RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Especial Coronavírus

Acompanhe o mapa do COVID-19 em tempo real em nossa página especial.

Espaço do Leitor

LÁ VAI A BARQUINHA... LÁ VEM A BARQUINHA!

Em diversas cidades desse País, existe esse transporte tão simpático através de rios e mares... Aqui em nossa região à proporção que houve um aumento da população, alguém despertou para esse meio alternativo a principio bem diferente dos equipamentos atuais que atende uma gama enorme de pessoas em seus deslocamentos pra lá e pra cá...

Olhem bem essa foto.....

ARTIGO - GENÉTICA DE HONRADEZ E CORAGEM!

Brilham no cenário político brasileiro três dignitários escorreitos, portanto, desprovidos de imperfeições: Lídice da Mata (Governo da Bahia), a Ministra Eliana Calmon (Senado Federal) e Eduardo Campos (Presidência da República). Podemos cognominá-los de Cavaleiros da Esperança! Todos são integrantes do Partido Socialista Brasileiro (PSB), agremiação política criada sob o lema “Socialismo e Liberdade”, destacando-se dentre seus notáveis fundadores o baiano João Mangabeira, de rara inteligência, além de jornalista combativo, estadista e parlamentar.

Eduardo Campos, atual governador de Pernambuco, além de dinâmico e destemido, tem sido qualificado como exemplo na forma de dirigir um estado federativo, sem quaisquer respingos de mácula e não se permitindo ser dobrado em seu lídimo desiderato de aspirar à candidatura de Presidente da República, tendo rechaçado de pronto as promessas céticas do Poder Central. Estamos deveras confiantes que o aspirante ao cargo máximo da nação, Eduardo Campos, dará aos brasileiros uma “roupa nova” no tocante à condução dos destinos desta República...

Espaço do Leitor: Sobradinho pede Socorro

Vereadores causadores do atraso de Sobradinho!

Os vereadores da situação Gabriel Lustosa (presidente da câmara de vereadores), Cleivynho, Batata, Jarques Canturil, Gerônimo da SS Turismo, Olivar e Robinho do Posto não se cansam de envergonhar a todos que vos deram seus votos, como se não bastasse ser inoperante na defesa do povo agora dão mais uma cacetada no sobradinhense já tão sofrido...

Espaço do Leitor O sertão é história

O que falar da minha terra?

O que falar do meu lugar?..

Espaço do Leitor: Sento-Sé pede socorro

 
Esta é a dura situação da nossa cidade em 2013/2014. Além da água imunda que chega diariamente em nossas torneiras, ainda temos que conviver quase diariamente com os esgotos estourados nas ruas, pondo em risco  a saúde da população que reside ou visita nossa cidade.
 
Estas fotos foram tiradas hoje (06.01.14) às 08:00 hs, no acesso do Colégio Sete de Setembro, Av. Jayro Sento-Sé na entrada da cidade, na frente de supermercados, postos de gasolina, lanchonetes, Promotoria de Justiça e de vários comércios. O que me deixa revoltado é saber da omissão dos poderes públicos em resolver este problema. Veja só a frente da Promotoria de Justiça, e aqui tem promotora, que ja foi provocada pela população a este respeito. O esgoto está estourado e caindo direto no lago, contaminando a nossa água.
 
Faço aqui um apelo ao prefeito, aos vereadores, SAAE, Vigilância Sanitária do Estado, a Secretaria de Saúde do município e do estado, a Promotora de Justiça, juiz da comarca e a CODEVASF, para nos socorrer, antes que seja tarde de mais, ou que aconteça uma grande epidemia de cólera ou de outras doenças, que são comuns em locais desta natureza.

Jackson Coelho de Souza
Sento-Sé
..

ESPAÇO DO LEITOR: SIMULADORES DE TRÂNSITO

A imposição de simulador é um equívoco propositado.

A questão dos acidentes de trânsito, na verdade, é comportamental! E no que tange a palavra "acidente" ela está mal colocada, pois dos desastres de trânsito que acontecem, 90 por cento são provocados por erros dos motoristas - logo, evitáveis. Se estes melhorarem o comportamento...

Espaço do Leitor: Upa 24hs precisa de atenção!

"Quero apresentar aqui por meio desse espaço uma denúncia oportuna, e grave.

