RedeGN - Sempre ligado.

Foram encontrados 814 registros para a palavra: trabalhador

Saque extraordinário do FGTS: Trabalhadores nascidos em maio recebem neste sábado (14)

A Caixa realiza neste sábado (14), o pagamento do saque extraordinário do FGTS para cerca de 3,8 milhões de trabalhadores nascidos em maio. Serão creditados aproximadamente R$ 2,7 bilhões nas Contas Poupança Social Digital, que podem ser movimentadas pelo aplicativo CAIXA Tem.

Todos os trabalhadores que possuem conta do FGTS com saldo disponível terão direito ao saque extraordinário do FGTS de até R$ 1 mil. O crédito do Saque Extraordinário será realizado de forma automática na conta do CAIXA Tem, em nome do trabalhador, conforme o calendário divulgado...

Artigo - Mundo do trabalho pós-pandemia: MP traz novas regras para empresas e trabalhadores

O "novo normal" ocasionado pela pandemia trouxe mudanças que vieram para ficar no mundo corporativo. Expressões como teletrabalho, home-office e trabalho remoto passaram a fazer parte da vida das pessoas no início da pandemia, quando as empresas tiveram que mandar seus trabalhadores para atuar de casa. E agora, com a entrada em vigor de uma Medida Provisória que trata sobre o teletrabalho, o que muda na relação entre empresa e funcionário?

De acordo com o advogado Antonio Munhoz da Rocha, do escritório Filla e Munhoz da Rocha Advogados Associados, o trabalho remoto era tratado de forma insuficiente e com pouca clareza pela CLT (Consolidação das Leis de Trabalho). ..

Saque Extraordinário do FGTS: trabalhadores nascidos em março recebem nesta quarta-feira (4)

A Caixa realiza nesta quarta-feira (4), o pagamento do Saque Extraordinário do FGTS para cerca de 3,5 milhões de trabalhadores nascidos em março. Foram creditados aproximadamente R$ 2,5 bilhões nas contas poupança social digital, que podem ser movimentadas pelo aplicativo CAIXA Tem. 

Todos os trabalhadores que possuem conta do FGTS com saldo disponível terão direito ao Saque Extraordinário do FGTS de até R$ 1 mil. O crédito do Saque Extraordinário será realizado de forma automática na conta do CAIXA Tem, em nome do trabalhador, conforme o calendário divulgado. Em todo o calendário de pagamento, serão liberados cerca de R$ 30 bilhões para aproximadamente 42 milhões de trabalhadores com direito ao saque...

Facape e Prefeitura de Petrolina se unem para regularizar salários; servidores 'celebraram' o Dia do Trabalhador sem pagamentos

A direção da Faculdade de Petrolina (Facape) informou nesta segunda-feira (2) que está trabalhando para sanar a situação financeira da instituição municipal de ensino superior, e que várias ações gerenciais, técnicas e jurídicas vêm sendo desenvolvidas. Ontem (1º), Dia do Trabalhador, alguns profissionais de instituição aproveitaram o encejo da data para protestar contra seus salários.

Em uma rede social, um professor publicou que os trabalhadores da Facape não têm nada a comemorar. "Faz exatamente três meses que estamos sem salário. Acredito que estão esperando que um de nós fique louco(a) e ou se mate, para tomarem alguma providência. Hoje é um dia triste. Não temos nada a comemorar. 89 dias sem salário na Facape", publicou o servidor em sua rede social. ..

APLB Sindicato em Juazeiro parabeniza os trabalhadores em educação pelo seu dia enfatizando a luta pela garantia de direitos e desejo de novas conquistas

O que seria comemorado no Dia do Trabalhador? Conquistas, vitórias, garantias de direitos assistidos por leis, profissionais satisfeitos com seu desempenho reconhecido.

Seria. Seria se as leis fossem cumpridas, se os trabalhadores em educação fossem respeitados por seus dias dispensados à educação de crianças, jovens e adultos. Infelizmente, o dia de festejar é também repartido com o dia de pesar...

Assaltantes invadem sede do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina 

Assaltantes invadiram a sede do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope) entre a noite de quinta-feira (28) e madrugada de sexta-feira, 29 de abril.

Os bandidos conseguiram ingressar pela frente do prédio, e arrombaram o portão de metal que dá acesso a sede do sindicato. O prédio está localizado na Rua Marechal Deodoro, centro da cidade. ..

