Foram encontrados 85 registros para a palavra: acessibilidade

Carnaval de Juazeiro 2024: Inscrição para o Camarote da Acessibilidade encerra nesta terça-feira (23)

Encerra nesta terça-feira (23) a inscrição para os interessados em se inscrever para o Camarote de Acessibilidade do Carnaval de Todos, da Prefeitura de Juazeiro.

Para se inscrever, a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida deve se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes), no horário das 8 às 14h, portando documento oficial com foto, a exemplo do RG.  Estão disponibilizadas 20 vagas com direito a um acompanhante...

Prefeitura de Juazeiro inicia credenciamento nesta quarta-feira (17) para o Camarote da Acessibilidade

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) e do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), abre nesta quarta-feira (17) o credenciamento para o camarote da Acessibilidade. O espaço é destinado para pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida. O cadastramento segue até o dia 23 de janeiro.

O Camarote da Acessibilidade dispõe de 40 vagas. "O Camarote da Inclusão e Acessibilidade tem o objetivo de dar oportunidade às pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção uma participação de forma mais segura e tranquila, fazendo a inclusão nesse evento de grande porte. Estamos muito felizes e realizados em poder proporcionar um momento a esses foliões de alegria e muita diversão", pontuou a secretária da Sedes, Nadja Dias...

Presépio interativo movimenta estudantes da Escola Municipal em Juazeiro e promove acessibilidade a pessoas com deficiência

Um presépio diferente vem atraindo a atenção dos estudantes da Escola Municipal José Pereira da Silva, no bairro Itaberaba, em Juazeiro. O cenário do nascimento de Jesus, montado em formato interativo, foi criado por estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental, utilizando o método Explorum, com o objetivo de promover a acessibilidade.

Na exposição, os estudantes podem interagir com as peças e ouvir frases e sons dos animais através do acesso a sensores e botões. "A proposta de criar o presépio surgiu da provocação da professora de Atendimento Educacional Especializado (AEE), Nara Janine. Ela solicitou algo para que os alunos com deficiência pudessem interagir. Então, utilizando o Explorum, nós usamos a programação para possibilitar a interação com o material de exposição no pátio da nossa escola. O objetivo maior é que o aluno possa observar o som e possa interagir com frases utilizando a programação. Nossos alunos gostaram bastante do projeto, pois entenderam que eles podem criar", explicou...

Para reforçar a segurança e a acessibilidade, Prefeitura de Juazeiro segue com melhorias na pista de caminhada na Orla fluvial

Esta semana, a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), deu continuidade aos reparos nas pistas de caminhada e ciclofaixas da Orla fluvial, concentrando esforços no trecho adjacente à Marinha.

Essa iniciativa visa aprimorar a segurança e a acessibilidade nessa área, que é utilizada pela população, sobretudo para a prática de caminhadas e exercícios físicos...

Falta de acessibilidade nas calçadas de Juazeiro e Petrolina continua causando transtornos

A REDEGN recebeu foto denuncia feita pelo advogado Jaime Badeca que mostra a falta de condições adequadas das calçadas em Juazeiro. O problema também aflige Petrolina. Tem sido uma das maiores dificuldades enfrentadas por pedestres e cadeirantes nas ruas. "A foto é da avenida Adolfo Viana, nossa principal. Foto bem didática que explica Juazeiro, Bahia". Acessibilidade zero", diz Badeca.

Ainda de acordo com o Jaime Badeca, o tema merece discussão e um amplo debate. "Cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida sofrem mais por conta dessas irregularidades"..

Enem garante recursos de acessibilidade para candidatos

O estudante Álvaro Ribeiro, de 21 anos, fez o Exame Nacional do Ensino Médio utilizando o recurso de videoprova em Libras, a Língua Brasileira de Sinais, em 2018 e em 2019. A primeira vez foi só para conhecer a prova, e, na segunda, ele conseguiu a pontuação suficiente para ingressar no curso de Gestão Pública do Instituto Federal de Brasília (IFB), na capital federal. 

