RedeGN - Espaço do Leitor

Outros Destaques

Especial Coronavírus

Acompanhe o mapa do COVID-19 em tempo real em nossa página especial.

Espaço do Leitor

Junho: na memória afetiva começa em março com a procissão de São José

Kuruma’tá é uma revista online de culturas e afetos compartilhados. É conversa do mundo, das coisas. É pra falar de livros, leituras e leitores. Pra falar da música e do cinema que nos encantam. Falar da troca entre as gentes e suas criatividades.

O publicitário Márcio Fabiano participa da edição da revista. Confira texto e poema: ..

Revista Kuruma'tá Foto de Lara Bonfim Braga

"Luiz, Respeita Januário", se não, "vai ver só toma que, toma que, toma que, toma que, toma que"

Como já é de conhecimento geral, as festas de São João foram canceladas na Bahia por conta da pandemia do novo coronavírus. Para atenuar a situação, os artistas e empresas de comunicação estão criando alguns programas temáticos em forma de live show.

O já tradicional São João do Nordeste é um exemplo dessa adaptação e será exibido pela Globo, no próximo sábado (20), após “Fina Estampa”. Porém, a escolha de Léo Santana para representar a Bahia não agradou e foi bastante criticado...

Professora mestre Vera Medeiros

ESPAÇO DO LEITOR: Galho de árvore é colocado para cobrir bueiro em rua no centro de Juazeiro

Um leitor da RedeGN enviou para nossa redação na manhã desta sexta-feira (19), uma foto em que mostra um galho de árvore colocado para sinalizar e fechar um bueiro no centro de Juazeiro, exatamente na Praça do ìndio, Largo 2 de julho.

Como se pode ver na foto, o buraco que se abriu fica bem no meio da pista. Moradores da localidade estão preocupados com o risco de acidente no local...

Artigo: Uma pandemia mais que reveladora

O mundo vive atualmente um dos piores momentos da recente história da humanidade. Não bastassem as crises econômicas que já vinham acontecendo em diversos países, de todos os continentes, a população mundial é surpreendida por um perigoso e mortal vírus que em um curto espaço de tempo, da sua descoberta em dezembro passado, já ceifou milhares de vidas e destruiu, além de famílias, muitos sonhos.

O novo coronavírus é uma triste realidade que precisa ser encarada de frente, com responsabilidade, sapiência e muito cuidado. A Covid-19 é talvez a doença mais 'democrática' que se tem conhecimento, ela não escolhe cor, raça, religião, gênero ou idade. Todos estão suscetíveis à contaminação: menino, menina, criança, jovem e idoso, pobre, rico, médico, servente, pedreiro.....

Espaço Leitor

Artigo - O Covid e o papel do estado

Tenho dúvidas – e até acho improvável – que o coronavírus vá provocar uma guinada na vida das pessoas, transformando positivamente de um momento para o outro seus costumes, comportamentos, modo de agir, e os cambaus. As coisas não são tão simples como às vezes podem parecer, sobretudo quando se trata do comportamento humano. E nem é preciso ser psicólogo para saber disso.

Pelo menos até onde se sabe, não foi isso que ocorreu quando de outras crises pandêmicas havidas ao longo da história - tirante, é óbvio, uma possível e natural euforia resultante da sensação de alívio que alguns abençoados tenham tido – uma vez passado o susto...

Descaso com os barracos na Avenida Adolfo Viana Juazeiro-BA

Um comerciante de Juazeiro enviou e-mail a redeGN reclamando da não concretização de projeto contemplando os barraqueiros ao lado do INSS. Confira:

Geraldo, antes de mais nada gostaria de dizer que sou um fã do seu trabalho e seus serviços prestados à nossa comunidade. Há muitos anos existe um descaso por parte do poder público com os comerciantes do nosso município e com os comerciantes ao lado do INSS não é diferente...

Artigo - Como os presidiários estão convivendo com a Covid 19?

O Brasil é hoje o terceiro maior país em número de presos do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da China. A cadeia é um ambiente comumente insalubre, onde há racionamento de água, sendo que o contato contínuo de todos os presos, aliado à superlotação carcerária, certamente contribuirá para a disseminação da doença.

Impossível, ao menos de imediato e concomitantemente, toda a população carcerária ter acesso aos produtos e mecanismos que auxiliam na prevenção do COVID-19, pois sabemos dos entraves orçamentários e de gestão de políticas públicas que permeiam nosso sistema...

Moradores jogam lixo ao lado de espaço do ‘Ecoponto’ no bairro Novo Encontro

Geraldo a gente costuma responsabilizar o Poder Público por tudo de ruim que acontece em nossa comunidade, mas em alguns aspectos, nós o povo é que somos o principal culpado.

Passando neste domingo (14) pelos bairros Lomanto Junior, Novo Encontro e Centenário pude constatar a ausência de cidadania numa delas. No contorno entre o Lomanto e o Novo Encontro foi instalado um “Ecoponto” que segundo a prefeitura tem como objetivo regularizar espaço para o descarte correto de resíduos sólido, no entanto, as pessoas colocam o lixo nas proximidades, mas não vão até o “Ecoponto”...

