Foram encontrados 24 registros para a palavra: animais silvestres

Trinta e seis animais silvestres, incluindo um ameaçado de extinção, são soltos em reserva na Bahia

Trinta e seis animais silvestres – incluindo um ouriço-preto, conhecido pelo nome científico de Chaetomys subspinosus e que tem status de ameaça de extinção vulnerável, segundo a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) – ganharam a liberdade nesta sexta-feira, 17, quando foram reintegrados à natureza na reserva ambiental Projeto Cachoeira, que pertence à Bracell, no município de Entre Rios (BA).

Os animais foram encaminhados pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Salvador, órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente da Bahia...

Livro conscientiza crianças e jovens sobre combate à extinção de animais silvestres no lançamento "Maria Flor, a Última Ararinha-Azul"

Maria Flor é a última arara-azul do mundo. Ela é órfã, porque seus pais e irmãos foram capturados por traficantes de animais silvestres. Apesar do passado trágico e da solidão, sonha com o dia que encontrará outros de sua espécie. Por isso, escreve cartas e as envia para todos os lugares com a vontade de, um dia, conhecer alguém para amar e ter filhos.  

A personagem de Maria Flor, a Última Ararinha-Azul, obra do autor Xico Farias, vive em Assaré do Alto, no sertão brasileiro. Na vizinhança pacata, os problemas que afetam a população foram normalizados pela comunidade: as mulheres cuidam sozinhas de seus filhos enquanto os maridos ganham sustento nas grandes capitais do Sudeste; de longe, os homens relatam a xenofobia dos sudestinos; a seca também sempre é um perigo iminente. ..

Em 9 meses, PRF resgata quase 6.500 animais silvestres durante fiscalizações nas rodovias federais da Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia segue combatendo os crimes ambientais. Em 2022 a PRF BA desencadeou várias operações que teve como objetivo o combate ao tráfico de animais silvestres, coibindo a criação e o tráfico com ações pontuais em todas as regiões do estado.

A quantidade de animais silvestres/exóticos resgatados durante as fiscalizações nas rodovias federais que cortam o estado nos primeiros nove meses, soma 6.471 animais exóticos. Esse volume já é superior em 74 % ao total apreendido em todo ano de 2021, quando foram resgatados 3.709 animais...

Quase 6,5 mil animais silvestres e exóticos foram recuperados neste ano nas rodovias federais baianas

Em 2022, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia desencadeou várias operações que teve como objetivo o combate ao tráfico de animais silvestres, coibindo a criação e o tráfico com ações pontuais em todas as regiões do estado. A quantidade de animais silvestres/exóticos resgatados durante as fiscalizações nas rodovias federais que cortam o estado nos primeiros nove meses, soma 6.471 animais exóticos.

Esse volume já é superior em 74 % ao total apreendido em todo ano de 2021, quando foram resgatados 3.709 animais. Segundo a PRF, as ações relacionadas ao tráfico de animais silvestres se dão tanto pelo fato da Bahia apresentar uma grande diversidade da fauna brasileira como pelo fato do estado ser a principal rota entre a região Sudeste e os demais estados do Nordeste...

Aves silvestres e filhotes de jabuti são resgatados pela PRF em Senhor do Bonfim

No combate a crimes contra o meio ambiente, policiais rodoviários federais resgataram 35 pássaros silvestres na BR 407, trecho do município baiano de Senhor do Bonfim. Além disso, 12 filhotes de jabuti foram resgatados e 3 tatu pebas, já mortos, foram encontrados no compartimento de carga do caminhão.

Por volta das 10h, nas imediações do Km 117, os agentes federais deram ordem de parada ao condutor do veículo e constataram a situação. Os pássaros resgatados são das espécies conhecidas popularmente por estevão, cardeais , coleiro e tico- tico e papa-capim. Os animais estavam aglomerados em poucas gaiolas, demonstrando total falta de cuidados. ..

Pesquisa mostra urgência no controle da tuberculose bovina entre animais silvestres

O Brasil não possui uma legislação específica para o controle da tuberculose bovina em animais silvestres. No entanto, esses animais são suscetíveis à enfermidade, podendo se transformar em potenciais reservatórios de manutenção da doença, além de ser uma ameaça para espécies silvestres em extinção.

Uma pesquisa do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP e mais três instituições possibilitou compreender a extensão do surto de tuberculose bovina nos animais silvestres do parque temático Pampas Safari, que funcionou no município de Gravataí, no Rio Grande do Sul (RS), até 2017. Os resultados servem de alerta para a necessidade de um programa de controle da doença entre esses animais, seja na natureza, em zoológicos ou parques...