Apesar de entender bem a Língua Portuguesa, o aluno, que tem deficiência auditiva e paralisia cerebral, sente dificuldade para compreender algumas palavras e expressões. Para ele, a oportunidade de fazer a prova em Libras, que domina, foi fundamental para ingressar no ensino superior. ..

Fiéis de igreja Apostólica Monte Sião reclamam que organização de festa prejudica acessibilidade. "Pagamos impostos"

Moradores da Rua Nove, bairro do Alto da Aliança, denunciam que o vereador Gleidson Azevedo, "está organizando uma festa e a estrutura do evento está prejudicando a acessibilidade, visto que as pessoas não conseguem chegar até a igreja".

De acordo com os moradores,  a festa será sexta, sábado e domingo e uma igreja localizada na rua "está sendo prejudicada, pois fizeram um palco vizinho a sede da Igreja Apostólica Monte Sião"...

Prefeitura de Garanhuns oferta camarote da acessibilidade no FIG 2023

A Prefeitura de Garanhuns promove em mais um ano de Festival de Inverno, o Camarote da Acessibilidade. A estrutura é reservada para pessoas com deficiência que querem desfrutar dos shows na Praça Mestre Dominguinhos.

O espaço é gratuito e contará com intérprete de Libras, banheiro químico adaptado, programação em Braille, um profissional técnico em enfermagem, material para primeiros socorros, além de um profissional de apoio. O camarote tem capacidade para 60 pessoas...

Avaliações sobre acessibilidade de aplicativos são escassas, mas suficientes para revelar falhas graves

No mínimo, as tecnologias deveriam ser desenvolvidas para atender às necessidades de todas as pessoas, sem distinção alguma. No entanto, o Grupo de Pesquisa em Acessibilidade Digital, da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, concluiu que, apesar do escasso número de avaliações dos usuários com deficiência visual ou condições oculares – fotofobia, daltonismo, baixa visão – em aplicativos, os feedbacks são suficientes para revelar falhas graves nas usabilidades dos aplicativos. Geralmente, as avaliações são utilizadas para aprimorar o refino das interfaces, ou para que os desenvolvedores projetem um novo software. 

“As avaliações não são suficientes numericamente. Imagina só, você tem um aplicativo com um bilhão de downloads. Mas, só há 300 pessoas questionando sobre acessibilidade. Por mais que deem feedbacks, as empresas responsáveis por essas tecnologias não priorizarão adotar novas posturas”, explica Marcelo Eler, coordenador da pesquisa e professor da EACH. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 36 milhões de pessoas no mundo são cegas e outras 217 milhões têm baixa visão. No Brasil, a ausência de dados atualizados por meio do Censo prejudica estimar atualmente dados mais precisos...

Representantes da Prefeitura de Juazeiro participam do 1° Encontro Interinstitucional de Inclusão e Acessibilidade nos Espaços Educacionais

Como oportunidade de diálogo, socialização de estudos e trocas de experiências de práticas inclusivas voltadas para o público da educação no contexto local, profissionais do ensino municipal de Juazeiro, participam do 1° Encontro Interinstitucional de Inclusão e Acessibilidade nos Espaços Educacionais, realizado entre os dias 31 de maio e 02 de junho, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Campus Juazeiro.

Em parceria com a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Educação e juventude (Seduc), a programação conta ações de inclusão e acessibilidade nos espaços educacionais, reunindo representantes de várias instituições ligadas a assistência à pessoas com necessidades específicas, para refletir sobre o atual cenário da Educação Inclusiva no contexto de ações de políticas educacionais...

TJBA INVESTE QUASE R$ 30 MILHÕES EM CONEXÃO E TECNOLOGIA PARA AUMENTAR A ACESSIBILIDADE À JUSTIÇA DE 1º GRAU

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização (Setim), tem trabalhado para proporcionar cada vez mais tecnologia, conexão e acessibilidade aos jurisdicionados. Somente entre fevereiro de 2022 e abril de 2023, foram quase R$ 30 milhões investidos em equipamentos e conexão de internet, beneficiando 83% das comarcas do estado. 