Ação com agentes de endemias de Juazeiro alerta sobre saúde do trabalhador

Mais de 120 agentes de endemias da Prefeitura de Juazeiro passaram nesta quarta-feira (27) por um treinamento acerca de saúde do trabalhador com a equipe técnica do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). O objetivo é conscientizar os servidores sobre a saúde do trabalhador. O evento faz alusão ao Abril Verde, mês de conscientização sobre segurança e saúde no trabalho.

Elivalto Batista trabalha há 17 anos como agente de endemias no município e circula por diversos locais do município. Com a rotina de atividades, o servidor já montou estratégias para não desenvolver problemas relacionados ao trabalho. "A gente procura locais que possam ter o lazer, para repor as energias e que isso não se torne uma doença relacionada ao trabalho. Esse evento é muito gratificante, porque muitos de nós têm uma vida corrida e sedentária e isso acarreta muitas situações que prejudicam a nossa saúde", disse o servidor...

Programação da APLB Sindicato para abril e maio é de muita luta e mobilização dos trabalhadores em educação na busca pela garantia de direitos

A APLB Sindicato em Juazeiro começa a semana após a Páscoa anunciando uma agenda de mobilização para dar continuidade à luta dos trabalhadores em educação pela garantia de direitos assegurados em lei. Uma reunião foi realizada na semana passada com os advogados da entidade para discutir estratégias para o enfrentamento jurídico quanto à Lei que devastou os direitos dos trabalhadores em educação de Juazeiro. Em pauta a retirada de 20% da regência de classe e o reajuste pífio dado aos profissionais da educação de Juazeiro.  

"Continuamos mobilizados com nossa agenda de lutas. Nessa semana que passou participamos da Conferência Estadual de Educação em Salvador e tivemos a oportunidade de denunciar todos os desmandos que estão acontecendo na educação de Juazeiro, patrocinado pela gestão Suzana Ramos, inclusive divulgando o abaixo assinado que pede a exoneração da secretária de educação Normeide Almeida, que não atende aos interesses da educação e dos educadores", afirma o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro, Gilmar Nery.  ..

Trabalhadores rurais do MST fazem marcha de 100 km para pedir reforma agrária e fim da violência no campo, na Bahia

Cerca de 800 pessoas que fazem parte do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) iniciaram, na manhã desta segunda-feira (11), uma marcha de 100 km para reivindicar a reforma agrária e fim da violência no campo. A caminhada deverá durar oito dias.

Os trabalhadores, que são de várias cidades baianas, começaram a marcha em Feira de Santana e deverão chegar em Salvador na próxima segunda-feira (18). O grupo estava acampado na Vila Olímpica dos Amadores, na Avenida de Contorno, de onde partiu em direção à capital...

Trabalhador que não recebeu abono do PIS/Pasep pode entrar com recurso

O Ministério do Trabalho e Previdência começou a receber, esta semana, os pedidos de recursos administrativos de trabalhadores que não foram habilitados para receber o abono salarial do PIS/Pasep, ano-base 2020, mas entendem que têm direito ao benefício.

Os pagamentos do abono salarial começaram a ser feitos em fevereiro e os beneficiários podem sacar o dinheiro até o dia 29 de dezembro. Cerca de 23 milhões de trabalhadores foram habilitados para receber o recurso este ano.  ..

Produtores rurais do Vale do São Francisco já estão pagando os trabalhadores com a reposição da inflação em 10,16%

Os produtores da fruticultura irrigada do Vale do São Francisco, estão pagando a folha do mês de março dos trabalhadores rurais com a reposição da inflação em 10,16% sobre o piso salarial da categoria. A decisão, que elevou os salários para o valor de R$ 1.264,00, além do reajuste nos valores fixos dos tratoristas e irrigantes, foi anunciada pelos representantes dos sindicatos patronais durante reunião da 28ª Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da Fruticultura Irrigada do Vale do São Francisco, realizada virtualmente no último dia 25 de março.

Na ocasião, a Comissão Patronal enfatizou ainda que o valor retroativo referente a janeiro e fevereiro, uma vez que a data base é 1º de janeiro, será pago tão logo a CCT seja encerrada. De acordo com o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), Jailson Lira, a categoria está fazendo o que pode para chegar a um acordo possível com os trabalhadores...