PRF flagra crime ambiental e resgata pássaros silvestres em ônibus de turismo que tinha Itiúba-BA como destino final

Policiais rodoviários federais resgataram cinco pássaros silvestres, no KM-830 da BR 116, trecho do município de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia. A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (28) e um homem, de 24 anos, foi preso.

A equipe da PRF, em fiscalização de enfrentamento a criminalidade, ao abordar um ônibus de turismo, encontrou as aves silvestres aprisionadas em gaiolas, em compartimento escuro e sem ventilação. Dois deles já estavam mortos. Os pássaros resgatados são da espécie conhecida popularmente por trinca-ferro...

PRF prende traficante internacional russo de animais silvestres

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na madrugada de hoje (18) um biólogo russo que fazia tráfico internacional de animais para fins científicos (biopirataria). A prisão ocorreu na BR-116, altura do município de Seropédica, no estado do Rio de Janeiro. A BR-116 tem início no município de Fortaleza (CE) e termina em Jaguarão (RS), na fronteira com o Uruguai.

O traficante internacional foi preso com cerca de 200 animais vivos, sendo 50 aracnídeos de espécies variadas, 80 besouros, 25 sapos e 20 lagartos. Os animais estavam na bagagem de mão do traficante...

Policiais da 75 CIPM apreendem drogas e animais silvestres no bairro Sol Nascente em Juazeiro (BA)

Na última segunda-feira, dia 17, ao ser acionado para cumprir ocorrência de denúncia de tráfico de drogas o PETO 75 se deslocou até o bairro Sol Nascente onde constatou que o acusado realmente estava traficando.

Após encontrar relativa quantidade de maconha escondida numa caixa de sapato com o acusado foram apreendidas várias gaiolas com pássaros silvestres...

Reportagem especial: Jornal The Guardian questiona parcerias responsáveis pela reintrodução da Ararinha Azul no sertão de Curaçá, Bahia

Durante seis meses os jornalistas Lisa Cox, em Melbourne, na Austrália, e Philip Oltermann, em Berlim, na Alemanha, estiveram envolvidos em uma reportagem investigativa para o jornal britânico The Guardian, um dos mais respeitados do mundo.

A redação da redeGN teve acesso ao Jornal Inglês. O texto/reportagem é assinado e faz uma denúncia que envolve o Brasil: a Association for the Conservation of Threatened Parrots, uma das responsáveis pela repatriação de 50 ararinhas-azuis que serão trazidas ao Brasil e reintroduzidas em Curaçá Bahia, evento previsto para esta terça, 3. ..

PRF realiza operação em Jacobina, Campo Formoso e Jaguarari para proibir caça e criação de animais silvestres

Onze pessoas foram presas e quase 300 animais silvestres foram apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA) em 10 cidades do centro-norte baiano. Um carro roubado também foi apreendido. A ação integra a 44ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). Iniciada na segunda-feira (6), a operação vai até esta sexta-feira (10).

O primeiro registro ocorreu em Jacobina, no Piemonte da Diamantina. Em uma residência, os PRFs encontraram 35 aves silvestres, partes de um animal abatido e mais de R$ 5 mil em dinheiro. O dono da casa chegou a fugir, mas se apresentou na delegacia local na terça-feira (7). O homem já tinha passagem pela polícia por caça e criação de animais silvestres sem permissão do Ibama, posse ilegal de armas e munição, entre outros crimes ambientais. Ainda em Jacobina, um homem foi preso por receptação de carro roubado...

INEMA E COPPA RESGATAM CERCA DE 700 ANIMAIS SILVESTRES MANTIDOS EM CATIVEIRO E EM ATIVIDADE DE CAÇA PREDATÓRIA

Durante o período de 04 a 13 de abril, o INEMA juntamente com a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental – COPPA, realizou nos municípios de Jaguarari, Senhor do Bonfim, Pindobaçu, Queimadas, Capim Grosso, Itiúba, Cansanção, Monte Santo, Uauá, Curaçá e Juazeiro, a operação de fiscalização planejada denominada “FAUNA LIVRE – SERTÃO I” com o intuito de coibir atividades de caça predatória e a criação, em cativeiro, de animais da fauna silvestre, principalmente quando se tem a finalidade de comércio e o tráfico de aves.