Sábado (04) fui à UPA 24hs com um amigo, pois a sua mãe tinha passado mal, e entrei pelo corredor de acesso ao interior daquela unidade de saúde para falar com a paciente e ver como ela estava. A primeira impressão que tive daquele lugar foi que, sendo um local recém inaugurado(um ano, mais precisamente), estava descuidado. Avistei paredes marcadas e arranhadas provavelmente causadas por impacto de objetos móveis do próprio hospital, descuidadas, com ranhuras de certa profundidade. Além disso, e o mais grave que eu avistei, uma criança que estava em um leito, dormindo sem(acredite!) colchão!!!..

ARTIGO – NOVO ANO, NOVAS ESPERANÇAS

Os sentimentos de congraçamento, alegria e afeto que embalam os festejos de natal e ano novo, envolvem as pessoas de maneira tão impressionante que os espíritos mais duros e reticentes se desarmam, dando lugar a gestos de sensibilidade, tolerância e paz. Antigamente as mensagens eram transmitidas em bonitos cartões postais, repletos de frases criativas e coloridas imagens que sugeriam esse estado de espírito. A modernidade advinda com a era da informática faz com que atualmente através da comunicação virtual online as mensagens passem a expressar os verdadeiros sentimentos que emanam da alma do seu autor, e com um simples “clicar” sobre a tecla enviar e centenas de amigos recebem em instantes a sua mensagem.

As comemorações são tão intensas e envolventes que poucos avaliam o verdadeiro significado de que está ocorrendo uma transição de ano, momento em que se encerra um ciclo de acontecimentos marcantes, seja na vida pessoal de cada um ou nas atividades político-administrativas dos Municípios, dos Estados ou da própria Nação. É a ocasião de se avaliar os erros para corrigi-los ou os acertos para preservá-los ou aperfeiçoá-los no novo ano. Em geral, essas reflexões vêm acompanhadas de uma carga de emoções, até mesmo pela ocorrência de uma simbiose com o espírito festivo da ocasião...

ESPAÇO DO LEITOR: EMPRESA DELTA LOCAÇÃO E SERVIÇOS NÃO PAGA FUNCIONÁRIOS DA SECRETARIA

Imagens do último manifesto de funcionários da empresa Delta em Juazeiro.

Olá Geraldo José,..

Espaço do Leitor: Em um domingo qualquer.

 
Em um domingo qualquer nós saímos para o estádio Adauto Morais cedo, bem cedo. Passamos no mercado, tomamos um café, ou comemos uma buchada em Dona Francisca, partimos para uma cervejinha depois, logo ao lado. Juntamos aquela resenha esportiva e o jogo começa ali, duas ou três horas antes do apito inicial. Se já não temos o ingresso em mãos, vamos trocar as notas, ou arrumar com um cambista residente no Coliseu. As famílias das mais variadas cores e credos chegam junto às portas do “Adautão”, a torcida visitante (quando existe), também se aproxima. Nós então, precisamos beber o máximo de cerveja possível fora do estádio, pois lá dentro não pode. A grande graça e o grande feito é tentar burlar a segurança e entrar com tal líquido sagrado. Quando conseguimos, somos loucos, quase heróis (para alguns).
 
Em um domingo qualquer entramos no estádio quando o time visitante ainda está no aquecimento, corremos para o alambrado para proporcionar carinhosamente aos atletas adversários, os mais diletos carinhos, homenageamos suas mães, pais, times e carreiras, a forma física e aspecto pessoal também não passam despercebidos. O jogo para nós novamente começa ali. Então nós escolhemos o lugar pra sentar, sentar? Perto das cabines, ou na “nova” arquibancada? Nós preferimos mesmo é ficar em pé, atrás do banco de reservas destinado aos visitantes e ali fazemos nossa parte, infernizando a vida dos técnicos e auxiliares.
 
Em um domingo qualquer vemos o jogo contra o time da capital com a aquela certeza quase imbecil que podemos vencer, sim, vencer. Só não queremos que seja igual a aquela final, que certo da vitória, perdemos, entregamos ou nos entregaram. O jogo se desenrola e o resultado na maioria das vezes nem vale a pena. Sabemos que estes domingos são raros e que não temos a sorte de ser Salgueiro ou Juazeiro do Norte, somos felizes com o que temos e nos contentamos com tal, apenas com alguns domingos.
 
