RedeGN - SE EU FOSSE PREFEITO: JUAZEIRENSES INVESTIRIAM NA RECUPERAÇÃO DE PRAÇAS, CONTROLE DE ANIMAIS, FIM DA TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS E RENOVAÇÃO COMPLETA DOS QUADROS DO SEDUR.

SE EU FOSSE PREFEITO: JUAZEIRENSES INVESTIRIAM NA RECUPERAÇÃO DE PRAÇAS, CONTROLE DE ANIMAIS, FIM DA TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS E RENOVAÇÃO COMPLETA DOS QUADROS DO SEDUR.

O barbeiro e proprietário do Salão Juazeiro que já se candidatou a vereador Erivaldo dos Anjos Santos, residente a Rua Bráulio Sampaio, bairro Santo Antonio, declarou ao blog que um dos primeiros investimentos que faria se um dia dirigisse a Prefeitura de Juazeiro seria na recuperação das praças da cidade. “Por conta da falta de zelo, estão todas acabadas e esta seria a nossa primeira investida, além das estradas que interligam os bairros da cidade. Logo depois atuaríamos no trânsito porque é um absurdo a gente ter quer rodar cinco ou quatro vezes para conseguir uma vaga nas poucas áreas de estacionamento no centro de Juazeiro”, justificou Erivaldo. Alegando que houve avanços consideráveis nos setores de saúde e educação, Erivaldo sugeriu que se investisse um pouco mais na recuperação das estradas na zona rural. “Estou indo a Pinhões rever minha filha de ônibus porque não vale a pena andar de carro nessas estradas”, concluiu.

O cadeirante Aloísio Silva Cardoso, morador do residencial São Francisco, se fosse prefeito de Juazeiro priorizaria atendimento ao pobre, às classes menos favorecidas, construindo mais unidades habitacionais e gerando empregos. “A primeira medida da minha gestão seria acabar os contratos com empresas na terceirização de serviços, gerando assim mais empregos para os juazeirenses a exemplo do setor de limpeza com o retorno do SLP – Serviço de Limpeza Pública.

Se chegasse a dirigir Juazeiro, a cidadã Antonia Teixeira da Silva, residente no bairro Cajueiro, n° 268, investiria em políticas públicas nos diversos segmentos. “Considero que houve avanços na educação, na saúde, inclusive, eu uso os serviços odontológicos do PSF, mas entendo que poderia haver ação mais eficaz na construção de moradias para as classes menos favorecidas, assistência psicológica para crianças vítimas de abusos, além de um controle em massa de animais que não é caro, mas não há uma atenção devida por parte dos organismos públicos”.

Valdete Souza de Jesus, moradora do Parque Residencial São Francisco, quadra L, seria extremamente radical se um dia assume a cadeira de prefeita de Juazeiro. “Eu demitiria todo mundo da infraestrutura, porque eles estão lá na secretaria e não tomam conta da cidade. O culpado não é nem o prefeito, os secretários e assessores deveriam deixar os gabinetes e saber as reais necessidades do povo. Promover a limpeza, a recuperação da pavimentação das ruas e avenidas, das praças e nada fazem. A educação até que melhorou, a minha neta estuda na escola pública, mas a saúde ainda tem que melhorar e a infraestrutura, trocar tudo”, concluiu Valdete.