RedeGN - Caso Beatriz: Lúcia Mota informa que consulado americano disponibiliza peritos para ajudar na solução do homicídio ocorrido em 2015

Caso Beatriz: Lúcia Mota informa que consulado americano disponibiliza peritos para ajudar na solução do homicídio ocorrido em 2015

Neste domingo, dia 11, Lucinha Mota, mãe de Beatriz Angélica Mota criança de 07 anos que morta em dezembro de 2015 no interior da Escola Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, informou que peritos americanos se colocaram à disposição para ajudar a solucionar o caso que já tem cinco anos e quatro meses de ocorrido.

O Estado de Pernambuco foi notificado através do Consulado Americano para propor uma parceria em que peritos americanos, pudessem participar do inquérito do “caso Beatriz” para contribuir com a solução do crime.

São profissionais de altíssima resolutividade, possuem competência técnica e recursos tecnológicos à disposição que são extremamente fundamentais para reunir e validar provas suficientes para solução do crime.

“Em 09/2020 foi enviado para o Estado de Pernambuco e para mim (Lucinha Mota) o pedido, até a presente data 11/04/2021 o estado não respondeu. Há quem interessa que os culpados não sejam punidos?” questionou a mãe de Beatriz neste domingo (11) nas redes sociais.

“Esta foto registra a presença do caso Beatriz na Academia de Perícia Nacional US do Estado do Tennessee, através da National Forense Academy @freddy_ponce25 o que demonstra empenho e grande expectativa para vir oficialmente ao Brasil investigar o caso Beatriz. Estamos ansiosos pela presença de vocês” concluiu Lucinha.

Da redação