RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Especial Coronavírus

Acompanhe o mapa do COVID-19 em tempo real em nossa página especial.

Espaço do Leitor

Espaço do Leitor: Crime na saúde de Juazeiro

Caro Geraldo e demais leitores do blog,

Frente a resposta da Secretaria de Saúde de Juazeiro sobre a denúncia que realizei sobre a ocupação do cargo de Odontólogo pelo o cirurgião-dentista Otaviano Alves Cajuí na UBS Dona Dozinha no bairro Alagadiço, em que a Secretaria de Saúde afirma que o Cirurgião-Dentista Otaviano Alves Cajuí possui vínculo empregatício temporário desde 25 de fevereiro de 2010, me surgiu a curiosidade em estudar a Lei que regulamenta os contrato por prazo determinado...

Espaço do Leitor: Protestos no Carnaval

O leitor Gildivan Coelho encaminhou ao Blog o seguinte post da sua página no facebook. Confira:

Geraldo,..

Espaço do Leitor: Violência aumenta em Petrolina

Prezado Geraldo José,..

ESPAÇO DO LEITOR: MEU DIREITO DE IR E VIR

Caro Geraldo,

Há muito tempo tenho evitado tecer críticas em relação à nossa cidade, principalmente pelo fato de não ter votado no atual gestor municipal nas suas duas eleições e não ficar parecendo ser choro de derrotado, como o mesmo fala nos meios de imprensa. Porém em Juazeiro, hoje em dia se pode de tudo, especialmente na NÃO atuação do setor de postura do município. No entanto, existem fatos que nos tiram do sério, como esta caçamba que aparece ao fundo nas fotos em anexo, descarregando areia às 07 horas da manhã, numa rua estreita ao lado da praça do Boi, centro, inviabilizando a passagem de condutores de veículos. Questionei ao cidadão morador do referido imóvel sobre meu direito de ir e vir, onde o mesmo desdenhou do caso. Resolvi tirar estas fotos e lhe disse que iria postar no seu blog, A resposta que obtive do cidadão, foi que, "Juazeiro já era ESCULHAMBADA antes de Geraldo José vir para cá e que você (Geraldo) não era dono de nossa cidade". Como tinha outro veículo à frente do meu e lembrei-me que em certos casos é melhor ser feliz do que ter RAZÃO, procurei não brigar, ser feliz, dei marcha ré no meu veículo e fui embora...

SALVO PELO SACRISTÃO!

No inesquecível trilhar de minha vida pública, na fase embrionária pelas terras do cacau, também conhecido como “alimento dos deuses”  (Theobroma cacao) ou o fruto de ouro,fiz pisada duradoura no solo de Ilhéus, sede do 2º Batalhão de Polícia, cidade grapiúna cheia de encantos e magias, tradicional celeiro de mulatas tostadas pelo sol afrodisíaco que desfilam com faceirice e elegância pelo centro da cidade e nas belíssimas praias com saracoteio de “balaio roliço”, que balança mais que a proa de uma canoa em mar revolto.

Ilhéus é uma cidade que merecidamente Deus deu um cunho de beleza esculpida, além de um passado coroado de episódios, casos e fatos que marcaram sua história, narrados e citados por diversos escritores da região...

ESPAÇO DO LEITOR: PORQUE CRITICO A ADMINISTRAÇÃO DO ATUAL PREFEITO E EQUIPE

Caro Geraldo,

Em primeiro lugar, gostaria de parabenizá-lo, e a sua equipe, pela premiação pessoal e do Blog, no Destaque Imprensa 2013, como o melhor radialista e o melhor Blog; mais do que merecidos...

ESPAÇO DO LEITOR: DESENVOLVIMENTO URBANO VERSUS PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Algum tempo atrás cheguei a imaginar que seria possível conciliar desenvolvimento urbano e preservação ambiental, acreditava que a falta de escrúpulo dos empreendedores e dos políticos iria se render a inexorável condição de algumas fontes de recursos naturais de não serem renováveis. Ledo engano, eles são filhos da besta fera do capitalismo, para eles pouco importa se faltarão tais recursos para os descendentes, o que importa é o momento atual, são os imediatistas da fome de ter mais dinheiro para esnobar, ostentar poder e financiar campanhas políticas.

