RedeGN - Três mineiros são procurados em Bom Jesus da Lapa (BA) após embarcação virar no rio Carinhanha

Três mineiros são procurados em Bom Jesus da Lapa (BA) após embarcação virar no rio Carinhanha

Os corpos de três mineiros de Manga (MG) estão sendo procurados no estado da Bahia. Eles estavam em uma embarcação que virou, nesse domingo (3), no rio Carinhanha, distante cerca de 175 km de Bom Jesus da Lapa (BA).

Segundo a Marinha do Brasil, outras três pessoas estavam no barco, no entanto, elas conseguiram nadar até a margem do rio e sair da água.

A Agência Fluvial de Bom Jesus da Lapa deslocou uma equipe para o local e começou as buscas, desde às 5h desta segunda-feira (4), pelos desaparecidos: João Pedro da Silva, de 25 anos, a irmã dele, Danielly da Silva Santos, que não teve a idade divulgada, e Valdineia Lima dos Santos, de 28 anos.

O Corpo de Bombeiros de Bom Jesus da Lapa também atua na operação.

Valdineia chegou a usar sua página no Facebook para compartilhar, há oito dias, uma reportagem sobre o desaparecimento de um homem no Rio São Francisco durante viagem de barco entre Manga e Malhada.

Eduardo Batista Cruz mora na região de Bom Jesus da Lapa. Ele trabalha com areia, viu João Pedro se afogando e tentou salvá-lo, mas não conseguiu.

“Pouco após o acidente, eu dei uma volta na área de jet ski com minha mulher e me deparei com alguns pertences como bolsa, remo, boné e sandália. Achei estranho demais. Um conhecido meu que estava fora me gritou, falando que era para eu ver o que estava acontecendo atrás. O menino já estava morrendo. Fui correndo até ele, mas, infelizmente, não deu. Ele subiu uma, subiu duas, e na terceira não voltou. Nadei para tentar achá-lo, mas nada. Tentei fazer o possível”, diz o morador.

De acordo com a Marinha, as causas e responsabilidades pelo ocorrido serão apuradas em inquérito instaurado pelo órgão.

Testemunhas disseram que pode ter havido negligência do grupo quanto ao uso de equipamentos corretos para garantir a segurança em rios e mares.

A Polícia Militar da Bahia esteve no local e registrou um boletim de ocorrência. O tenente Leônidas Prates destaca que é comum a travessia de pessoas e veículos em embarcações clandestinas no trecho do rio Carinhanha.

“A Marinha do Brasil frequentemente apreende embarcações e conduz pessoas à delegacia por conta dessas práticas. O trabalho de fiscalização tem sido feito com frequência. Sempre que eles necessitam de reforços, a PM presta o apoio”, frisa ele.
 

G1 Bahia Foto Reprodução TV Bahia