Foram encontrados 143 registros para a palavra: ibge

Fome na Bahia: insegurança alimentar atinge metade da população, diz IBGE

Depois de recuar em mais da metade em uma década, a fome voltou a se alastrar pelo Brasil. Em cinco anos, aumentou em cerca de 3 milhões o número de pessoas sem acesso regular à alimentação básica, chegando a, pelo menos, cerca de 10,3 milhões o contingente nesta situação. É o que apontam os dados divulgados nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A insegurança alimentar cresceu entre 2013 e 2018, atingindo 4 em cada 10 domicílios e metade da população da Bahia, segundo dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) , do IBGE, divulgada nesta quinta-feira (17).  O total de residências com insegurança alimentar cresceu 21,8% no estado neste período, o que significou mais 397 mil domicílios nessa condição...

Cai número de pessoas que estavam rigorosamente isoladas, diz IBGE

Caiu em 2,8 milhões o número de pessoas rigorosamente isoladas da segunda para a terceira semana de agosto, passando de 44,4 milhões para 41,6 milhões, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Covid-19). Desde meados de março, medidas de isolamento social foram recomendadas pelos governos estaduais e municipais para conter a propagação do novo coronavírus (covid-19).

A pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também estimou em 4,5 milhões a população que não fez qualquer tipo de restrição na semana de 16 a 22 de agosto. O percentual representa estabilidade em relação à semana anterior...

IBGE: covid-19 afetou negativamente 37,5% das empresas em julho

A crise do novo coronavírus provocou impacto negativo nas atividades de 37,5% das três milhões de empresas não financeiras em funcionamento no país na segunda quinzena de julho, na comparação com a primeira quinzena.

Ao mesmo tempo, para 36,3% o impacto foi pequeno ou inexistente. Já as que tiveram efeito positivo foram 26,1%. Com os resultados, na maioria das atividades a percepção, quanto a impactos pequenos ou inexistentes, somada com a de efeitos positivos, é maior que a registrada em efeitos negativos. ..

População do Brasil passa de 211,7 milhões de habitantes, estima IBGE

O Diário Oficial da União publica, nesta quinta-feira (27), portaria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulga as estimativas da população para estados e municípios, com data de 1º de julho de 2020.  

As estimativas mostram que o Brasil já tem uma população de 211.755.692 de pessoas. Em 2019, a população estimada era de 210.147.125 pessoas. De acordo com a projeção, o Brasil ganhou mais 1,6 milhão de habitantes em relação ao ano passado,..

ANA e IBGE lançam levantamento sobre uso da água na agricultura de sequeiro no Brasil

Estudo analisa dados mensais de 2013 a 2017 e faz parte da atualização das Contas Econômicas Ambientais da Água no Brasil. Cultivos de sequeiro enfrentaram déficit hídrico médio de 37% no período analisado

Como ocorre o uso da água na agricultura de sequeiro, aquela que depende 100% das chuvas e da água armazenada no solo? Para responder a esta pergunta, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) produziram o levantamento Uso da Água na Agricultura de Sequeiro no Brasil (2013-2017)...

IBGE abre seleção para o Censo Demográfico 2020 com 14.395 vagas temporárias na Bahia

O IBGE divulgou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (5 /0 3 /20 20 ) dois editais de Processos Seletivos Simplificados, com um total de 208.695 vagas temporárias para a realização do Censo Demográfico 2020, em todo o Brasil.

Dessas vagas, 14.395 são para a Bahia. Há oportunidades em todos os 417 municípios do estado, sendo 2.977 em Salvador e o restante (11.418) fora da capital. As inscrições para ambos os processos seletivos começaram nesta quinta (5/03) e vão até o dia 24 de março. Elas devem ser realizadas exclusivamente pelo site da CEBRASPE, organizadora do processo seletivo https://www.cebraspe.org.br/concursos/ concursos/))...

ENGENHEIRO AGRÔNOMO E PRÉ-CANDIDATO CONTESTA DADOS DO IBGE SOBRE CRESCIMENTO DE JUAZEIRO (BA) E PETROLINA (PE)

Na manhã do último sábado (11) o Blog GJ Notícias replicou uma matéria do site "A Língua" que baseados em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que Juazeiro da Bahia cresce mais que Petrolina em Pernambuco. O Engenheiro Agrônomo, Consultor Técnico e Pré-candidato a prefeito de Juazeiro Valdemar Borges em nota enviada ao Blog contesta a publicação. Confira:

Diante da publicação do Blog quando relata a diferença entre o índice do PIB – IBGE ENTRE JUAZEIRO E PETROLINA, apesar de ser uma cidade pujante, Petrolina tem demonstrado nos últimos três anos que os rendimentos da cidade ficam longe do que é divulgado pela gestão atual quando diz que o município cresce cada dia. Não é verdade...