Trabalhadores da Educação de Juazeiro decidem em assembleia por um retorno responsável para reorganizar a luta por seus direitos

Nesta segunda-feira (28), quatro dias após a aprovação do projeto do executivo que indignou trabalhadores em educação de Juazeiro por ver seu direito de ter o reajuste de 33,24% do piso nacional negado, uma nova assembleia foi realizada no auditório da APLB Sindicato. Após várias propostas lançadas, a categoria decidiu pelo retorno das aulas numa 'operação tartaruga' mantendo o estado de greve.  

"Depois de muita batalha travada com o município de Juazeiro nós nos reunimos em assembleia na APLB Sindicato depois dessa traição de uma parte da Câmara de Vereadores que preferiu votar a favor do município deixando os professores de lado. Discutimos o retorno das aulas numa 'operação tartaruga' e estado de greve, mas isso não significa dizer que nós deixamos a luta, continuamos nela e vamos agora buscar outras estratégias para tentar revogar todo esse rolo compressor que foi passado na educação de Juazeiro com esse engodo lançado", informou o diretor da APLB Sindicato em Juazeiro Gilmar Nery.  ..

Câmara de Vereadores aprova projeto do executivo em menos de um minuto sem nenhuma alteração e sem atender os trabalhadores em educação de Juazeiro, DIZ aplb

A votação foi em pouco mais de 30 segundos e foi nesse tempo que os vereadores de Juazeiro decidiram, na manhã desta quinta-feira (24), aprovar o projeto de lei enviado pela gestão Suzana Ramos indo de encontro aos anseios dos trabalhadores em educação. Uma triste cena que fez chorar os profissionais que lotaram a Casa Aprígio Duarte em mais uma tentativa de serem ouvidos e atendidos. O que viram foram seus direitos serem desconsiderados, suas conquistas eliminadas e o desrespeito para com a categoria vigorar sem pudor.  

A APLB Sindicato em Juazeiro, representando os trabalhadores em educação fez o que pôde para travar um diálogo e chegar a um consenso com a secretária de educação Normeide Almeida e a prefeita Suzana Ramos, mas viu ir por água abaixo qualquer tipo de acordo. O fortalecimento que nasceu da união dos professores garantiu uma luta bonita de se ver durante todo esse período. E não foi diferente nessa manhã de quinta. Com cartazes, faixas, carro de som, determinação e fé inabalável, os trabalhadores em educação se fizeram presentes à Câmara. Unidos em um círculo de oração, eles buscavam forças para acreditar que ainda poderiam sair vitoriosos.  ..

Trabalhadores em educação de Juazeiro pressionam vereadores em sessão que antecede votação pelo pagamento dos 33,24% do piso nacional do magistério

Insatisfação e revolta marcaram a participação dos trabalhadores em educação de Juazeiro que lotaram a Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira (22) para protestar contra o exposto em projeto de lei enviado pelo executivo aonde o reajuste para a categoria chega ao número de 26%, mas com muitas ressalvas como observado pelo corpo jurídico da APLB Sindicato que, além de estar aquém dos 33,24% do piso nacional do magistério garantido por lei em todos o país, ainda retira da categoria diversos benefícios conquistados ao longo dos anos.  

Na última sessão que teve presença dos professores, 14 dos 21 vereadores da Casa Aprígio Duarte deram a palavra de apoio total aos servidores da educação e se comprometeram a não deixar passar o projeto sem que houvesse discussão com a APLB ou que o valor fosse inferior à porcentagem integral e linear para a categoria.  ..

Em greve, trabalhadores em educação de Juazeiro se reúnem para novas deliberações e fortalecer o movimento pelo direito ao reajuste de 33,24%

Após definição pela greve geral por tempo indeterminado, os trabalhadores em educação de Juazeiro se reuniram no auditório da APLB Sindicato nesta segunda-feira (21) para novas deliberações em mais um dia luta que começou com todos de pé cantando o Hino Nacional.

E essa luta dos profissionais nada mais é que o direito de receber de forma integral e linear o reajuste de 33,24% do piso nacional do magistério, até agora recusado pela gestão Suzana Ramos que ofereceu apenas 11% causando insatisfação geral na categoria...

APLB Sindicato em Juazeiro participa de manifestação dos trabalhadores em educação de Abaré pela luta do piso nacional do magistério

Após grande manifestação realizada em Juazeiro a APLB Sindicato participou nesta terça-feira (15) de um ato semelhante na cidade de Abaré onde os trabalhadores em educação estão enfrentando a mesma resistência por parte do governo municipal em pagar integralmente os 33,24% referentes ao piso nacional do magistério.  

