Foram encontrados 139 registros para a palavra: EMPREGOS

Bradesco desrespeita bancários, clientes e empregos em Juazeiro (BA)

O Bradesco, segundo maior banco privado do país de janeiro a setembro, teve lucro líquido de R$ 13,419 bilhões.

Apesar de lucros bilionários, demissões, fechamento de agências, transformação das tradicionais agências em unidades de negócios e metas abusivas, precariza o atendimento aos clientes. Com isso, bancários estão sendo demitidos...

Bahia é terceiro estado que mais gerou empregos no Nordeste em outubro, aponta Caged

A Bahia gerou 5.905 postos com carteira assinada, em outubro, figurando na terceira colocação na geração de vagas entre os estados nordestinos no mês.

O cálculo leva em consideração a diferença entre 71.894 admissões e 65.989 desligamentos, e é realizado pelo Ministério do Trabalho e Emprego...

Micro e pequenas empresas lideram geração de empregos em julho

As micro e pequenas empresas (MPEs) são o carro-chefe da criação de empregos com carteira assinada no país. Em julho, 79,8% das vagas abertas no Brasil foram absorvidas pelos pequenos negócios. Isso representa 113,8 mil postos de trabalho de um total de 142,7 mil. O levantamento foi feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e obtido em primeira mão pela Agência Brasil. Esse montante representa uma média de 3.670 vagas formais geradas a cada dia.

O volume total criado pelas MPEs é quase seis vezes maior que o número de contratações das médias e grandes empresas (MGEs), que concentraram 13,5% das vagas criadas (19.229). Os demais segmentos são instituições sem fins lucrativos (3.813), pessoas físicas (6.032) e administração pública (-200)...

Economia criativa vai gerar 1 milhão de empregos até 2030

Um milhão de novos empregos serão gerados pela economia criativa até 2030, elevando, em consequência, a atual participação de 3,11% do setor no Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços fabricados no país.

É o que indica levantamento feito pelo Observatório Nacional da Indústria (ONI), núcleo de inteligência e análise de dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI)...

Gestão Suzana Ramos atrai investidores para Juazeiro, gerando mais empregos e renda

A gestão Suzana Ramos segue investindo na atração de investidores para o município, gerando empregos, renda e mais desenvolvimento para Juazeiro. Nesta quarta-feira (9), a empresa Smart Fit inaugurou sua nova academia no município, que contou com a presença da prefeita Suzana Ramos e secretários municipais.

A prefeita Suzana Ramos aproveitou o momento para destacar que Juazeiro é um bom lugar para se investir...

Ex-prefeito, Isaac Carvalho, lamenta saldo negativo na geração de empregos em Juazeiro

De acordo com o Ministério do Trabalho, através de dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nos últimos 12 meses Juazeiro registrou 22.654 admissões e 23.628 demissões, gerando um saldo negativo de 974 novos desempregados.

Um cenário bem diferente do que o observado durante as gestões do ex-prefeito Isaac Carvalho, quando Juazeiro se tornou o 2° Município que mais gerou empregos em todo o território nacional. ..

Mesmo com escolaridade, pessoas com deficiência têm menos empregos

Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que apenas metade (51,2%) das pessoas com deficiência que possuem ensino superior completo estão ocupadas no mercado de trabalho.

A proporção é bem menor do que a das pessoas sem deficiência, entre as quais 80,8% daquelas que possuem educação superior fazem parte da população ocupada...

Artigo - Perguntei ao ChatGPT se ele vai roubar empregos

Não se fala em outra coisa na intersecção entre tecnologia e trabalho. O ChatGPT roubou a cena e já virou tema de reuniões e de conversas nos almoços corporativos

Realmente, o chatbot da OpenAI tem potencial disruptivo. Sua capacidade de dar respostas e gerar textos em tempo real impressiona e abre um leque de oportunidades. E, como sempre acontece quando tem cheiro de revolução no ar, começam as previsões apocalípticas. ..