Segundo site "a língua" IBGE aponta que Juazeiro da Bahia cresce mais que Petrolina em Pernambuco

O site "A Língua" publicou matéria na manhã deste sábado (11) que está repercutindo nas redes sociais. Com autorização do jornalista responsável pelo site Cauby Fernandes, o Blog GJ Notícias replica a informação. Confira:

Apesar de ser uma cidade pujante, Petrolina tem demonstrado nos últimos três anos que os rendimentos da cidade ficam longe do que é divulgado pela gestão atual quando diz que o município cresce cada dia. Não é verdade...

Câmara de Vereadores de Juazeiro sedia reunião do IBGE preparatória para Censo 2020

O auditório da Câmara de Vereadores de Juazeiro recebeu na tarde desta terça-feira (10/12) o Diretor da Agência do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Saulo Almeida para falar sobre as características do censo 2020 que começa a ser realizado a partir de julho próximo e se estenderá por três meses.

Saulo falou da importância do censo em todos os aspectos, principalmente para as receitas do município vindas da União, da importância de se delimitar bairros, distritos, municípios e estados e do conhecimento das características de cada localidade, bairro ou município...

GOVERNO DO ESTADO E IBGE ALINHAM ESTRATÉGIA PARA O CENSO 2020

Única pesquisa que visita todos os domicílios nos 5.570 municípios brasileiros, o Censo 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Bahia, vai contar com o apoio do Governo do Estado. Para alinhar as ações de apoio no levantamento estatístico, foi realizada na tarde desta sexta-feira (6), uma reunião na Secretaria do Planejamento (Seplan) com a participação de representantes do IBGE e de diversos órgãos e secretarias, como da Saúde (Sesab), Segurança Pública (SSP), Justiça e Direitos Humanos (SJDHDS), Comunicação (Secom) entre outras.

“Fundamental nosso envolvimento, até pela importância que o Censo tem para entendermos o que tem e o que não tem na ponta, em todos os municípios, já que o levantamento é nosso principal referencial, nossa fonte para planejar a Bahia. A abrangência do questionário cria uma importante base de dados que vai ser determinante para as decisões de politicas públicas”, afirmou o secretário do planejamento, Walter Pinheiro, que esteve representando o governador Rui Costa...

Produção de soja, milho e algodão na Bahia em 2020 tem estimativa de aumento, aponta IBGE

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo IBGE, apresentou o 1º prognóstico da safra de soja, milho e algodão na Bahia em 2020. De acordo com o balanço, o primeiro prognóstico para o próximo ano indica um aumento nas estimativas de produção de soja (+2,9%), milho (+1,5%) e algodão (+1,2%) e queda no feijão (-17,0%).

Segundo o IBGE, entre setembro e outubro deste ano, a estimativa para a safra baiana de grãos em 2019 foi mantida em 8.233.928 toneladas, 11,7% menor que o recorde registrado em 2018. Também não houve alterações na estimativa de que, dentre todas as 26 safras investigadas no estado, 9 tenham aumento em 2019, em comparação ao colhido em 2018...

IBGE: Novo edital do Censo abre 2.658 vagas de nível médio e superior

Ao contrário do que foi informado no edital do Censo 2020 divulgado hoje, das 2.658 vagas previstas, 1.343 serão para coordenador censitário subárea (CCS) e exigirão nível superior em qualquer área de formação. As demais 1.315 vagas para agente censitário operacional (ACO) serão para nível médio. Será publicada uma retificação ao edital, com essa correção. As inscrições estão abertas até 15 de outubro de 2019 e serão feitas pelo site da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora do processo seletivo.

As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em todos os municípios onde há vagas. As remunerações mensais serão de R$ 3.100 para coordenador censitário subárea e de R$ 1.700 para agente censitário operacional. Além disso, os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter carteira nacional de habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para categoria B...

