RedeGN - Professora Socorro Bandeira questiona lisura e competência da Secretária em Processo Seletivo da Seduc. Prefeitura de Juazeiro reafirma transparência no processo

Professora Socorro Bandeira questiona lisura e competência da Secretária em Processo Seletivo da Seduc. Prefeitura de Juazeiro reafirma transparência no processo

A professora Socorro Bandeira encaminhou ao Blog e ao programa Geraldo José (Rádio Juazeiro) nesta segunda-feira, dia 12, correspondência em que questiona a lisura do Processo Seletivo realizado pela Secretaria Municipal da Educação.

“Diante de certos atos inaceitáveis adotados pela equipe responsável pela seleção do pleito, afirmo-lhes que ali, como diz o próprio povo ‘aconteceu de um tudo, menos lisura e equidade”.

Segundo Socorro Bandeira, na segunda lista publicada no Diário Oficial, após prazo recursal, houve alteração na colocação dos candidatos. Com 8,5 de pontuação na primeira divulgação ela alega que foi trocada pelo candidato que constava no final da primeira lista divulgada.

A educadora disse também que chegou a questionar suas indagações a Secretária de Educação Normeide Almeida, mas teve a impressão de um certo “embaraço” por parte da gestora, que chamou outras três pessoas responsáveis pela organização da seleção para justificarem os atos questionados. Socorro Bandeira disse que não foi convencida com as explicações da equipe que mudou o discurso afirmando que a vaga dela estaria assegurada.

Indignada, Socorro Bandeira questionou se Normeide Almeida teria respaldo para continuar à frente desta secretaria e finalizou sugerindo aos políticos ligados a gestão que avaliem a possibilidade de mudança no comando da secretaria.

“Por outro lado, Senhora Professora Normeide, digo-lhe, sinceramente, que não entenderei nunca sua atitude de permitir que esse engodo possa ter ocorrido diante dos seus olhos, sem que a senhora tenha percebido. Afinal, quem manda na Secretaria da Educação é ou não é a senhora?! Porque, para mim ficou bem claro, pelo que pude perceber, que ou a senhora é uma mera figurante ou concordou com este expediente ilegal, decepcionante e totalmente desprovido de lisura. Pergunto-lhe, também, se, diante desses lamentáveis episódios, a Senhora, de fato, ainda teria respaldo para continuar à frente da secretaria?”

Veja a íntegra da nota da professora Socorro Bandeira AQUI

Prefeitura de Juazeiro reafirma transparência e lisura no processo seletivo da Educação

A Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) de Juazeiro informa que o Processo Seletivo Simplificado para Agente de Portaria e Professor seguiu todas as etapas estabelecidas pelo Edital 02/2021, respeitando a lisura de cada processo, de acordo com o item 6 do Edital. Todas as etapas e suas repercussões foram amplamente divulgadas no site da Prefeitura de Juazeiro, imprensa local e redes sociais do governo municipal. 

A Seduc ressalta que o período para anexação dos documentos chegou a ser prorrogado para atender a grande demanda e oportunizar aos demais candidatos a revisão documental. A Comissão Organizadora e Avaliadora do Processo Seletivo identificou diversos erros na anexação dos documentos por alguns candidatos, como por exemplo,  documentação incompatível para a função, ausência do requisito mínimo, ou ainda, documentos incompletos para o  preenchimento do campo pretendido. A Seduc destaca ainda que, a pontuação máxima permitida pelo Edital no critério Experiência Profissional era de até 5 anos (totalizando 2,5 pontos) não afetando assim, profissionais com maior tempo de experiência.

Da redação