RedeGN - Criança de 10 anos e mais dois ocupantes de um carro foram baleados pela Polícia. Veja vídeo

Criança de 10 anos e mais dois ocupantes de um carro foram baleados pela Polícia. Veja vídeo

Dois adultos e uma criança de 10 anos foram baleadas por agentes policiais, na última sexta-feira, em Hidrolândia no interior do Ceará. Na versão da polícia Militar houve uma denúncia de que um grupo que estava em um carro escuro teria feito disparos em um bairro da cidade e ao ser avistado não obedeceu ordem de parar, provocando a reação.

Na versão de parentes das vítimas, familiares teriam ido buscar a criança num campo de futebol, onde ela estava soltando bombinhas de São João e no retorno o veículo foi perseguido por uma viatura policial que já os alcançou atirando. No carro tinham 5 pessoas e três foram atingidas, incluindo o menino de 10 anos que teve uma bala alojada no pescoço.

Dois homens estavam no veículo, sendo que um deles recebeu um tiro no olho e o outro foi atingido na região da coluna e coxa. Duas mulheres, sendo uma grávida de gêmeos, não foram atingidas.

A criança e os dois homens foram socorridos para um hospital de Hidrolândia, sendo que a criança foi transferida para um Hospital de Fortaleza ainda com a vbala alojhada no pescoço.

Num vídeo feito na porta do hospital, um dos policiais envolvido na ação diz que os ocupantes do veículo estavam atirando na polícia e é rebatido pela irmã da criança: “Que atirando o que, senhor? Atirando sem arma? Chega atirando sem motivo nenhum, machucou a criança, machucou outro aqui”, retrucou.

Os PMs envolvidos foram afastados das ruas e as armas recolhidas para perícia.

O governador do Ceará, Camilo Santana, se pronunciou na manhã de hoje (11) por meio das redes sociais. "Sobre esse lamentável episódio ocorrido em Hidrolândia, com três pessoas baleadas numa ação policial, inclusive uma criança, informo que, de imediato, determinei ao secretário da Segurança e ao comandante da PM rigor absoluto na investigação, bem como à secretária de Proteção Social apoio às vítimas. Foi instaurado inquérito e os policiais afastados imediatamente das ruas. Lamento profundamente o ocorrido", disse.

veja o Vídeo:
 

Da redação redeGN/Vídeo Youtube canal O Povo Online