RedeGN - Univasf: Projeto Escola Verde produz 1,4 mil máscaras de proteção destinadas à comunidade e às equipes de saúde da região

Univasf: Projeto Escola Verde produz 1,4 mil máscaras de proteção destinadas à comunidade e às equipes de saúde da região

Como parte das ações desenvolvidas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, o Projeto Escola Verde (PEV) da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está produzindo máscaras destinadas aos trabalhadores do Hospital Universitário da Univasf (HU-Univasf), com o apoio do Ministério da Educação (MEC).

Desde o início da pandemia, o projeto tem produzido e doado Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais de saúde da região de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) e, neste mês de novembro, foi selecionado pelo MEC para ser contemplado com a doação de materiais como tiaras e folhas de acetato para a confecção dos produtos. Com a doação, os integrantes da iniciativa já produziram 1,2 mil máscaras do tipo Face Shield, encaminhadas para o HU-Univasf e outras unidades de saúde locais.

Além das Face Shields, destinadas aos profissionais da saúde, o Projeto Escola Verde também está confeccionando máscaras de tecido a serem doadas para a comunidade, chegando a encerrar o último mês com o total de 200 máscaras produzidas. O aumento da produção, que teve início em março, foi possível com o apoio do Ministério da Educação, que contemplou atividades acadêmicas com destaque na promoção à saúde e combate ao avanço da Covid-19. Entre os materiais recebidos estão tecido tricoline branco, elástico, tiaras e folhas de acetato. Formada por estudantes da Univasf, da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e da Universidade de Pernambuco (UPE), a equipe do PEV realiza a produção em suas próprias residências, respeitando as medidas de biossegurança.

Segundo o coordenador Geral do projeto e professor do Colegiado de Ciências Sociais, Paulo Ramos, está é uma ação de extrema importância por colaborar com soluções para diferentes problemáticas do momento atual. Isso, porque, segundo ele, a atividade ajuda no combate à pandemia à medida em que produz EPIs e, ainda, auxilia socialmente a população, que por vezes não possui condições financeiras para adquirir máscaras de proteção.

Além da confecção das máscaras, os participantes do PEV têm realizado diversas ações em prol da superação da pandemia, como campanhas de arrecadação de alimentos e de garrafas para envasamento com álcool 70% pelo Laboratório Farmacotécnico Hospitalar da Univasf, no Campus Sede, em Petrolina (PE), a produção de cards informativos para as redes sociais, entre outras. O objetivo é, além de colaborar no enfrentamento da Covid-19, levar à comunidade uma resposta da universidade e envolver os estudantes e professores em ações para a sociedade.

Ascom Univasf