Com a conivência dos governantes (leia-se: presidentes, governadores, prefeitos) assim como do judiciário, os empreendimentos imobiliários crescem e aparecem a cada dia, desrespeitando as leis, as pessoas, a história e o meio ambiente...

Espaço do Leitor: Fraude no concurso da Saúde de Juazeiro?

Caro Geraldo e demais leitores do blog,

hoje (26) ao ler uma notícia aqui nesse blog vejo o cirurgião-dentista Otaviano Alves Caju lotado na UBS D. Dozinha no bairro Alagadiço ao lado do médico e também político Pedro Alcântara de Souza, pois bem, o provimento dos cargos da saúde desse município se dão através da convocação dos aprovados do último concurso realizado pela a Secretaria de Saúde de Juazeiro, vale lembrar que isso em ordem de aprovação, concurso esse executado pela a empresa AOCP, contudo o senhor Otaviano Alvez Caju não foi convocado para assumir o cargo pela a Secretaria de Saúde, o mesmo no referido concurso encontra-se na 75º colocação como poderá ser constatado no resultado final que se encontra no site da AOCP, segue o link da resultado final: http://www.aocp.com.br/concursos/arquivos/anexoiiresultadofinalsesauampla.PDF? ...

ARTIGO – APOSENTADOS: QUEM MANDOU NÃO JOGAR FUTEBOL!

Embora historicamente se divulgue que o futebol foi criado pelos ingleses, e essa informação passa de pai para filho, a verdade é que os chineses entre 3.000 e 2.500 a. C. e depois os japoneses, já batiam uma bolinha com os pés de forma rústica. Daí a prática chegou aos gregos, depois aos romanos e em seguida à Inglaterra que deu forma, organização e inventou as regras que chegaram aos nossos dias. Por aqui, depois da conquista de cinco Copas pelo Brasil adotamos o honroso título de “País do Futebol”, como forma de acalmar os ânimos e as paixões do brasileiro que, no íntimo, queria mesmo era ter inventado o futebol! Quem ia aguentar?...

Bem, mas não tenho vocação para historiador do futebol e o foco desta crônica tem outro objetivo embora com certa relação com o futebol. Desde os “babas” de outrora, jogados com bola de meia ou com aquelas malcheirosas bolas de bexiga de boi, a paixão pelo futebol dominou fortemente os sentimentos das pessoas, ao ponto de transformar em cegueira a análise de certos fatos que acontecem no esporte ou mesmo fazer explodir sentimentos até animalescos em defesa dos seus times nos estádios...

Espaço do Leitor: Denúncia contra a OI

Caro Geraldo,

Escrevo para relatar minha indignação com relação ao serviço da empresa telefônica OI...

Amores de Estação

 
As redes sociais estão superlotadas de casais apaixonados. Lindas declarações de amor com textos extensos, vastos e tão rasos quanto o sentimento que eles representam.
A velocidade com que as coisas têm acontecido hoje em dia é intrigante. Os casais se encontram, batem papo por meia hora, no máximo, se identificam e daí surge a paixão. A vontade louca e incontrolável de ver toda hora, falar a todo minuto e ter conhecimento de cada passo do outro. É uma fase de puro êxtase! O desejo se sobrepõe e o sexo é maravilhoso. As mensagens de texto, ou as mensagens no whatasapp recebem resposta imediata e tudo é lindo.
 
Passando algum tempo, leia-se dias, (poucos dias, que fique claro) o fogo de outrora que consumia ambos, começa a abrandar em um. As mensagens não recebem resposta, a pessoa fica online no whatsapp, mas não se dá ao trabalho de responder. Ou quando responde é de maneira monossilábica, lacônica e fria. Sem muitos detalhes. O desejo até continua, o sexo também, mas já não é tão bom e tão quente como antes. Os encontros são cada vez mais raros e misteriosamente um clima tenso se instala. A queda de interesse é um fato evidente e nenhum dos dois tem coragem de admitir. Um sinal de alerta é ligado na cabeça da parte que permanece interessada.
 