Em um domingo qualquer o jogo ainda é narrado no rádio, Herbert Mouze pensa do jeito dele, Raimundo Amarildo ainda está lá no campo, a torcida já envelheceu e envelhece cada vez mais. Os jogadores daqui encontram-se às centenas. É inegável a capacidade futebolística desta cidade, basta um busca rápida na história recente do futebol ainda amador, para descobrir nomes de atletas memoráveis e/ou promissores como Givaldo, Caboclinho, Miro Aranha, Péba, Nunes, Gerson, Muller, Jaílson Rêgo, Anísio, Nixon, Janílson, Cocada, Dedé, Toni Jarbas, Petros e tantos outros que por critério pessoal deixei de citar. Material humano existe, e como! Então, qualquer um, em plena consciência deve se perguntar todo ano, quando chega dezembro, quando janeiro já bate à porta de um novo campeonato baiano, “o que acontece com o Juazeiro Social Clube?”.
 
Em um domingo qualquer podemos esperar por planejamento e investimento. Organização e respeito para com os torcedores e seguidores. Aqui nós respiramos futebol. Em um domingo qualquer você pode perder ou ganhar, menos aqui em Juazeiro. Aqui o resultado é sempre o mesmo, já partimos para o jogo derrotados, já sabemos que será a mesma situação de anos atrás. Estou falando de um jogo, o futebol, que dentre as coisas menos importantes da vida, esta é a mais importante, já dizia o profeta/poeta/romântico. Sou um torcedor. Mas creio que somos sofredores convictos de um time/cidade fadado ao ostracismo esportivo. Mas que mesmo assim em determinados momentos do ano seguimos como uma religião, o Futebol Sagrado de Todos os Domingos. E como um rito religioso, nosso culto é aos domingos, na maioria das vezes às 16h00min horas, um domingo desses aí qualquer.
 
Hoje não é domingo, ainda não acordamos do sonho de 2001, hoje não temos um time, dizem que temos dois. O porquê de existir a Desportiva Juazeirense, o porquê de tanta disparidade? Ainda não sendo domingo, há tempo para agir, anunciaram um “novo” técnico, a salvação. Em um domingo qualquer eu espero ter alegria de verdade, poder levantar a cabeça vestir o manto verde. Eu apelo, acorda Juazeiro! Nós nos vemos em breve, em um domingo qualquer.
 
Gesner Santana
Professor de História 
..

Espaço do Leitor: Rua do Coliseu.

Caro Geraldo,

Veja a situação da Rua do Coliseu no centro de Juazeiro. Sem comentários...

Espaço do Leitor: Transtornos na rua 04 do bairro Cajueiro.

Vejam o vídeo feito pelos moradores...

MULHERES VÃO CONQUISTANDO O MERCADO DE SEGURANÇA

A profissão de vigilante é regulamentada pela lei federal 7.102, de 1983. Para se tornar vigilante de banco, de loja, escolas ou de indústria é necessário preencher alguns requisitos como: ter mais de 21 anos e ter estudado até pelo menos a 4ª série do ensino fundamental além de outros, mas um nível de escolaridade maior é necessário uma vez que a modernização e novas tecnologias exigem pessoas altamente qualificadas. Todo vigilante tem de passar por cursos de formação autorizados e fiscalizados pela Polícia Federal, onde os alunos têm aulas de tiro, de defesa pessoal, de combate a incêndio e de relações humanas no trabalho entre outras que compõem o plano de curso.

O mercado de segurança privada é um dos setores que mais cresce e emprega no país e a demanda por 'guardetes' está crescendo, mas sua presença ainda é pequena em nossa região, mesmo assim elas chegaram com força total. No início quando iniciamos nossas atividades há onze anos eram poucas ou quase nenhuma a participação delas em nossos cursos, recentemente a procura pelos nossos cursos de segurança aumentou nos últimos anos, quando os bancos e lojas de roupas e acessórios femininos descobriram que havia a necessidade de contratar mulheres como alternativa para esses ambientes...

Imagem Ilustrativa da Internet

Espaço do Leitor: Esgotos em Juazeiro

Geraldo,..

