RedeGN - Prisão em 2ª instância: mudança de entendimento e suas consequências