Desde o início da gestão, o Presidente do TJBA, Desembargador Nilson Soares Castelo Branco, tem reforçado seu compromisso em aprimorar a prestação jurisdicional no 1º Grau, entregando novos equipamentos, promovendo magistrados, abrindo varas, renovando fóruns e instalando Salas Passivas e Salas de Depoimento Especial. Tendo sempre em vista os preceitos da cidadania, da justiça, da sustentabilidade e da inovação...

Prefeitura de Juazeiro promove ação de ordenamento no calçadão para garantir mobilidade e acessibilidade

A fim de tornar mais fácil a circulação de pedestres nas calçadas e garantir a conformidade com o Código de Postura e a Lei de Acessibilidade, a Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb), realizou uma nova operação de ordenamento no município nesta sexta-feira (19). Desta vez, o foco foi o calçadão da Benjamin Constant. A iniciativa faz parte de um plano abrangente que busca reorganizar os espaços de uso coletivo em Juazeiro, com o objetivo de adaptar e criar ambientes acessíveis e confortáveis para a população.

A operação foi necessária devido ao uso inadequado do calçadão por parte dos ambulantes e dos comerciantes, que estavam expondo suas mercadorias de maneira desordenada. A Semaurb notificou todos os envolvidos, exigindo a imediata remoção das mercadorias e placas que estavam sendo utilizadas de forma incorreta no local. Além disso, houve uma reorganização dos ambulantes para estabelecer uma distribuição mais adequada e alinhada. Também foi levada em consideração a natureza comercial de cada atividade, exigindo a retirada daquelas que não estavam em conformidade com os requisitos estabelecidos...

Preconceito atinge pessoas com deficiência ao se deslocar. Pesquisa avaliou impacto da falta de acessibilidade à população 

Pesquisa mostrou que 77% das pessoas com deficiência (PCDs) já passaram por pelo menos uma situação de preconceito durante seus deslocamentos pela cidade. Oitenta e seis por cento dos entrevistados também afirmaram ter algum medo relacionado à segurança, como ser furtado ou assaltado, ser agredido fisicamente ou sofrer um acidente de trânsito ao se deslocarem.

O estudo realizado pelo Instituto Locomotiva, com o apoio da Uber, foi divulgado nesta terça-feira (2)...

Área cultural precisa pensar na acessibilidade para todos os públicos

A acessibilidade precisa existir em todos os campos, inclusive no cultural. “Tornar um ambiente cultural, tanto museus, estádios de shows, acessível para todos é um princípio de respeito aos direitos humanos, à integridade das pessoas. Então, reduzir as barreiras ou superar as barreiras é garantir essa igualdade, que todos possam produzir e usufruir da cultura de maneira equitativa”, comenta o pesquisador Daniel Caldeira de Melo, da área de Gestão de Políticas Públicas da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP.

Para que isso ocorra, é preciso englobar a todos com políticas públicas específicas para cada situação, como é o caso das Pessoas com Deficiência (PcD). “Quando a gente olha para a Lei Rouanet (8.313 de 1991), ela fala que deve-se tentar contemplar o máximo de pessoas possíveis nas suas variedades. Tem editais, por exemplo, que exigem que você tenha pelo menos uma medida de acessibilidade. A preocupação primária é ambiental: você precisa ter um ambiente, um espaço acessível para as pessoas com mobilidade reduzida e deficiência física. Também têm crescido as traduções em Libras e as audiodescrições. E, em terceiro lugar, talvez venha a figura de monitores, que seriam pessoas com conhecimento sobre práticas de acessibilidade e que possam orientar e conduzir as pessoas com deficiência dentro do processo de fruição dos projetos culturais”, pontua Melo...

Programa Transformar: Prefeita Suzana Ramos assina ordem de serviço e vai adaptar mais três casas de pessoas com deficiência

A prefeita Suzana Ramos e o secretário de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Fernando Costa, assinaram, nesta segunda-feira (27), a ordem de serviço para a adaptação de mais três residências pelo Programa Transformar. A iniciativa possibilita a adaptação de imóveis para pessoas em situação de vulnerabilidade social e que possuam algum tipo de deficiência ou dificuldade de locomoção.

