RedeGN - FAZENDAS DE CEBOLA TOMATE E SISAL EM CAMPO FORMOSO SÃO FLAGRADAS COM LIGAÇÔES CLANDESTINAS DE ENERGIA

FAZENDAS DE CEBOLA TOMATE E SISAL EM CAMPO FORMOSO SÃO FLAGRADAS COM LIGAÇÔES CLANDESTINAS DE ENERGIA

A Coelba realizou mais uma Operação Varredura de combate ao furto de energia, desta vez no município de Campo Formoso, no Centro Norte baiano. Na operação, com o apoio da Polícia Militar, os técnicos da distribuidora percorreram o povoado de Passagem Seca e realizaram inspeções em três plantações de cebola, tomate e sisal.  

O proprietário das fazendas, que fugiu do local, vinha desviando a energia da rede da Coelba há quase dois anos. Ele foi autuado. A energia recuperada na ação é suficiente para abastecer 3 mil residências durante um mês ou o município de Antônio Gonçalves durante um mês. 

O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada é paga por outros consumidores, através do repasse na tarifa de energia, conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

Em 2020, foram realizadas mais de 36 mil fiscalizações na região. Os técnicos encontraram 12 mil irregularidades, um total de 43,4 milhões de kWh recuperados. O volume é suficiente para abastecer 380 mil residências ou a cidade de Senhor do Bonfim durante seis meses. 

Como denunciar 

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Coelba mantém um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o telefone 116 ou o site www.coelba.com.br 

Ascom Coelba