-Semiárido em Uauá

O presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), Kanayo Nwanze, e o diretor para a América Latina e Caribe, Joaquim Losano, chegaram à Bahia, nesta terça-feira (19), para uma visita oficial de dois dias a comunidades rurais que receberam investimentos do acordo de empréstimo entre o Fida e o Governo da Bahia. Na quinta-feira (21), a comitiva do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, juntamente com o governador Rui Costa, inauguram a Agroindústria de Processamento de Frutas da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), na sede do município de Uauá, situado no nordeste do estado.

Foram investidos R$ 4 milhões em obras, equipamentos, capacitações e assistência técnica para fortalecer a cadeia produtiva do umbu, maracujá do mato e outras frutas nativas da caatinga. Com capacidade instalada parta fabricar anualmente de 800 toneladas, a agroindústria irá modernizar a produção, diversificar o mix de produtos e proporcionar aumento da renda dos agricultores familiares da região. 

A unidade beneficiará 3.225 famílias expandindo o número de 872, que atualmente são assistidas pela cooperativa. A agroindústria da Coopercuc é a primeira unidade implantada pelo Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado a partir de acordo de empréstimo com o Fida, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que é executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). “O Pró-Semiárido vem com esse apoio, dando subsídio ao trabalho de 13 anos da Coopercuc, fortalecendo as comunidades e ajudando na melhoria da qualidade de vida da região”, afirma a presidente da Coopercuc, Denise Cardoso.



Visita à Cooproaf

Nesta quarta (20), a comitiva irá ao município de Manoel Vitorino, a ‘capital do umbu’, visitar a Cooperativa de Produção e Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia (Cooproaf). Na região foram construídas e equipadas três agroindústrias de processamento de frutas, cada uma com capacidade instalada de produção anual de 100 toneladas, entre polpas, sucos, compotas, doces e geleias de frutas. 

Duas unidades ficam em Manoel Vitorino - uma na sede e outra na comunidade de Poço da Pedra. A terceira funciona fica na comunidade Espírito Santo, no município de Mirante. Essas agroindústrias beneficiam diretamente cerca de 510 famílias residentes em dez comunidades rurais. Nós últimos quatro anos, o Governo da Bahia, por meio da CAR, investiu aproximadamente R$ 12 milhões, na cadeia produtiva do umbu, entre obras e equipamentos, assistência técnica continuada e especializada.

Pró-Semiárido

O Projeto Pró-Semiárido é executado a partir de um acordo de empréstimo entre o Governo da Bahia e o FIDA, com investimentos na ordem de US$ 100 milhões destinados à erradicação da pobreza no semiárido baiano. Os recursos serão aplicados em assistência técnica, insumos produtivos ajustados para o semiárido e transformação da produção. Cadeias produtivas da agricultura familiar - umbu, maracujá do mato, criatório de cabras e abelhas, licuri, entre outras. Segundo o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, “o Pró-Semiárido é um projeto que gostaríamos de ampliar para todo o estado pela concepção do desenvolvimento das comunidades rurais mais pobres, tratando da autoestima, soberania e autonomia das comunidades envolvidas” 

Fida

O Fida é uma agência das Nações Unidas que tem apoiado o Estado da Bahia, em suas estratégias de desenvolvimento regional e na implementação de políticas para a superação da pobreza rural no semiárido. O projeto busca transformar as áreas rurais e aumentar de forma sustentável a produtividade dos pequenos agricultores, com foco na agroecologia e na participação ativa de jovens e mulheres, priorizando as comunidades mais pobres e menos atendidas historicamente, como indígenas, quilombolas, fundos de pasto e assentamentos...

Bahia é autorizada a fornecer carne às indústrias exportadoras de embutidos para a União Europeia

A Bahia está apta a vender carne bovina in natura para as 77 indústrias brasileiras habilitadas a exportar o produto enlatado para a União Europeia (UE). A UE ampliou o acordo voltado à carne industrializada do Brasil, passando de nove para 23 o número de Unidades da Federação, que podem fornecer carne bovina para a fabricação de produtos industrializados (carne enlatada) de exportação. A conquista se deu através do trabalho de sanidade animal e inspeção da produção cárnea executado pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri).

A UE fez um alinhamento dos requisitos sanitários com a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE). O secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, afirma que o avanço representa o reconhecimento do status sanitário baiano e brasileiro. “A Seagri/Adab vem executando trabalho intenso de fiscalização e educação sanitária em todo o estado e isso, certamente, foi fator preponderante para esta conquista, resultado do cumprimento das regras da OIE, o que possibilitou a inclusão da Bahia entre os estados contemplados", disse.

O diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Marco Vargas, ressaltou que esta inclusão vai estimular a produção de carne na Bahia, bem como a procura pela habilitação das indústrias baianas para também exportar o produto enlatado. “Creio que isso vai movimentar a economia, gerando mais emprego e renda”, ressaltou Marco.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em 2015, o Brasil exportou 104,4 mil toneladas de carne industrializada, o que gerou uma receita de US$ 633,58 milhões. Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI), a decisão da União Europeia é importante, sobretudo pelo aumento de fornecedores brasileiros de matéria-prima para a exportação desse tipo de produto.

Até a recente ampliação, os estados autorizados eram São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo. Agora também fazem parte da lista o Distrito Federal, Acre, Rondônia, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. ..

FIEPE prepara pesquisa sobre indústria no Sertão do São Francisco

A Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) promoveu nesta segunda-feira (13) mais uma reunião-almoço  para empresários, na sede da Unidade Regional do Sertão do São Francisco (URSF), no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, em  Petrolina. No encontro foram abordados temas de defesa de interesses locais e explicado como se dará uma pesquisa sobre o desenvolvimento industrial nas cidades do interior do estado.

Para falar sobre o mapeamento das indústrias na região, o gerente da área de negócios e internacionalização da FIEPE, em Recife, Thobias Silva, foi um dos convidados do evento. Ele apresentou os motivos da pesquisa, as instituições e pessoas que serão entrevistadas. "Nosso objetivo é provocar; no sentido de trazer à tona os problemas enfrentados pela indústria nos municípios, identificar as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento industrial e comercial, e, depois disso, buscarmos soluções para esses problemas". Silva continua. "Para isso, conversaremos com os atores envolvidos, a exemplo do prefeito de Petrolina, os secretários de Desenvolvimento e de Agricultura, as agências de controle e o empresariado", adiantou...