RedeGN - Rio São Francisco e Rio Parnaíba registram níveis históricos em seus reservatórios

Rio São Francisco e Rio Parnaíba registram níveis históricos em seus reservatórios

Em momento histórico, depois de 11 anos, os reservatórios do Nordeste, em especial os da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), voltam a atingir volume útil maiores que 90%.

No Rio São Francisco, Sobradinho e Itaparica encontram-se, respectivamente com 93,7% e 49,4%, enquanto Boa Esperança, no Rio Parnaíba, atingiu 100%.

O Reservatório de Itaparica, em Pernambuco, passa por um processo de transferência de água, recebendo volume de Sobradinho (BA), para equilibrar os níveis dos reservatórios do São Francisco. O objetivo é elevar o volume de Itaparica à aproximadamente 75% de sua capacidade. Desta forma, ao longo dos meses de maio e junho, a Chesf, juntamente com o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, realizará ações nesse sentido, com a expectativa de atingir o nível de armazenamento determinado, devendo permanecer nesta faixa durante os meses de junho a outubro.

No caso do reservatório de Boa Esperança, não há previsão de vertimento com abertura de comportas, visto que o período úmido da região está no fim e o reservatório está liberando vazão controlada tendo em vista a água que chega.

Tony Ulysses, superintendente de Operação, explicou que esse cenário – que inclui ainda, no Rio São Francisco, o reservatório de Três Marias, pertencente à Cemig (MG), com atuais 96,41% de volume - significa maior disponibilidade de água para a população ribeirinha ao longo dos rios, além de garantir a movimentação da produção de alimentos; garantir a produção de energia (gerando melhor rendimento das usinas); bem como proporcionar melhores condições para a navegação e oportunidades para o turismo e lazer.

Ascom Chesf Fotos Ney Vital