ESPAÇO DO LEITOR: POPULAÇÃO DO ITABERABA REIVINDICA ATENÇÃO DO SAAE

Prezado Geraldo,

Venho por meio deste importante veículo de comunicação que é o seu blog, mostrar o clamor dos moradores do bairro Itaberaba, um dos maiores bairros da cidade, onde há vários dias o esgotamento da rua das Esmeraldas estourou e tem deixado adultos e crianças expostos ao mal cheiro e a água contaminada...

Espaço do Leitor: Juazeiro - A cidade abandonada...

Meu amigo Geraldo,
 
Sei que temos em comum a preocupação com o bem estar da população de Juazeiro. Eu aprendi com meu avô, Jorge de Souza Duarte, dentre outras tantas coisas a amar essa cidade, mas todos nós sabemos que Juazeiro está abandonada, exceto os que não querem ver... As ruas esburacadas, a população sem uma saúde digna, etc etc etc. Porém me preocupei bastante com a situação da orla de Juazeiro, além de abandonada, virar uma cracolândia e moradia de pessoas carentes e desafortunadas, mesmo com tudo isso, e pode parecer contraditório, é o melhor lugar pra tirar fotos de Juazeiro. Lá temos nosso resistente e lindo Velho Chico, temos o Saldanha Marinho - o nosso vaporzinho, temos a melhor vista da cidade, a ponte, e por fim esse mirante, que é um excelente ponto de fotografia. Principalmente nessa época de férias, quando recebemos turistas em nossa cidade.
 
Porém o descaso e a falta de preocupação com a vida do povo de nossa cidade fica evidente, aconselho a população não pisar nesse local, está totalmente enferrujado, parece solto em algumas partes, falta uma parte da grade de proteção, o piso em algumas partes está fino e com vários furos, nunca vi uma manutenção contra ferrugem nessa área. Chega a ser burrice não cuidar dessa área, vai que alguém caia !? Crianças usam de trampolim, vai que acontece uma tragédia? Me pergunto se essa prática de nossos governantes nunca irá mudar?  Pois isso é uma TRAGÉDIA ANUNCIADA! QUANTOS PROCESSO CABERIAM EM CASO DE ACONTECER UMA DESSAS COISAS ACIMA? Me lembrei daquela tragédia na boate Kiss em Santa Maria no Rio Grande do Sul, onde a semelhança está principalmente em procurar culpados e não em evitar um acontecimento Desastroso!!!
 
Forte Abraço a todos !!!
 
Desejo um feliz 2014 e que a promessa de mudança, que nos foi feita, não tenha sido pra pior....
 
Leonardo Duarte
..

Espaço do Leitor: BR 235 Juazeiro - Pinhões

 
Geraldo José,
 
Como leitor assíduo deste importante blog de notícias do Vale do São Francisco, como também ex-morador do Distrito Pinhões, vi recentemente autoridades de nossa cidade anunciarem neste meio de comunicação a conclusão da licitação da BR - 235 Subtrecho Juazeiro-Pinhões. Então Geraldo, lanço o seguinte questionamento: Gostaria que nossas autoridades dessem maiores informações sobre tal certame, pois como cidadão fui ao portal de compras do Governo Federal (COMPRASNET) e constatei que a licitação para a referida obra somente acontecerá em 23/01/2014, conforme o edital que seguem em anexo, como também a página do COMPRASNET.

Francisco Pereira

Confira AQUI o edital. ..

Espaço do Leitor: Estudante reclama das instalações da Escola Drª Valquiria Saturnino

Geraldo,

Sou estudante de um dos cursos técnicos ofertados na Escola de Formação Técnica de Saúde Drª Valquíria Saturnino, em Juazeiro - BA, pelo Pronatec/Sisutec, onde assistimos aulas no Colégio Objetivo, o qual tem pouca estrutura para os alunos...

Espaço do Leitor: Lixo na terra dos dez dias de carnaval

Caro Geraldo,

Venho aqui perguntar às nossas autoridades sobre a coleta de lixo da nossa cidade que não passou, em pleno dia 31 de dezembro, no bairro Santo Antônio. Viramos o ano com as ruas sujas e cheias de lixo. Isso é um descaso com a população...

Imagem Ilustrativa da Internet

Espaço do Leitor: Chegada de 2014

Geraldo,

Ontem (31), quando fomos visualizar a tão falada queima de fogos que foi anunciada pelos meios de comunicação aqui da região e que seria mais de vinte minutos, não esperávamos que fosse aquela vergonha que se viu...