Foram encontrados 232 registros para a palavra: Jair Bolsonaro

Sem citar STF, Jair Bolsonaro fala em pacificação durante ato em São Paulo

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que busca “pacificação” e passar uma “borracha no passado” durante o ato na Avenida Paulista, região central de São Paulo, neste domingo (25).

“O que eu busco é a pacificação, é passar uma borracha no passado. É buscar uma maneira de continuarmos em paz. Não continuarmos sobressaltados”, disse...

25 janeiro: advogado de Jair Bolsonaro afirma que evento contará com financiamento da Associação Vitória em Cristo

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) convocou seus apoiadores para um ato “em defesa do Estado democrático de direito” em 25 de fevereiro às 15h na av. Paulista, em São Paulo. Segundo ele, a manifestação será para se defender de “todas as acusações” que têm sofrido nos últimos meses

 Aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro afirmaram que a manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, marcada para 25 de fevereiro, será pacífica e sem financiamento de dinheiro público...

Relator vota pela inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro. Julgamento prossegue no Tribunal Superior Eleitoral

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou nesta quinta-feira (26) pela condenação do ex-presidente Jair Bolsonaro por abuso de poder político e econômico pelas comemorações de 7 de setembro de 2022. Se o voto do ministro relator prevalecer, Bolsonaro será condenado à inelegibilidade por 8 anos, pela segunda vez.

Gonçalves entendeu que Bolsonaro usou a estrutura do evento para promover sua candidatura à reeleição. Bolsonaro também foi multado em R$ 425 mil...

TSE suspende julgamento de Bolsonaro por abuso de poder nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu nesta terça-feira (10) o julgamento de três ações nas quais o ex-presidente Jair Bolsonaro é acusado de abuso de poder político durante a campanha eleitoral de 2022.

O tribunal ouviu os advogados de defesa e acusação, além do Ministério Público Eleitoral (MPE), que defendeu o arquivamento das ações contra o ex-presidente. Em seguida, a sessão foi suspensa e será retomada na terça-feira (17), quando os ministros vão iniciar a votação...

Michel Temer: prisão de Jair Bolsonaro não seria "útil para o país"

O ex-presidente Michel Temer (MDB) declarou, em entrevista publicada nesta sexta-feira (1º/9), que não acha “útil” para o país uma possível prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O argumento é que a prisão vitimizaria Bolsonaro e acirraria a radicalização “de ambos os lados”.

Temer, que também foi preso após deixar o cargo, defendeu que é preciso uma legislação específica para ex-presidentes, mas que isso não significa que quem cometeu “maiores excessos de corrupção” não possa ser detido. Sobre sua prisão, o ex-presidente a classificou como um “sequestro”...

Ex-presidente Jair Bolsonaro é internado em hospital em São Paulo, anuncia advogado

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi internado, na manhã desta quarta-feira (23), no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para realizar exames de rotina. Segundo o advogado de Bolsonaro, Fabio Wajngarten, os exames são para avaliar sua condição clínica, principalmente no sistema digestivo, tráfego intestinal, aderências, hérnia abdominal e refluxo.

Ainda de acordo com Wajngarten, os sintomas são consequência do atentado a faca sofrido pelo ex-presidente em 2018, durante campanha presidencial em Juiz de Fora (MG)...

Advogado afirma que Mauro Cid entregou a Jair Bolsonaro o dinheiro em espécie referente à venda de um relógio

O advogado do ex-ajudante de ordens Mauro Cid afirmou que o militar entregou a Jair Bolsonaro o dinheiro em espécie referente à venda de um relógio Rolex recebido como presente oficial e negociado a mando do próprio ex-presidente.

É a primeira vez que Bolsonaro é citado diretamente no suposto esquema de negociação de joias investigado pela Polícia Federal. Procurada, a defesa de Bolsonaro não se manifestou até a publicação desta reportagem...

Polícia Federal pede quebra de sigilo fiscal e bancário de Michelle Bolsonaro

A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal a quebra do sigilo bancário e fiscal da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro como parte das investigações que apuram os indícios de venda ilegal de presentes de alto valor entregues ao governo brasileiro na gestão de Jair Bolsonaro.