No Sertão, apicultores se reinventam após a seca, resgatam empregos e natureza

Quando se viaja para o Sertão de Pernambuco, uma parada quase obrigatória é realizada em plena rodovia para compra de mel engarrafado. Algumas pessoas não imaginam que, na caatinga, mesmo com sol a pino, a região é a principal produtora do mel no Estado, especialmente o Araripe.

A seca prolongada entre 2012 a 2016, prejudicou as abelhas e os pequenos agricultores, fazendo a venda do produto sair de 1.753,476 toneladas para 135.773 toneladas (uma queda de mais de 1.200%)...

Bahia retoma crescimento do turismo e recupera empregos perdidos na pandemia

O volume das atividades turísticas na Bahia apresentou crescimento de 11,9%, no 3º trimestre de 2022 em relação ao mesmo trimestre de 2021, seguindo a tendência nacional. Em relação à receita nominal das atividades turísticas, o estado cresceu 35,4%. As informações são do Boletim de Análise Conjuntural do Turismo da Bahia, divulgado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) em parceria com a Secretaria do Turismo (Setur).

Um dos dados disponíveis no boletim revela que o fluxo de passageiros (doméstico e internacional) nos principais aeroportos da Bahia (Salvador, Porto Seguro, Ilhéus e Vitória da Conquista) avançou 12,9% no período. Seguindo a mesma análise, cerca de 129 mil veículos passaram a mais nos pedágios das rodovias que cortam o estado da Bahia no terceiro trimestre de 2022, uma ampliação de 0,7%...

MPEs foram responsáveis por 93,5% dos empregos em novembro de 2022

Estudo realizado pelo Sebrae a partir de dados disponibilizados pelo novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que as micro e pequenas empresas (MPE) foram responsáveis, em novembro de 2022, por 93,5% dos empregos formais gerados no país.

Segundo o levantamento, foram criados 135 mil postos de trabalho no mesmo período. Desse universo, 126 mil vagas estavam entre os pequenos negócios, o que corresponde a 93,5% das novas vagas...

Bahia é o terceiro estado do Nordeste que mais gerou empregos formais em novembro

A Bahia é o terceiro representante da Região Nordeste que mais gerou empregos formais em novembro. Ao todo, 4.425 novos postos foram criados no estado, o que deixa a Bahia atrás apenas de Pernambuco, que fechou o mês com saldo de 9.290 empregos, e do Ceará, que teve saldo de 6.544 vagas.

Atualmente, a Bahia conta atualmente com um estoque formal de mais de 1,93 milhão de empregos (1.933.856), o maior estoque do Nordeste. Em novembro, o setor da economia que mais se destacou na geração de postos no estado foi o do comércio...

Em Brasília, Guilherme Coelho pede recriação do Ministério da Irrigação para potencializar produção agrícola e geração de empregos

O presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas (Abrafrutas), Guilherme Coelho, está encabeçando uma campanha que solicita  ao Governo Federal a recriação do Ministério da Irrigação.

O pedido foi feito durante a reunião de criação da Rede Nacional de Irrigantes (Renai) realizada na tarde desta quarta-feira (07) na cidade de Brasília-DF...

Bahia é o segundo estado do Nordeste que mais gerou empregos formais em outubro, diz Caged

A Bahia é o segundo representante da Região Nordeste que mais gerou empregos formais em outubro. Ao todo, 6.702 novos postos foram gerados no estado, o que deixa a Bahia atrás apenas de Pernambuco, que criou 8.113 empregos no mês.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (29) pelo Novo Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)...

Com 11.373 novos postos de trabalho em julho, Bahia segue com o maior saldo do Nordeste no acumulado do ano

Em julho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Bahia gerou 11.373 postos com carteira assinada, decorrente da diferença entre 57.409 admissões e 46.036 desligamentos. Com este saldo, o estado passou a contar com 1.785.224 vínculos celetistas ativos, uma variação de 0,64% sobre o quantitativo do mês anterior.

