RedeGN - Médico faz denúncias graves contra administração de Sobradinho

Médico faz denúncias graves contra administração de Sobradinho

O ex-servidor municipal, Osvaldo Gomes da Costa, lotado na Secretaria de Saúde de Sobradinho, ocupando o cargo de médico, resolveu fazer carta aberta relatando possíveis problemas detectados no local. Ele tece criticas contra a secretária, Nadja Maria e à administração Genilson Silva (PT). Ele alega que a secretária não tem nenhum compromisso com o município, e que reside no município de Petrolina. “Durante a semana, ou seja, de segunda a sexta, comparece à sede aproximadamente entre 8h às 14h ou 15h. A coordenadora do pronto socorro municipal tem horários semelhantes, às vezes trabalha aos sábados, no horário supracitado”. 

Ele relata que durante os finais de semanas, não existe atendimento. Nos dias de sábados, domingos e feriados, a saúde fica acéfala no que concerne aos cargos de direção. Outro aspecto é que os plantões do Pronto Socorro eram feitos em cerca de 80% por médicos estrangeiros, atualmente, 100% dos médicos plantonistas são estrangeiros”, denuncia. O ex-servidor, alega ainda que durante o tempo em que trabalhou como plantonista do Pronto Socorro - novembro 2010 à 17 de setembro deste ano – nunca participou de reunião com o corpo clinico, ‘fato corriqueiro em serviços de saúde com finalidade de aperfeiçoar o trabalho prestado à comunidade”.

Ele fala da falta da constante de material: “Fatos inusitados vêem ocorrendo, a exemplo falta de impressos ( eceituários) medicamentos essenciais e alguns equipamentos encontram inoperantes. Acredito que esses fatos e outras demonstram desinteresse, irresponsabilidade e descompromisso com a população verdadeiramente desassistida. Outro fato estarrecedor, é de o pronto socorro não dispor de medicamentos para atendimento de pacientes portadores de doenças mentais, e a ambulância do SAMU, não dispor de medicamentos, e quando havia solicitação apresentavam-se diversos empecilhos para fornecimento (...) O SAMU que não dispõe de medico, mas na teoria funciona 24h por dia”. 

O 'cartão de visita' na única unidade hospitalar 

Ele relata que o prefeito Genilson Silva é conivente com os problemas existentes: “Todos os fatos foram levados ao conhecimento do prefeito. Em resposta, no dia 17/09, fui comunicado por terceiros que a secretaria da saúde estava me dispensando dos plantões dos domingos por meio de telefone. Eles não tiveram consideração a quem vem prestando serviços ao município nos três últimos mandatos”. O ex-servidor volta a fazer mais denúncias referente a casos de negligencias: No ultimo plantão de 18/09 - dia em que se comemorava a festa do vaqueiro - o município permaneceu por cerca de 12h sem médico plantonista. No período noturno assumiu o plantão outro médico estrangeiro que parece ser a preferência da secretaria Nadja”, concluiu. (Com informações do Jornal Ação Popular)