Daí o último estágio dessa cadeia de acontecimentos acelerados é o desaparecimento da pessoa que “desgostou” as mensagens já não recebem mais resposta e nem no whatsapp a pessoa aparece mais. O lado que não está mais interessado começa a ter um comportamento estranho. Uma frieza crônica e até uma certa irritabilidade é percebida. Inevitavelmente a parte que ainda gosta se magoa, porque a parte que se desinteressou não tem coragem de jogar limpo e dizer que não quer mais. Até que a parte ofendida resolver colocar um fim no romance relâmpago e facilitar a vida do covarde. E o “foram felizes para sempre” que durou pouquíssimo tempo, fica pro próximo relacionamento.
 
Quando digo que os amores são de estação é por ver, dezenas de casais próximos de mim que estão completamente apaixonados na primavera não resistem a um verão. Pessoas que estão extremamente apaixonadas, mas quando o carnaval se aproxima o clima de romance se dissipa como nuvens em dias ensolarados. Ah, o amor fugaz! O mais irritante de tudo isso, é ver a falta de cuidado e respeito com que as pessoas tratam as outras. Desprezar, ignorar, tratar mal e desrespeitar só para que a outra pessoa “caia na real e veja que acabou” é feio, deselegante e demonstra profunda falha de caráter. Por que não joga limpo e chama pra uma conversa clara, explicando que não há mais vontade de ficar junto?
 
Os relacionamentos podem durar dois meses, vinte anos ou duas semanas o que vai ser determinante para que o respeito e o carinho continuem intactos é a forma como serão conduzidos. 
O romance pode acabar, mas isso não significa que o cuidado com a outra pessoa acabe também. Eu estou farta de relações rasas e tenho me protegido cada dia mais de pessoas superficiais e de caráter duvidoso. Deus me livre dos amores de estação!

Verônica Monteiro do site O Divã Dellas ..

ESPAÇO DO LEITOR: UM IMPERDOÁVEL VACILO OU BURRICE DA NOVA CULTURA SOTEROPOLITANA?

Algum compositor cantou a Bahia e Salvador igual a Caymmi? "Salvador é diferente"????(tema oficial do carnaval 2014). Dorival Caymmi, pai de João Gilberto, de Caetano Veloso, Gilberto Gil.... Meu avô amado! O maior compositor baiano de todos os tempos, um dos pais da música brasileira....

Nasceu em Salvador no dia 30 de abril de 1914, faz 100 anos agora!..

ESPAÇO DO LEITOR: A PRAÇA DA ESBÓRNIA

Estimado Geraldo José,

É deplorável o estado em que se encontra a Praça Imaculada Conceição em pleno centro da cidade... Uma verdadeira ESBÓRNIA... São pedintes de rua, moradores de rua, usuários de drogas, escuridão,lixo, lavadores de carros que emporcalham as ruas laterais (nada contra, eles, pois sobrevivem daquele trabalho), lixo e sujeira no monumento à Sra. das Grotas e principalmente assaltos em plena luz do dia ou luz da noite... Uma ESBÓRNIA só...

Espaço do Leitor: Lixo na Maringá.

Caro Geraldo,

Há quatro anos moro na avenida Senador Teotonio Vilela, Bairro Maringá, em Juazerio, e durante todo esse tempo, junto com meus vizinhos, lutamos contra a sujeira deste terreno baldio, que  a prefeitura nunca sabe ou soube informar o dono. Já fui falar com vereador sobre nossa situação, e ele fez pouco caso, ninguém na prefeitura resolve nada. Acabamos que não sabemos a quem recorrer...