A operação contou com o apoio logístico: da Polícia Rodoviária Estadual (base Cansanção) que serviu no transporte dos animais e do Parque Estadual de Sete Passagem em Miguel Calmon e do CEMAFAUNA em Petrolina, que acolheram, realizaram triagem e soltura dos animais a eles conduzidos...

Ação apreende animais silvestres em cativeiro ilegal no Sertão e Ibama aumenta fiscalização

Foram apreendidos pela Equipe Flora do programa Fiscalização Preventiva Integrada (FPI-PE), quinta-feira (09), 23 animais silvestres no município de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco. Entre eles, um tucano-de-papo-branco e um jacu, considerados vulneráveis pela lista vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais.

A apreensão aconteceu após ação que constatou desmatamento de 113 hectares em uma fazenda de Tuparetama, também no Sertão. A equipe do FPI foi até São José do Egito para entregar o auto de infração ao responsável pelo desmatamento e, ao chegar na sua outra propriedade, encontraram os animais silvestres. Além do tucano e do jacu, foram apreendidos seis arribaçãs, dois galos de campina, dois jabutis, duas araras macao, duas siriemas, dois tatus pebas, um carcará, um macaco prego, uma asa branca, um juriti e uma arara-canindé...

Equipe de resgate de fauna realiza soltura de animais silvestres no Complexo Eólico Umburanas

Cerca de 10 animais, entre aves e répteis, voltaram à vida livre, no Complexo Eólico Umburanas. O trabalho de soltura foi realizado pela equipe de resgate de fauna, formada por biólogos e veterinário, que trabalham acompanhando os serviços de supressão vegetal a fim de mitigar os impactos sobre a fauna silvestre, em decorrência da implantação do empreendimento.

Na área a ser suprimida, a movimentação de máquinas e operários funciona como primeiro fator de afugentamento de espécies, em especial os mamíferos de médio e grande porte, além de várias aves. Contudo, alguns animais, com características comportamentais distintas e dificuldade de deslocamento, precisam de atenção especial das equipes de resgate, que fazem todo o acompanhamento até a soltura...

Cemafauna realiza 2ª sessão do First Friday sobre Febre maculosa em animais silvestres

Na última sexta-feira, 02, o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) realizou a segunda sessão do projeto científico-cultural ‘First Friday’ para um público composto de docentes, discentes e profissionais das áreas de Ciências Biológicas, Zootecnia e Medicina Veterinária. Com o tema ‘Participação de Animais Selvagens na Febre Maculosa Brasileira’, a conferência foi ministrada pelo professor permanente dos Cursos de Pós-graduação em Ciência Animal; e em Ciências Veterinárias no Semiárido (Univasf) e Professor colaborador do Curso de Pós-graduação em Ciência Animal Tropical (UFRPE), Maurício Claudio Horta.

O professor Horta comentou sobre a importância de encontros como esses que, segundo ele, são fundamentais para trazer o conhecimento com relação a algumas doenças ainda hoje negligenciadas no Brasil. “A febre maculosa é uma delas, bem conhecida em áreas endêmicas, mas em áreas onde ela ocorre com uma frequência menor como a região Nordeste onde há registros de poucos casos registrados, pouco se conhece.” Ele ainda falou que considera muito importante trazer a comunidade acadêmica, docentes, discentes e profissionais para poder “discutir e conhecer a epidemiologia dessa doença e inclusive para poder prevenir novos casos que venham a acontecer em determinadas áreas”, afirmou...

2ª sessão do 'First Friday' abordará a participação de animais silvestres na febre maculosa

O Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga), situado no Campus de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em seu projeto científico-cultural 'First Friday', convida a comunidade local e acadêmica para sua segunda sessão de 2018 às 16h no dia 02 de março, no auditório do Museu de Fauna da Caatinga. O tema proposto é "Participação de Animais Selvagens na Febre Maculosa Brasileira" a ser ministrado pelo professor permanente dos Cursos de Pós-graduação em Ciência Animal; e em Ciências Veterinárias no Semiárido (Univasf) e Professor colaborador do Curso de Pós-graduação em Ciência Animal Tropical (UFRPE),  Maurício Claudio Horta.

A Febre Maculosa é conhecida no Brasil e no mundo há mais de um século. Trata-se de uma enfermidade causada pela bactéria Rickettsia spp. e transmitida aos seres humanos por carrapatos, pulgas, piolhos e ácaros vetores. Ocorre em todas as regiões do Brasil e em algumas regiões apresenta altos índices de letalidade. No estado de São Paulo,por exemplo, entre os anos 1998 e 2013, foram notificados 521 casos da doença e em 2016 foram confirmadas três mortes por febre maculosa até setembro. A participação de alguns animais selvagens como capivaras e gambás assume grande importância na manutenção do agente na natureza...