Juntas, as três obras vão contar com um investimento de mais de R$ 100 mil, em recursos próprios do município. "Estou muito feliz por dar a ordem de serviço para a reforma de mais três casas do Transformar. Já entregamos cinco casas, estamos com duas em obras e acabei de assinar mais três. Para mim não tem realização maior do que ver o sorriso de uma pessoa e saber que estamos transformando a vida de quem realmente precisa", disse emocionada a prefeita Suzana Ramos...

Univasf promove Seminário Virtual “Autismo no Ensino Superior – Qual o papel docente?”

O Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI) da Univasf irá realizar o Seminário Virtual “Autismo no Ensino Superior – Qual o papel docente?” no dia 18 de abril às 17h. O evento é direcionado aos docentes da Univasf e tem como intuito abordar a temática de forma prática. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até o início do evento.

Os docentes interessados devem se inscrever pelo formulário on-line (clique aqui). O link de transmissão será enviado para o e-mail cadastrado na inscrição. Durante o seminário, serão abordados os dados obtidos numa pesquisa feita na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que faz um levantamento das estratégias adotadas na universidade para inclusão do autista no ensino superior; e o livro “Transtorno do Espectro Autista (TEA): Manual para o professor de ensino superior”...

Prefeita Suzana Ramos entrega mais duas casas adaptadas em solenidade marcada pela emoção

Em uma solenidade marcada por muita emoção, a prefeita Suzana Ramos entregou mais duas casas adaptadas pelo programa Transformar, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade de Juazeiro (Sedes). Com um investimento de mais de R$ 50 mil em recursos próprios do município, as duas obras foram entregues nesta quinta-feira (09), nos bairros Quidé e Palmares I.

Visivelmente comovida, a prefeita Suzana Ramos afirmou estar cumprindo uma missão. "Nós já entregamos cinco casas adaptadas e a cada inauguração sinto que estou cumprindo uma missão. Estamos transformando a vida de uma família e eu estou muito feliz porque o nosso objetivo é esse, melhorar a vida das pessoas", frisou a prefeita...

Prefeita Suzana Ramos vai entregar duas casas reformadas e adaptadas nesta quinta-feira

A prefeita Suzana Ramos vai entregar, nesta quinta-feira (09), às 09h, mais duas casas reformadas e adaptadas pelo Programa Transformar.

Com um investimento total de mais de R$ 50 mil em recursos próprios, os imóveis foram reestruturados, através do programa municipal, que possibilita a adaptação de residências para pessoas em situação de vulnerabilidade social e que possuam algum tipo de deficiência ou dificuldade de locomoção...

Aula gratuita ensinará como tornar a internet mais acessível para PCDs

O projeto Redes DigitALL, iniciativa da Fundação Bunge, realizará no dia 2 de março, das 19h às 21h, uma aula em parceria com o Movimento Web para Todos sobre como superar os desafios da acessibilidade digital para construir uma internet mais inclusiva para pessoas com deficiência.

O encontro é virtual (via Teams), gratuito e aberto ao público interessado em aprender sobre conceitos básicos e conhecer, na prática, como quem vive com deficiências variadas interage na web. As inscrições podem ser feitas clicando aqui...

Obras de adaptação de imóveis para pessoas com deficiência seguem em execução em Juazeiro; famílias contempladas manifestam reconhecimento

Desde 2021, a prefeita Suzana Ramos já entregou três casas adaptadas pelo programa Transformar, em Juazeiro. A iniciativa, que tem como público-alvo pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção, visa requalificar imóveis promovendo acessibilidade de acordo com as especificidades de cada pessoa contemplada.

Atualmente, o município conta com cinco casas aguardando o início da adaptação e duas em fase de finalização. "Nossa equipe trabalha de forma incansável para dar mais dignidade, conforto e autonomia às pessoas com deficiência. Pessoas que tiveram seus imóveis aprovados para reforma 2020, na gestão anterior, agora já podem festejar a realização de seus sonhos", frisou a secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes), Amélia Pedra...