Espaço do Leitor: Indignação

Senhores, venho através deste importante meio de comunicação externar o meu sincero descontentamento com os gestores da gloriosa Polícia Militar do Estado da Bahia. Isto porquê, há poucos meses, a sociedade juazeirense e baiana teve o desprazer de assistir e ouvir trechos do momento em que o Sr. Oficial intermediário Cap QOPM Mendes,  lotado na 76ª CIPM/Juazeiro, agrediu física e moralmente dois dos seus subordinados utilizando-se de palavras de baixo calão, tão absurdas, que se tornam impróprias para reprodução neste momento. Considerando que esta não é a única atitude violenta por parte do Sr. Oficial, tendo em vista o fato de que o mesmo outrora agredira fisicamente outro Oficial (então Tenente)  nas dependências do 3º BPM, fato este que não foi divulgado pra imprensa mas que todos os policiais da Região Norte tomaram conhecimento.

Voltando ao caso dos dois últimos policiais que foram agredidos, a Subcomandante da 76ª CIPM, quando procurada pela imprensa, afirmou que não sabia de nada, mas que o caso seria apurado. Então hoje me pergunto, qual foi a conclusão do caso? O Oficial recebeu algum tipo de punição? Infelizmente não. E é justamente devido a esta impunidade que venho relatar o meu descontentamento e preocupação...

DENÚNCIA CONTRA OS PROCESSOS SELETIVOS DO IMIP HOSPITAL REGIONAL

Olá Geraldo José,

Venho através desta, fazer denúncia contra os processos seletivos do IMIP Hospital Regional realizei a seleção em 2011 fui aprovada meu nome está lista dos classificados aprovados, como assistente social e até o presente momento não fui convocada...

Espaço do Leitor: Praça Manoel Faustino Castelo Branco

Hoje resolvi tirar umas fotografias da praça Manoel Faustino, a qual o Senhor Prefeito fez acabar. A praça que homenageia um dos primeiros moradores do bairro, o ex-vereador de Juazeiro, Manoel Faustino, fica localizada na quadra "A" do bairro Castelo Branco, está completamente abandonada, jogada as traças, ratos e baratas da maneira mais irresponsável por parte do governo do PC do B. 
 
A referida foi inaugurada, segundo informações dos moradores, no ano de 2007 pelo ex-prefeito Misael Aguilar, que até concluir o mandato em 2008 tinha um jardineiro e a conservação era boa. Tão logo o furacão Isaac assumiu, a primeira medida foi a retirada do jadineiro, depois fechou a tomada de água para que a praça fosse molhada com carros pipa, não deu certo. Abriram um dos pontos de água e conservaram o outro fechado. Daí em diante o abandono era visível, ainda tem alguns moradores que colocam umas mangueiras para molhar a grama e não deixá-la morrer. As árvores são podadas as custas dos moradores, cada um paga pra mandar cortar a sua, uma grande falta de vergonha do governo municipal.
 
O homenageado Seu Manoel Faustino, foi vereador em Juazeiro numa época que não se recebia salário, era um contador renomado, que além de trabalhar na Prefeitura da cidade, ainda prestava assessoria à diversas prefeituras por essa Bahia afora, fazia uma prestação de contas de uma cidade em um abrir e fechar de olhos, e nunca teve uma conta rejeitada pelo TCM (segundo me informou um membro da familia). Por falar nisso, como ele faz falta a atual gestão hein?? Que diga-se de passagem, ainda não se registrou nenhuma conta aprovada pelo TCM, que incompetência, aliás não sei o que o atual governo fez com competência.
 
Seu Manoel Faustino, segundo meu pai, que teve a oportunidade de trabalhar com ele, era uma ótima pessoa, uma ser humano que um coração bondoso, não merece uma falta de respeito dessas a sua memoria, até a placa que tem sua imagem foi retirada, os bancos sumiram, as mesa quebrada, os brinquedos estão quebrados, o local serve para encontros de drogados e prostituição. Mas esse governo é assim, não respeita os vivos que pagam IPTU e outros impostos, não respeita a memória dos mortos e a história da cidade.
 
Na praça, tem moradores que ainda defedem a bandeira de Isaac, se é que ele tem "bandeira".É lamentavel que tudo isso venha ocorrendo em nossa cidade.
 
Gilberto Antonio de Moura Neto
..

