RedeGN - Convênio de R$ 259 milhões vai beneficiar 26 municípios de Pernambuco

Convênio de R$ 259 milhões vai beneficiar 26 municípios de Pernambuco

Vinte e seis município de Pernambuco serão beneficiados com obras de abastecimento d’água, saneamento e infraestrutura urbana. Os investimentos somam R$ 259,3 milhões. Os contratos para a realização da obra foram assinados nesta sexta-feira (25), pelo governo do Estado, Eduardo Campos, e pelo superintende da Caixa Econômica Federal (CEF), Paulo Nery. A contrapartida do Governo Estado é de R$ 23 milhões.

As ações fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). De acordo com o Governo do Estado, a maior parte dos recursos será para obras da Compesa. A empresa receberá R$ 170 milhões para adequar e ampliar o sistema de abastecimento d’água, esgotamento sanitário e das redes coletora, além da perfuração de poços (ver detalhamento das ações no anexo). As obras beneficiarão os municípios de Camaragibe, Paulista, Itamaracá, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Recife (Região Metropolitana), Goiana e Arcoverde.

Já a Secretaria de Cidades receberá R$ 84 milhões. O valor será destinado à construção de 1.078 moradias, à realização de três obras de urbanização, além da elaboração de 26 projetos de infraestrutura urbana e um de gestão de resíduos sólidos. As obras serão realizadas no bairro de Peixinhos, em Olinda; Campo Grande, no Recife e no município de São Vicente Ferrer. Ainda segundo o governo estadual, no pacote de ações também está prevista a elaboração de projetos de urbanização em 26 municípios. Os estudos serão realizados nas áreas de topografia, planejamento urbano, arquitetura, terraplenagem, contenção de encostas, drenagem, pavimentação, esgotamento sanitário, plano de regularização fundiária, entre outros.

MUNICÍPIOS BENEFICIADOS – Abreu e Lima, Água Preta, Aliança, Barreiros, Bonito, Bezerros, Bom Conselho, Camaragibe, Catende, Escada, Garanhuns, Goiana, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Limoeiro, Nazaré da Mata, Olinda, Paulista, Palmares, Petrolina, Recife, Ribeirão, São Lourenço da Mata, Serra Talhada e Sirinhaém.

Jornal do Comércio Foto: Eduardo Braga/SEI