"Crescemos não só em quantidade de habitantes, mas em qualidade de vida", diz prefeito de Sobradinho sobre pesquisa do IBGE

Uma estimativa do IBGE divulgada na semana passada revelou os 10 municípios baianos que apresentaram um aumento populacional. O município de Sobradinho é destacado com um crescimento de 1.7%, no número de habitantes. Índice maior que o de Juazeiro e outros municípios da região Norte do estado.

O município de Juazeiro aparece com um aumento populacional de 0,7%, com 216.707 habitantes. "Esse dado é importante e demonstra a eficiência da gestão, que trabalha para garantir mais qualidade de vida para seus munícipes, nos segmentos da saúde, educação, social e infraestrutura. Além disso, é também um indicativo para a gestão nortear suas ações e investimentos, sempre em busca de uma cidade melhor para se viver. Sobradinho vive hoje um momento muito especial com ações e obras que refletem positivamente na vida das pessoas. Estamos crescendo, não só em quantidade de habitantes, mas em qualidade de vida, o que nos deixa muito satisfeitos...

Brasil possui mais de 3 milhões de pessoas que buscam emprego há 2 anos ou mais, diz IBGE

No segundo trimestre de 2019, o Brasil tinha 3,347 milhões de pessoas em busca de emprego há dois anos ou mais, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No trimestre anterior, esse contingente era de 3,319 milhões de desempregados em busca de uma vaga há tanto tempo.

Em relação ao segundo trimestre de 2018, aumentou em 6,2% o contingente de desempregados há pelo menos dois anos. Outros 1,807 milhão de trabalhadores procuram emprego há mais de um ano, mas menos de dois anos. O grosso dos desempregados no quarto trimestre, 5,823 milhões, estava em busca de uma vaga havia pelo menos um mês, mas menos de um ano. Na faixa dos que tentavam encontrar um trabalho havia menos de um mês, estavam 1 789 milhão de pessoas...

Desemprego volta a subir e atinge 12,7 milhões de brasileiros, diz IBGE

Após duas quedas consecutivas, o desemprego voltou a subir no país, segundo dados divulgados na manhã desta quarta-feira (27/2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desocupação no trimestre móvel encerrado em janeiro (novembro, dezembro e janeiro) subiu 0,3%, atingindo 12,7 milhões de pessoas. 

Com o resultado, o índice de desemprego passou de 11,7% no trimestre terminado em outubro para 12% até janeiro. Mais 318 mil pessoas entraram na população de pessoas que procuram vaga no mercado de trabalho. Em comparação com o mesmo trimestre de 2017, o quadro foi de estabilidade.  ..

Bahia é o estado nordestino com maior número de jovens que deixam a escola antes de concluir o ensino médio, aponta IBGE

Um estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) nesta terça-feira (18) apontou que a Bahia, entre todos os estados do Nordeste, é o que tem o maior número de alunos que abandonam a escola antes de concluir o ensino médio.

O estudo, que teve como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), revelou que, a cada 100 estudantes baianos de até 19 anos, apenas 43 concluíram o ensino médio na idade correta. Esse índice deixa o estado distante de outras regiões do país, principalmente a sudeste. Em São Paulo, por exemplo, a taxa de conclusão chega a 78,3%. A pesquisa ainda mostrou que dois em cada 10 jovens, com idade até 16 anos, ainda não completaram o ensino fundamental. Desses, 62% nem frequentam mais a escola...

IBGE divulga as 10 cidades mais ricas e as 10 mais pobres da Bahia

Apenas 10 municípios (2,4% do total de 417) atingiram mais de metade (52,4%) do PIB (Produto Interno Bruto) de toda a Bahia, em 2016, estimado em R$ 258,6 bilhões naquele ano. No outro extremo, com os 50% de municípios baianos com os menores PIB (208 cidades), têm somente 7,3% de toda a renda gerada no estado.

Esses indicadores mostram a grande concentração da economia baiana, embora num patamar ainda abaixo da brasileira. No país como um todo, 66 municípios (1,2% dos 5.570) respondiam por metade do PIB (50,2%) em 2016, enquanto os 50% de municípios com os menores PIBs (2.785) detinham somente 3,7% da renda gerada no país...

IBGE: Extrema pobreza aumenta e chega a 15,2 milhões de pessoas em 2017

O país observou aumento em 2017 das pessoas em situação de extrema pobreza, frente ao observado em 2016, divulgou o IBGE na manhã desta quarta-feira (5). Segundo a pesquisa Síntese dos Indicadores Sociais, o país teve aumento no percentual de domicílios com pessoas vivendo em níveis de extrema pobreza, quando considerado cinco de sete cortes de rendimentos analisados pelo instituto.

