RedeGN - Jornalista Cristina Laura presta homenagem a José Afonso, "Minha Pedra"

Jornalista Cristina Laura presta homenagem a José Afonso, "Minha Pedra"

Minha homenagem a quem me falou: “Acredito que sou a reencarnação de Conselheiro” - José Afonso da Cunha Martins, ‘Minha Pedra’ ou para mim ‘Afonsinho’. Estamos numa época em que anunciar a partida de pessoas amigas virou um doloroso exercício quase que diário. Hoje, numa quinta-feira chuvosa de abril, me chega a informação que meu amigo Afonso ‘Conselheiro’ nos deixou.

Afonsinho, meu amigo velho, corpo magro, alto, de barba e cabelos brancos, com ou sem seu cajado, me chamava de ‘minha linda’, ‘minha menina linda’ quando nos encontrávamos. Sempre foi uma alegria de abraços, beijos e sorrisos.

Enquanto repórter do Jornal A Tarde, eu, Ivan Cruz (Jacaré) e Serginho acompanhávamos Afonsinho em sua participação nas romarias em Canudos, sertão baiano. Já esteve na capa do jornal com seu manto azul, seu cajado e sua fé. Em uma dessas reportagens datada de 20 de Outubro de 2017, ele me disse em entrevista: “Acredito que sou a reencarnação de Conselheiro”. Nessa época, já participava das romarias há 10 anos.

E foi essa pessoa de alma pura que nos deixou hoje. A morte traz a tristeza que costumo traduzir na frase de um amigo paraibano: “A presença da sua ausência me incomoda demais”. A ausência de Afonsinho, Minha Pedra, meu eterno ‘Conselheiro’ vai incomodar muito ainda. Que siga em paz, velho amigo. Que siga em sua romaria, agora em outros campos. Mas sua vida, sua alegria, sua simpatia e encanto estarão sempre aqui. 

Da velha amiga, sua ‘menina linda’, Cristina Laura

Cristina Laura-jornalista