Espaço do Leitor: Esgoto a céu aberto no Santo Antonio

Há dias, os moradores da rua Amazonas, no bairro Santo Antonio, ligam para o SAAE de Juazeiro na tentativa de resolver o problemas do esgoto, que corre a céu aberto, mas não recebem nenhuma solução. Cansados disso, os moradores resolveram desabafar e usar o Blog na tentativa de que alguma solução seja tomada.

Isso não é só dessa vez não, isso se prolongou durante todo o ano passado, e esse ano parece que  vai ser a mesma coisa, pois ligam, eles demoram a vir, quando tentam resolver, poucos dias depois está do mesmo jeito, a mesma poça de esgoto, provocando dores de cabeça aos moradores, devido ao grande mal cheiro. Pergunto pra onde vai aquelas taxas altas que pagamos para o Saae? Os moradores da rua não aguentam mais, isso se prolonga todos os dias do ano. O Saae tem que tomar uma providência, eles vem aqui uma semana depois que solicitamos, e no outro dia continua da mesma forma, queremos soluções para isso...

Espaço do Leitor: “Profissionais” e PROFISSIONAIS

Como em toda área de atuação, existem “profissionais” e PROFISSIONAIS, assim acontece na educação, como também na saúde. No dia 14.01 estive com minha mãe na UPAE PETROLINA, uma senhora idosa, com 64 anos, durante todo o momento no qual estive naquela unidade hospitalar, fui atendida muito bem por todos, do porteiro, até as meninas da limpeza.

Fui recomendada a procurar um CARDIOLOGISTA, fui atendida por DOUTOR BEDSON, no qual  encaminhou minha mãe com urgência para que fosse hospitalizada, pois ela teria o risco de sofrer um infarto a qualquer momento. Fui encaminhada ao hospital regional em JUAZEIRO, durante todos os dois dias no qual fiquei como acompanhante dela, ela foi atendida exemplarmente por todos que lá estavam trabalhando, a SAMU quando chegou para encaminha-la para o hospital na qual passaria pela  cirurgia cardíaca, os profissionais foram atenciosos e bastante educados. Mas dia 21.01, minha mãe não estava se sentindo bem, procurei o atendimento da UPA PETROLINA, fui surpreendida por algumas “profissionais”, na qual não fizeram a triagem de maneira correta (acredito eu), pois o médico quando a viu e que já sabia de seu problema CARDÍACO, atendeu ela  rapidamente, mas durante o acolhimento ambulatorial, vale ressaltar estava lotado, não aconteceu  triagem nenhuma, minha mãe, idosa com 64 anos, que tinha há três dias passado por cirurgia cardíaca, estava fraca, com problemas intestinais, não foi atendida da forma na qual eu esperava. Ela me chamou varias vezes para ir para casa, mas pela gravidade da situação, procurei uma funcionária, falei alto, reclamei, só aí apareceu uma cadeira adequada para ela sentar e só assim, apareceu uma enfermeira para aplicar o medicamento...

Os “rolezinhos” e um apartheid à Sociedade brasileira

"Rolezinho” demonstra o paradoxo da elite brasileira, que o Brasil conheceu desde a redemocratização, alguns brasileiros que são mais cidadãos do que outros. Alguns espaços são mais exclusivos do que outros. E o consumo, ainda que cantado em prosa e verso como motor da sociedade e suprassumo da felicidade e da realização pessoal, não é, evidentemente, para todos.

É estranhíssimo ver empresários buscando a ajuda do Estado, ainda que seja para obter uma simples liminar com o objetivo de impedir a diversificação de sua própria carteira de clientes. Afinal de contas, a elite brasileira é capitalista ou não? Essa garotada que hoje tenta frequentar os shoppings nasceu na década de 1990, quando o discurso neoliberal já era hegemônico em nosso país. Cresceram ouvindo dia e noite que política é ruim e que o sucesso é uma conquista individual. Comprados o tênis de marca, o relógio da moda, o celular de última geração, o rolezinho no shopping é o top da ostentação dos que vem de baixo, da base da pirâmide social. E ai encontram o que? As portas fechadas...

Imagem Ilustrativa da Internet