Foram encontrados 7 registros para a palavra: pessoas negras

Petrolina: Em cumprimento ao que determina o Estatuto da Igualdade Racial vereador Gilmar Santos reivindica a garantia da efetivação da norma no edital de concurso da AMMPLA

A Lei Nº 3.330/2020, que institui o Estatuto de Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa em Petrolina-PE, acaba de completar três anos. Vitória do Mandato do Professor Gilmar-PT e do movimento negro, a lei ainda hoje é descumprida no município, o que levou o vereador Gilmar Santos a reivindicar a garantia da efetivação da norma no edital de concurso da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) para agentes de trânsito. 

No edital, são ofertadas 15 vagas imediatas, com apenas 5% de cotas para pessoas negras. Entretanto, o Estatuto de Igualdade Racial garante a reserva de 30% das vagas para a população autodeclarada negra em concursos municipais. Em contato com a AMMPLA, o vereador Professor Gilmar, autor do Estatuto, solicitou alteração do edital para garantir o cumprimento da Lei...

UNEB é contemplada com quatro bolsas de estudo e permanência para pessoas negras

A UNEB foi contemplada com quatro bolsas do edital de chamamento público para ações afirmativas de concessão de bolsas de estudo e permanência para cursos de graduação e programas de pós-graduação em instituições de ensino públicas e privadas, da empresa de comércio varejista do grupo Carrefour.

Foram selecionados quatro cursos da UNEB, sendo eles: os programas de pós-graduação em Educação e Diversidade (MPED) dos Campi de Jacobina e Conceição do Coité, e de Ensino, Linguagem e Sociedade (PPGELS) do Campus de Caetité, além dos cursos de graduação de Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas e de bacharelado em Direito, ambos do Campus de Salvador...

Lei de Cotas auxilia ingresso no mercado de trabalho, mostra pesquisa

Uma pesquisa sobre os impactos da Lei de Cotas no Brasil mostra que o acesso ao ensino superior permitiu o acesso dos beneficiários das cotas a trabalhos menos precarizados e a melhora financeira de suas famílias, com 73% dos cotistas entrevistados empregados ao saírem da faculdade e 80% trabalhando em regime CLT.

O relatório, realizado pela consultoria estratégica de comportamentos Box1824 e a plataforma de inclusão Empodera, entrevistou 632 pessoas, entre cotistas (aquelas que se beneficiaram das cotas universitárias) e elegíveis (as que seriam elegíveis mas não fizeram uso da política afirmativa)...

Pessoas negras sofrem mais abordagem policial em relação às brancas

No Brasil, os suspeitos têm cor. E os resultados da pesquisa Por que eu? deixam bem evidenciado como isso se dá na prática do policiamento ostensivo. De acordo com o estudo, ser negro no Rio de Janeiro ou em São Paulo significa ter um risco 4,5 vezes maior de sofrer uma abordagem policial, em comparação com uma pessoa branca. Enquanto 20% dos primeiros passaram por essa experiência por pelo menos 10 vezes, os brancos nessa condição são pouco mais de 8%.

A pesquisa foi aplicada em todo o território nacional, e optou-se por concentrar os resultados do Rio de Janeiro e de São Paulo pela maior representatividade matemática. Mas, segundo Elena, as respostas indicam que essa realidade se repete pelo resto do país. A coluna separou alguns fortes indícios de que as abordagens se dão de uma forma diferenciada...

'Jogado à margem da sociedade', diz historiador sobre a condição de pessoas negras após abolição da escravatura

"Jogado à margem da sociedade". É assim que o mestre em história, Vinícius Bonifácio, relata a condição de pessoas negras no Brasil, após a assinatura da Lei Áurea e abolição da escravatura, no dia 13 de maio de 1888.

Nesta quinta-feira (13), dia que marca o 133º aniversário da abolição, Vinícius Bonifácio falou sobre a forma como as pessoas negras foram "inseridas" na sociedade, após deixarem de ser escravas. Ele conta que os africanos no Brasil se questionaram muito sobre o que fariam a partir daquele momento...

Black Money: movimento favorece negócios de pessoas negras

Conectar pessoas negras de diversas profissões para fortalecer o empreendedorismo e a circulação de recursos financeiros entre a comunidade negra, assim pode ser parcialmente resumido o movimento Black Money, que coloca em rede não apenas produtos e serviços de pessoas negras, mas também estimula a valorização da negritude e o pertencimento social.

Segundo Nina Silva, uma das fundadoras do Black Money, entre os fundamentos do movimento estão o de favorecer os negócios de pessoas negras, segundo a premissa "se não me vejo, não compro” e também fazer com que o consumidor negro tenha as suas necessidades satisfeitas por empreendedores negros...

Uneb revela que aluna agredida recebeu murro no rosto e alvo seriam as pessoas negras do grupo

A Direção do Departamento do Departamento de Ciências Sociais e Tecnologia da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, publicou uma nova nota e clamou o público a denunciar a abordagem violenta sofrida por uma aluna do curso de Direito da Universidade realizada pela Polícia Militar, no circuito do Carnaval, durante a madrugada do último domingo (28).

Segundo depoimento da aluna, ela recebeu um murro no rosto e no estômago, usaram força brutal e ela desmaiou na avenida. Tudo isso porque questionou a forma violenta da abordagem sofrida por um grupo de amigos. Ainda enfatizou que os alvos foram as pessoas negras do grupo. Uma mulher jovem, estudante brutalmente agredida pelas forças do Estado...