Com paralisação das atividades os profissionais da educação de Abaré com apoio da APLB Sindicato em Juazeiro realizaram uma caminhada pelas ruas da cidade com paradas em pontos estratégicos cobrando a garantia dos direitos dos trabalhadores para que seja pago o piso de forma correta.  ..

Grande manifestação marca luta dos trabalhadores em educação de Juazeiro pelo direito garantido de receber o reajuste integral do piso nacional do magistério

Foi com grande participação dos trabalhadores em educação que a APLB Sindicato em Juazeiro realizou nesta segunda-feira (14) mais uma caminhada em busca de negociação que garanta o pagamento integral dos 33,24% do piso nacional do magistério, até o momento negado pela gestão da prefeita Suzana Ramos.  

Com faixas, cartazes, carro de som e fortalecimento cada vez maior da categoria, os profissionais em educação percorreram as ruas e avenidas da cidade em direção ao Paço Municipal na tentativa de serem recebidos pela prefeita para fechar o acordo que garante o piso. A manifestação dos professores se uniu à dos pais de alunos da rede pública municipal que protesta contra a volta do ensino remoto. As aulas presenciais estavam previstas para voltarem nesta segunda, mas foram adiadas por falta de merenda escolar e reformas de escolas ainda em andamento. ..

Paralisação dos trabalhadores em educação de Juazeiro prossegue. Nova caminhada será realizada na segunda-feira (14)  

Após assembleia realizada nesta sexta-feira (11) no auditório da APLB Sindicato em Juazeiro, os trabalhadores em educação do município resolveram que a paralisação das atividades deve continuar por mais 72h e uma grande caminhada está programada para a próxima segunda-feira (14) com concentração na sede da APLB a partir das 8h.  

"Esperamos a adesão total dos trabalhadores em educação que estão participando de todas as assembleias e fortalecendo cada vez mais o movimento. Nossa caminhada na segunda-feira terá a participação de outras associações representativas e sindicatos a exemplo da Associação dos Aposentados do Município de Juazeiro (APMJ), Associação dos Trabalhadores de Educação, Pensionistas, Aposentados e Ativos de Juazeiro (ATEPAAJ) e o Sindicato dos Servidores do Município de Juazeiro (SINSERP), que estarão juntos conosco em direção ao Paço Municipal onde nos uniremos ao protesto dos pais de alunos e comunidade que estarão realizando um movimento contra a decisão da SEDUC em adiar o retorno das aulas presenciais, e voltando ao sistema de aulas remotas", explica Gilmar Nery, diretor da APLB Sindicato em Juazeiro.  ..

Trabalhadores em educação de Juazeiro lotam Câmara Municipal em busca de apoio para reajuste integral dos 33,24% do piso nacional do magistério

Lotando a plenária da Câmara de Vereadores, os trabalhadores em educação de Juazeiro se uniram em busca de apoio para que os representantes do povo ajudem a intermediar as negociações com a prefeitura através da Secretaria de Educação.

Sem nenhuma resposta mesmo depois de toda movimentação feita com manifestação nesta terça-feira (7), a categoria não foi recebida pela gestão municipal para sentar com o sindicato e chegar a um acordo quanto ao pagamento integral do piso nacional do magistério. ..

Trabalhadores em educação de Juazeiro definem mais 72h de paralisação após movimento sem que fossem recebidos pela prefeitura

Após caminhada pelas ruas e avenidas da cidade em direção ao Paço Municipal, os trabalhadores em educação de Juazeiro decidiram prorrogar por mais 72h a paralisação que já vem se estendendo devido à ausência de sinalização por parte da gestão Suzana Ramos em agendar uma reunião e receber a APLB Sindicato para conversar e chegar a um acordo.  

Mais de duas horas depois de estarem reunidos em frente ao Paço, os trabalhadores em educação viram que não haveria nenhum contato com a gestão. A partir daí foi definida a prorrogação de paralisar as atividades por mais tempo nesta terça-feira (08), quando todos estarão na Câmara de Vereadores para pressionar os representantes do povo a apoiarem a causa da categoria pelo pagamento integral dos 33,24% de reajuste nacional do piso do magistério.  ..