De responsabilidade do Ministério do Trabalho e Previdência, os dados do emprego formal divulgados foram sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan). Mesmo diante de um contexto sanitário mundial atípico, todas as unidades federativas do país criaram vagas no mês de julho...

Ensinos contextualizados visam novas oportunidades de empregos no São Francisco

A última reportagem da série Caravana Nordeste Potência, que percorreu o Baixo e Submédio Rio São Francisco, para divulgar o Plano Nordeste Potência, conhecer e dar visibilidade a iniciativas inspiradoras para uma retomada do desenvolvimento de uma forma mais sustentável e inclusiva, traz um pouco das opções de formação para jovens e adultos com vistas aos mercados mais promissores na região, com destaque para as vocações agroecológicas e das energias renováveis.

A reportagem é de Maristela Crispim. Fotos de Alice Sales. Confira.  Ensinos contextualizados visam novas oportunidades de empregos no São Francisco..

Juazeiro ocupa posição de destaque na geração de empregos no estado

Juazeiro hoje vive um novo tempo: de trabalho, saúde de qualidade, infraestrutura em franco desenvolvimento, educação premiada, e o reflexo dessas ações vêm impactando de forma positiva no desenvolvimento econômico da cidade. É o que dizem os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) no final de agosto, que apontam Juazeiro como a 3ª cidade do estado na geração de novas vagas de emprego, ficando atrás apenas da capital Salvador e Feira de Santana, entre 417 municípios baianos.

Entre os setores de destaque que alavancaram o município da 7ª posição em 2020, quando a cidade apresentou um saldo negativo na geração de novas vagas, para a 3ª posição no acumulado até o momento em 2022, estão os incentivos fiscais dados pela gestão municipal para atrair o aporte de novas empresas; a geração de energia a partir de fontes renováveis e o setor do agronegócio...

Com mais de 13,8 mil novos postos, Bahia se destaca entre os estados que mais empregos formais geraram em julho

A Bahia registrou em julho a geração de 13.318 novos postos de trabalho formais. Com isso, o estado é uma das seis Unidades da Federação com mais de 10 mil novos empregos formais criados naquele mês. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e, segundo a publicação, todos os 26 estados, além do Distrito Federal, registraram saldo positivo de novos postos formais de trabalho em julho.

No geral, o País seguiu em julho uma curva ascendente no ritmo de geração de empregos formais, com um saldo positivo de 218.902 postos. Com isso, o Brasil tem hoje mais de 42,239 milhões de empregos formais, um novo recorde histórico. Somados os sete primeiros meses de 2022, o Brasil registra mais de 1,56 milhão de novos empregos...

Brasil gera mais de 218 mil novos empregos com carteira assinada em julho, diz Novo Caged

O ritmo de geração de empregos no Brasil manteve-se em alta em julho e registrou um saldo positivo de 218.902 postos de trabalho formais. Com isso, somados os sete primeiros meses de 2022, o Brasil registra mais de 1,56 milhão de novos empregos gerados.

De acordo com o Novo Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, criado como registro permanente de admissões e dispensa de empregados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o país conta hoje com mais de 42,239 milhões de empregos formais, um novo recorde histórico...

Bahia registra o maior saldo positivo de vagas de empregos formais da Região Nordeste

Com mais de 13 mil postos criados, estado chegou ao sexto mês consecutivo de alta. Em junho, todas as Unidades da Federação também registraram alta no número de postos formais

A Bahia foi o estado do Nordeste com o maior número de vagas formais de emprego criadas no mês de junho. O número chegou a 13.079 novos postos, registrando o sexto mês consecutivo de alta. No acumulado dos últimos seis meses, o estado alcançou mais de 76,5 mil pessoas com emprego de carteira assinada...