RedeGN - Em solenidade do Sintraf participam prefeito de Petrolina, vice e representantes da Univasf, Sebrae e Força Sindical

Em solenidade do Sintraf participam prefeito de Petrolina, vice e representantes da Univasf, Sebrae e Força Sindical

Os agricultores familiares de Petrolina, Sertão de Pernambuco, participaram de solenidade realizada no auditório do Sest Senat, no km 02, na noite desta sexta-feira (23).  Os produtores celebraram a oficialização do Sindicato dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais de Petrolina (Sintraf), que agora é o único representante da categoria no município. Entre os convidados estavam o prefeito da cidade, Julio Lossio, o vice Guilherme Coelho, a pró-reitora da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Lúcia Marisy, o diretor de projetos de agronegócio do SEBRAE, Domingos Guimarães, e os representantes do Iterpe, Valter de Amorim, e da Força Sindical, José Bezerra Neto.

A presidente do Sintraf, Isália Damacena, dedicou seu discurso oficial aos agricultores familiares das áreas irrigadas, ribeirinha, assentada e sequeira. Ao iniciar sua fala, disse que o apoio da categoria deu força para a diretoria do sindicato insistir na luta durante dois anos, e reiterou seus objetivos. “Nosso compromisso é com o agricultor familiar; essa [a oficialização] foi a primeira grande vitória do Sintraf, e o foco agora é continuarmos lutando para que as nossas demandas sejam atendidas pelas autoridades das três instâncias de governo”.

Damacena recebeu do advogado da Força Sindical, José Bezerra Neto, o documento que confirma a entidade pretrolinense como representante legal dos agricultores familiares. Coube a ele explicar como se deu o processo de julgamento no Ministério do Trabalho e adiantar quais serão as mudanças. “O Sintraf começa a fazer encaminhamentos de benefícios previdenciários e emitir declarações de aptidão para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf)”, conta.

A pró-reitora da Univasf, Lúcia Marisy, lembrou as parcerias que a instituição tem com os agricultores familiares e afirmou que a universidade tem pesquisas, cursos, mestrados e doutorados que são inconcebíveis sem a categoria. Ela disse que a Univasf tem um compromisso: “Estamos juntos e fortes com vocês”, disse. Ao final da solenidade, o prefeito e o vice, Julio Lossio e Guilherme Coelho, parabenizaram a conquista do sindicato e fizeram uma defesa comum do Projeto Pontal, que está paralisado há 13 anos. Lossio defendeu a aplicação do modelo dos projetos irrigados nos 8 mil hectares do Pontal. “Atualmente lá só tem um dono. Petrolina tem o Bebedouro, Maria Tereza e o Nilo Coelho, onde são vários os agricultores que cuidam. Precisamos que o Pontal volte a esse modelo”.  

Guilherme Coelho disse que o Projeto deve ser uma bandeira de todos do município e reforçou que o Pontal deve sair do controle da empresa vencedora da licitação do governo federal e voltar a ser administrado pela Codevesf. “Temos que lutar pelos recursos e também devemos buscar a devolução das terras aos colonos”. Encerrado a solenidade, Isália Damacena e a diretoria do Sintraf convidaram a todos os presentes para se dirigirem ao pátio do Sest Senat, que fica em frente ao auditório, onde teve um coquetel comemorativo.

Ascom Sintraf