No corte de domicílios com renda per capita de um quarto do salário mínimo (R$ 234,25), o país saiu de 12,6% dos domicílios em 2016 para 13% em 2017 -alta de 0,4 ponto percentual no intervalo de um ano. Considerando as grandes regiões para essa faixa de renda, o Nordeste foi o que teve o maior avanço de pessoas nessa condição -eram 23,9% em 2016 e passaram a 25%, alta de 1,1 ponto percentual...

IBGE buscará R$ 150 mi com emendas parlamentares para Censo de 2020

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) buscará junto a deputados e senadores a inclusão no orçamento de 2019 da União de emendas parlamentares que garantirão R$ 150 milhões para o início da preparação do Censo Demográfico de 2020. 

A medida é uma forma que o instituto encontrou para garantir orçamento para começar os trabalhos do Censo, que atualizará as informações da população brasileira estimada em 2010 pelo instituto. 


A quantia foi divulgada nesta terça-feira (27) pelo jornal Valor Econômico e confirmada pela Folha de S.Paulo. Os preparativos começam no ano que vem e o IBGE vive o risco de a pesquisa, uma das mais importantes do país, sofrer o impacto da redução dos gastos públicos.

O orçamento total para a realização do Censo 2020 é de R$ 3,4 bilhões, com previsão de contratação de 240 mil recenseadores e equipamentos móveis semelhantes a celulares onde as respostas da população são computadas. 

A estimativa inclui o investimento no chamado "pré-censo", que é uma espécie de teste da estrutura de coleta de dados, a ser realizado em Poços de Caldas (MG), em novembro do ano que vem, com 250 profissionais.  O objetivo é identificar possíveis erros técnicos antes de a pesquisa que cobrirá todo o país ir a campo. O orçamento de R$ 3,4 bilhões inclui a contratação de entrevistadores, a mobilização de equipes regionais, a coleta dos dados nas cidades, compilação e posterior divulgação do material. 

Para 2019, o IBGE enviou uma previsão de orçamento ao Ministério do Planejamento de R$ 344 milhões, que cobriria os gastos preliminares do Censo, mas a pasta só liberou R$ 200 milhões. A ideia é complementar esse valor com emendas parlamentares, que são solicitações de inclusão de previsões de orçamento feitas por parlamentares individualmente ou por meio de bancadas temáticas.

A medida já foi utilizada durante a gestão do economista Paulo Rabello de Castro, que ficou à frente do instituto entre 2016 e 2017. Na época, ele conseguiu junto a parlamentares da bancada ruralista emendas ao orçamento que garantissem a realização do Censo Agropecuário de 2017, que teve dificuldades em ser realizado justamente pelo corte de despesas e que mensurou, entre outras coisas, a quantidade de cabeças de gado no país.

O atual presidente do IBGE, Roberto Olinto, tenta repetir a estratégia. Na última semana ele esteve em contato com parlamentares em Brasília para garantir a verba para o Censo 2020. Deputados tinham até o último dia 1º para apresentar propostas de emendas parlamentares. No próximo dia 6 a Comissão Mista de Orçamento no Congresso irá votar sobre a aprovação ou não da proposta para 2019. 

O Censo é a pesquisa que faz a contabilização da população de todos os municípios brasileiros, por meio de entrevistas presenciais. É com base nela, por exemplo, que são definidos os percentuais de distribuição dos fundos de participação de municípios e estados...

Dados do IBGE 2018 apontam que cidades da Bahia perdem habitantes e entre elas Juazeiro

A população da Bahia diminuiu em 531,8 mil pessoas em relação ao ano passado. Segundo estimativa do IBGE divulgada nesta quarta-feira (29), o estado agora tem 14.812.617 ante os 15.344.447 contados em 2017. As seis cidades mais populosas do interior baiano também registraram queda no número de habitantes conforme estimativa 2018 do IBGE.

Segundo a contagem, Feira de Santana registra atualmente 609.913 ante 627.477 no ano passado, baixa de 2,8%. Na sequência, Vitória da Conquista, no sudoeste, aparece com 338.885 ante 348.718 de 2017, baixa de 2,82%. Depois, aparece Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), com 293.723 ante 296.893 do ano passado, queda de 0,85%; Juazeiro, no Sertão do São Francisco, tem 215.183 ante 221.773, baixa de 2,9%...