Neste sábado (12) investigadores começaram a avaliar o material apreendido em operação que resultou em busca e apreensão de outros suspeitos, incluindo o pai do ajudante de ordens de Bolsonaro, Coronel Mauro Cesar Lourena Cid; o advogado Frederick Wassef, que já defendeu a família Bolsonaro, e o segundo tenente Osmar Crivelatti, que foi ajudante de ordens de Bolsonaro, e hoje é assessor pessoal na cota a que ele tem direito como ex-presidente...

Governador de São Paulo diz que não é refém do ex-chefe do Executivo Jair Bolsonaro

O episódio de hostilidade vivido por Tarcísio de Freitas (Republicanos) em reunião do PL liderada por Jair Bolsonaro na última quinta-feira (6/7) causou preocupação no ex-presidente, que procurou o governador de São Paulo para não deixar nenhuma rusga entre eles. As informações são da jornalista Andréia Sadi, da GloboNews.

Na reunião, Tarcísio defendia a aprovação da reforma tributária na Câmara dos Deputados e foi interrompido diversas vezes com comentários agressivos dos presentes. “Todo mundo aqui sabe que o Tarcísio não entende de política”, disse uma pessoa...

TSE forma maioria pela inelegibilidade de Jair Bolsonaro por oito anos

A maioria dos ministros do TSE votou, nesta sexta-feira (30/6), para tornar o ex-presidente Jair Bolsonaro inelegível por oito anos. A decisão ocorre em uma ação de investigação eleitoral (Aije) aberta para apurar uma reunião realizada por Bolsonaro em julho do ano passado com a presença de embaixadores, em Brasília.

No encontro, o político questionou, sem apresentar provas, a integridade das urnas eletrônicas e colocou em dúvida o resultado das eleições. O plenário da corte é formado por sete magistrados. Quando quatro magistrados votam no mesmo sentido, a maioria estará formada...

Advogados de Jair Bolsonaro confirmaram a existência de uma conta no exterior em nome do ex-presidente

Os advogados do ex-presidente Jair Bolsonaro confirmaram a existência de uma conta no exterior em nome do ex-presidente com cerca de R$ 600 mil.

A declaração foi dada nessa segunda-feira (15), em coletiva convocada pela defesa para esclarecer supostas movimentações irregulares em dinheiro vivo pela família Bolsonaro, divulgada neste fim de semana pelo Portal UOL...

Pesquisa Quaest aponta que 81% concordam que PF acertou em investigar caso das joias sauditas

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Quaest, com 2.015 entrevistas presenciais, entre os dias 13 e 16 de abril e divulgada neste domingo (30), aponta que 81% dos entrevistados concordam com a abertura de investigação, pela Polícia Federal no caso das joias sauditas envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro.

Entre os eleitores do próprio Bolsonaro a margem de aceitação da investigação seguiu alta, com 72%...

Bolsonaro chega à Polícia Federal para depor sobre joias sauditas

O ex-presidente Jair Bolsonaro já está na sede da Polícia Federal (PF), em Brasília, onde vai prestar depoimento na investigação aberta sobre os kits de joias recebidos do governo da Arábia Saudita durante visita de autoridades brasileiras ao país.

Para o depoimento de Bolsonaro, a área em frente à PF foi isolada e um forte esquema de segurança está sendo feito homens da corporação e da Polícia Militar...

Ex-líder de Bolsonaro emplaca diretor na Codevasf sob Lula

O governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicou para uma das principais diretorias da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) o advogado Henrique de Assis Coutinho Bernardes, apadrinhado do clã político encabeçado por Fernando Bezerra (MDB-PE), ex-líder da gestão Jair Bolsonaro (PL) no Senado.

Bernardes atuava desde 2021 como assessor parlamentar de Bezerra. A Codevasf foi entregue por Bolsonaro ao centrão e mantida dessa forma pelo novo governo, que promove mudanças em diretorias e nas superintendências estaduais para conseguir apoio no Congresso Nacional...