Incêndio atinge mais de 100 km de vegetação em Pilão Arcado e animais silvestres morrem

O incêndio na vegetação da zona rural cidade de Pilão Arcado, no norte da Bahia, há mais de duas semanas, já atingiu mais de 100 km. O fogo avança rápido, à medida que o vento muda de direção e a todo momento novos focos surgem no meio da vegetação seca. Animais silvestres foram encontrados mortos após o incêndio e árvores nativas como o angico e a umburana viraram cinzas.

A cidade de Pilão Arcado não tem brigada de incêndio e, só na terça-feira (17), uma equipe dos bombeiros militares de Juazeiro, que fica a 280 km do município, foi deslocada até o local. Segundo os bombeiros, o combate tem surtido efeito e os focos têm diminuído. Na localidade de Mandarino, por exemplo, todos os focos foram apagados. Os bombeiros informaram que os focos mais insistentes são pequenos, distantes de nascentes, e, no momento, não oferecem perigo de atingir casas...

INCÊNDIO EM PILÃO ARCADO CONTINUA DESTRUINDO A CAATINGA E MATANDO ANIMAIS SILVESTRES

A leitora Karine entrou em contato com o Blog solicitando ajuda no sentido de mobilizar o Governo do Estado, a Casa Civil, Defesa Civil e Governadoria para uma ação efetiva contra o incêndio em Pilão Arcado no território Sertão do São Francisco: “A Caatinga, os animais, as famílias e toda a biodiversidade pedem SOCORRO!” expressou na mensagem a este veículo de comunicação.

Já se passaram mais de doze dias de incêndio na caatinga na zona oeste do município de Pilão Arcado, entre os povoados de Mandarino, Brejo da Serra, Jurema dos Devesas e Zé Lopes...

Cemafauna Caatinga ajudando na conservação dos animais silvestres no semiárido nordestino desde 2008

Na semana do Dia Nacional de Defesa da Fauna comemorado dia 22, o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) com sede no Campus de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) em Petrolina, interior de Pernambuco, não para e cotidianamente presta serviços para a sociedade, em especial, no que diz respeito a conservação ambiental. De 2008 até julho desse ano, cerca de 133 mil animais foram resgatados, desse total, 87% deles foram reintroduzidos na natureza depois de passar por todo o processo de triagem, cuidados médicos, alimentação e reabilitação para a vida selvagem.

Veados, tatus, tamanduás, macacos, cachorros-do-mato, gatos-do-mato, guaxinins, papagaios, maracanãs, jiboias, e muitos outros já foram devolvidos ao seus habitats naturais. Alguns exemplares de algumas espécies são mantidos em coleções científicas de cada um dos cinco grupos de fauna - mamíferos, peixes, répteis, aves e insetos – para estudo. Com um acervo estimado em mais de 130 mil exemplares as Coleções Científicas são visitadas por pesquisadores, professores e estudantes das mais variadas regiões do país, a exemplo da entomóloga Aline Andrade que atua como pesquisadora nas áreas de Ecologia comportamental, química e genética de abelhas Euglossini e para seu Pós-doutorado em andamento em Genética e Evolução pela Universidade Federal de São Carlos, utiliza o acervo da coleção de entomologia do laboratório do Centro...

Operação conjunta entre PRF e IBAMA resgata quase 900 animais silvestres na região de Euclides da Cunha

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) realizou, durante os dias 21 a 29 de abril, a Operação Azul Cobalto. Esta Operação teve como principais objetivos coibir a criação ilegal e o tráfico de animais silvestres, promover ações de educação ambiental durante as fiscalizações, resgatar animais silvestres que estejam em condições de maus-tratos, apreender utensílios e apetrechos utilizados na criação ilegal, na caça predatória e no tráfico de animais silvestre na região norte da Bahia, em Euclides da Cunha e cidades vizinhas.

Estudos mostram que o tráfico de animais silvestres é hoje a terceira maior atividade ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e de armas.O comércio ilegal de animais silvestres está associado a problemas culturais, de educação, pobreza, falta de opções econômicas, pelo desejo de lucro fácil e rápido, e por status ou satisfação pessoal de manter animais silvestres como se fossem de estimação...