RedeGN - IF Sertão-PE aprova projeto que beneficia micro e pequenas empresas de Petrolina

IF Sertão-PE aprova projeto que beneficia micro e pequenas empresas de Petrolina

O projeto "Petrolina na Economia Digital" foi aprovado pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) em edital da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) que seleciona projetos de apoio à transformação digital dos setores produtivos brasileiros no âmbito das micro, pequenas e médias empresas do Nordeste.

A iniciativa envolve, além do IF Sertão-PE, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina (CDL), o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina (Sindlojas) e o Sebrae/PE.

"Petrolina na Economia Digital" tem como objetivo incentivar o uso de recursos inovadores no âmbito das transações comerciais, ao promover a ampliação da capacidade digital das micro e pequenas empresas do comércio varejista local. Por possuir expertise e corpo técnico qualificado na área de Tecnologia da Informação, o IF Sertão-PE terá a responsabilidade de apresentar a plataforma digital e o seu uso através de aporte técnico e educação digital. 

De acordo com a pró-reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Luciana Cavalcanti, o projeto prevê a capacitação dos empresários e seus funcionários para a utilização da plataforma e-commerce. "O objetivo é inserir esses empreendimentos na era digital, modernizando-os e oportunizando maior visibilidade e melhoria de vendas, principalmente nesses tempos difíceis de pandemia", afirmou ela.

O projeto atuará no comércio varejista de vestuário e acessórios de Petrolina, com a construção de sites para a realização de e-commerce, o fornecimento de plataforma digital correspondendo à estrutura onde os sites ficarão hospedados e capacitação para transformação digital envolvendo gestão de negócio e tecnologia da informação. A fase piloto prevê atuação com 30 empresas, estendendo esse número para 150 empresas na fase de escala. As atividades serão iniciadas em janeiro de 2021 e terão a vigência de 36 meses.

Ascom If-sertão