RedeGN - Estudo aponta a Bahia como 2º lugar em feminicídio

Estudo aponta a Bahia como 2º lugar em feminicídio

Um levantamento preliminar do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou que, entre 2009 e 2011, a Bahia teve uma taxa de 9,08 feminicídios (mortes de mulheres por conflito de gênero) a cada 100 mil mulheres. Conforme dados apresentados pela instituição na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (25), o estado baiano ocupa o 2º lugar no ranking nacional desse tipo de crime. 

A deputada estadual Graça Pimenta tem dois projetos referentes ao tema tramitando na Casa. “O primeiro é o nº 19.213/2011, que determina atendimento psicossocial para os autores de violência doméstica com o objetivo de proporcionar sua recuperação, quebrando o ciclo violento. Vale lembrar que a mulher agredida já é contemplada com políticas públicas. O outro é o 20.285/2013, que busca a entrega do dispositivo Botão do Pânico para as vítimas. Estou trabalhando para colocar essas proposições em votação no plenário”, frisa. 

O Ipea também constatou que a Lei Maria da Penha, que passou a vigorar em 2006, não promoveu impacto capaz de diminuir o número de mortes, pois as taxas continuaram estáveis antes e depois da vigência da referida Lei. O estudo tem como base osdados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. Conheça os dois projetos de Lei da deputada Graça Pimenta através dos links: www.gracapimenta.com.br/noticias.php?id=190#conteudo ewww.gracapimenta.com.br/noticias.php?id=1542#conteudo.