RedeGN - APAPETROLINA tem projetos aprovados para captar recursos via Lei de Incentivo ao Esporte

APAPETROLINA tem projetos aprovados para captar recursos via Lei de Incentivo ao Esporte

A Associação Petrolinense de Atletismo (APA) alcançou mais uma importante conquista fora das pistas. A equipe obteve a aprovação dos projetos Olímpico e Paraolímpico do Sertão e Escolinhas Esportivas de Atletismo Inclusivo, para poder captar recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE). Com isso, as empresas com base em lucro real poderão investir 1 % do que pagariam de Imposto de Renda (IR) nos projetos aprovados.

O projeto Olímpico e Paraolímpico do Sertão já havia sido aprovado em 2018 e está em execução. Com a nova aprovação, a proposta está apta para ter continuidade e poder captar recursos novamente. O projeto é voltado para a estruturação da equipe como aquisição de materiais esportivos, preparação dos atletas e paratletas de alto rendimento e despesas com viagens da delegação para competições regionais, nacionais e internacionais.

Já o segundo projeto, Escolinhas Esportivas de Atletismo Inclusivo, visa conseguir aporte financeiro para a implantação de um núcleo na cidade de Petrolina (PE) e em Jaguarari (BA). O objetivo é trabalhar a formação social de crianças e adolescentes por meio da prática esportiva.

As aprovações ocorreram na quarta-feira (11), durante reunião da Comissão Técnica que avalia os projetos submetidos a LIE. A comissão é ligada à Secretaria Especial de Esportes do Ministério da Cidadania. O diretor executivo da APA-Petrolina, Natanael Barros, comemorou o resultado.

"Estamos felizes pelas aprovações. Significa mais um importante passo da instituição na promoção e no desenvolvimento do atletismo e do paratletismo na cidade de Petrolina e na região do Vale do São Francisco. Somos a única entidade de toda região que tem projetos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte. Então estamos de braços abertos para receber as empresas que tenham o desejo de nos ajudar e de fazer parte desses projetos esportivos e de transformação social", destacou Natanael.

Ascom APA