Chacina em Sinop:Mais de 56 mil armas foram registradas por CACs em MT e MS no governo de Jair Bolsonaro

Entre 2019 e 2022, período do governo de Jair Bolsonaro (PL), mais de 56 mil armas foram registradas por colecionadores, atiradores esportivos e caçadores (CAC) em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul, de acordo com dados do Exército. No último ano, houve uma disparada, com 33.079 novas armas cadastradas, o que representa uma média de 90,6 armas por dia e aumento de 1.010,4%, comparando com dados de 2019.

Na terça-feira (21), Edgar Ricardo de Oliveira, de 30 anos, que tem registro como CAC e se exibia nas redes sociais praticando tiro, matou sete pessoas com ajuda de Ezequias Souza Ribeiro, de 27 anos, em um bar da cidade depois de perderem partidas de sinuca. Ele foi desligado do clube de tiro que frequentava em Sinop, a 504 km de Cuiabá, por ausência, segundo a Federação de Tiro de Mato Grosso (FTMT)...

Bolsonaro acusa Zambelli de traição

A deputada federal Carla Zambelli, que era uma das maiores apoiadoras de Bolsonaro, está sendo acusada por ele de traição. Em entrevista para a coluna de Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo, ela afirmou que o ex-presidente deveria ter sido claro ao pedir o fim dos atos nos quartéis e deveria estar no Brasil para liderar a oposição.

Segundo Bolsonaro, a deputada fez acordo com Alexandre de Moraes para retornar às redes sociais e se ver livre da ameaça de ser presa. Por decisão do ministro, as contas de Zambelli estavam bloqueadas desde novembro do ano passado, sob alegação de fake news contra as urnas eletrônicas...

“Pode ser amanhã, daqui seis meses, nunca”, diz Flávio Bolsonaro sobre retorno do pai ao Brasil

O senador Flávio Bolsonaro (PL) afirmou, neste sábado (28), que não há previsão para o retorno de seu pai ao Brasil.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) viajou para os Estados Unidos dois dias antes de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumir o cargo da Presidência da República. Ele está em Orlando, no estado americano da Flórida, hospedado na casa do lutador José Aldo...

Revogada nota que punia servidor por criticar governo em redes sociais

A Controladoria-Geral da União (CGU) revogou nota técnica aprovada durante o governo de Jair Bolsonaro para punir funcionários públicos que se manifestassem contra o governo nas redes sociais. A decisão que revoga a nota foi assinada no dia 16 de janeiro.

A regra que foi revogada pretendia adequar o Estatuto do Servidor Púbico (Lei nº 8.112/1990) para definir o alcance dos deveres dos funcionários de serem leais às instituições e efetivar a proibição de manifestações contrárias à repartição...

Militar do Exército é suspeito de operar “Caixa 2” para Jair Bolsonaro, revela colunista

O tenente-coronel do Exército Brasileiro, Mauro César Barbosa Cid, foi o ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL) até os últimos dias de governo. De acordo com o colunista Rodrigo Rangel, do portal Metrópoles – parceiro do Bahia Notícias –, ele também era o operador de um sistema de “Caixa 2” comandado pelo ex-presidente da República.

As investigações estão correndo no Supremo Tribunal Federal (STF), sob o comando do ministro Alexandre de Moraes, e lançam graves suspeitas sobre a existência de uma espécie de caixa 2 dentro do Palácio do Planalto, com dinheiro vivo proveniente, inclusive, de saques feitos a partir de cartões corporativos da Presidência e de quartéis das Forças Armadas...

Bolsonaro quebra silêncio e diz que cometeu “deslizes” no governo

Na porta da casa onde está hospedado em Orlando, nos Estados Unidos, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu falar com apoiadores, nesta segunda-feira (16/1), sobre medidas adotadas em sua gestão e admitiu que cometeu “deslizes”. Bolsonaro também mencionou os ataques terroristas que ocorreram em Brasília no último dia 8 e classificou o episódio como “inacreditável”.

Em um breve discurso, o político disse que durante quatro anos, sua gestão teve alguns “furos” e falou sobre liberdade. “Em quatro anos, todo dia era segunda-feira. Tem alguns furos? Tem, lógico. A gente comete alguns deslizes em casa, quem dirá no governo. Só que em casa a gente sabe quem é o responsável. É sempre nós, os maridos”...