RedeGN - POLICIAIS MILITARES AGRIDEM UMA FAMÍLIA INTEIRA NA ZONA RURAL DE PILÃO ARCADO

POLICIAIS MILITARES AGRIDEM UMA FAMÍLIA INTEIRA NA ZONA RURAL DE PILÃO ARCADO

Nesta quarta-feira (04), Milson Batista da Silva esteve na 17ª Coordenadoria de Polícia do Interior e no CPRN – Comando de Policiamento Regional Norte para denunciar as agressões que membros da sua família sofreram no último sábado, dia 30, por parte de policiais militares lotados na cidade de Pilão Arcado.

Na denúncia, Milson alegou desconhecer as razões que levaram quatro PMs a invadir o Sítio Queimadas por volta da meia-noite, e sem qualquer resistência passaram a agredir física e moralmente, Domingos Batista da Silva, Adilça Marques da Silva e Marilene Batista da Silva, inclusive, promovendo o disparo de arma de fogo.

Milson Batista narrou também que Domingos Batista Filho e Gilmar Batista da Silva, filhos do Sr. Domingos Batista, que residem ao lado do Sítio, foram observar o que estava acontecendo e passaram a ser alvo também das agressões com chutes e socos. Posteriormente foram levados até o veículo conduzido pelos policiais, que prosseguiram a sessão de espancamento.

Antes de seguirem para o povoado Nova Holanda, os PMs ameaçaram a todos de morte e destruíram a motocicleta de um vizinho cortando os pneus e o banco com uma faca, além de quebrarem o farol e as lanternas com pedras.

Por último, Milson Batista informou que após a saída dos policiais a família verificou que a residência foi completamente destruída e que conseguiu identificar apenas dois dos quatro soldados agressores, são eles: SD J. Souza e SD Vinicius.

Pediram providências.