Artigo – Uma nação assustada!

Entre os pressupostos naturais que definem o sentido de cada voto dado pelo eleitor num pleito, além do básico e tradicional cumprimento do dever cívico, está embutido o desejo de escolher entre os candidatos aquele que possa assumir a responsabilidade da gestão pública no encaminhamento dos mais elementares e diversificados problemas que acometem uma comunidade.

Obviamente, que cada cidadão tem a sua vida diária sempre conectada a todos os acontecimentos à sua volta, bem como se mantém mais vigilante no acompanhamento do desempenho do Prefeito Municipal, figura pública responsável pela condução da cidade...

Morador denuncia vazamento de água potável na Avenida Brasil bairro Novo Encontro

Bairro Novo Encontro foto de arquivo.

Utilizo-me desse canal para cobrar providências urgentes do SAAE no sentido de consertar a tubulação da rede de água que desde a madrugada deste sábado (13/06) jorra água potável na Avenida Brasil, antiga rua B do Loteamento Bela Vista - Bairro Novo Encontro...

A cultura é umas das principais vítimas da covid-19

No mundo todo, a covid-19 impactou o setor da cultura. Um relatório publicado pela revista ArtForum indica que 13% dos museus não reabrirão mais depois do fim do distanciamento social”, observa a artista e professora da FAU-USP, Giselle Beiguelman, em sua coluna Ouvir Imagens. “Demissões em museus já são massivas.”

Ela aponta para uma realidade que penaliza a cultura. “Segundo a Rede de Educadores de Museus, ao menos 35 instituições no País demitiram educadores...

Jornal USP - Leila Kiyomura

Artigo: Saiba mais sobre o contexto das questões ambientais no Brasil

Por Dra. Cristiana Nepomuceno de Sousa Soares*

O período de isolamento social, medida adotada para combate da COVID-19, trouxe à tona um tema frequentemente presente na agenda global: a preservação ambiental. Com a diminuição de pessoas nas ruas foi possível perceber taxas mais baixas de emissão de gases poluentes, por exemplo...

Artigo - Covid e com-vida: o valor do isolamento

Por que existe o mal? Esta questão acompanha a humanidade desde que o mundo é mundo.

A pergunta é assunto para os doutores da Teodiceia e da Teologia, para os quais o mal é parte do percurso humano rumo à perfeição – estando portanto inserido no plano da Salvação eterna...

Artigo: Evoluímos muito em pouco tempo

Bárbara Nogueira *

O mundo se transformou em um curto espaço de tempo, especialmente devido à pandemia do novo Coronavírus, que afeta a todos globalmente. Temos nos transformado a uma velocidade recorde, em meio a tantas mudanças, seja no âmbito profissional, seja pessoal. Isso nos faz refletir sobre nossa evolução e nossos aprendizados até aqui. Em tão pouco tempo, as pessoas mudaram suas ações, forma de pensar, gastar e repensaram, inclusive, valores e crenças. No que diz respeito ao trabalho, boa parte das empresas tem conseguido se reinventar de inúmeras formas e mudar o modus operandi, forçadamente ou não...

Artigo - Há burocracia que vem para o bem

Um regulamento fixo e quase inflexível, determinada rotina e hierarquia com linhas de autoridade e responsabilidade bem demarcadas são características marcantes de uma sociedade burocrática.

Estudos realizados pelo Banco Mundial em 2019, apontou que o Brasil é um dos países mais burocráticos do mundo, sobretudo nas questões relacionadas à abertura de novos negócios. Estamos em pé de igualdade com países como Paraguai, Argentina, Irã e Senegal...

Indignação com o serviço do Zona Azul em Juazeiro (BA)

Foto de arquivo.

Em e-mail a redeGN o juazeirense Venâncio Vieira relata que foi notificado duas vezes no mesmo local e no mesmo dia tendo que desembolsar R$ 34,00 por conta de um erro da empresa que explora o serviço na cidade...

Espaço do Leitor: O que Juazeiro tem, que as outras cidades não têm?

Na verdade, eu não sei, mas que tem algo diferente, isto tem. Não sei identificar as causas, mas pessoalmente já pude constatar seus efeitos e até mesmo senti-los.

É algo estranho, uma energia negativa, que parece trabalhar contra o progresso da cidade, algo que não quer que a cidade evolua, cresça, se modernize, ocupando seu lugar de destaque no cenário baiano e brasileiro...

Opinião: Não é hora de retornar

O Brasil segue, dia após dia, quebrando recordes. Para nossa tristeza, todos eles negativos. No dia 04 de junho chegamos à marca de 1.473 mortes registradas em um espaço de 24 horas. No total, já são mais de 30 mil mortes por Covid-19 por aqui. Com este número, o país superou a Itália e ocupamos agora o posto de 3º país do mundo em mortes por Covid. Porém, diferente destes países, no Brasil estamos diante de um crescimento descontrolado e não temos a menor perspectiva de quando esta escalada da morte irá terminar.

À medida que a curva de casos e mortes cresce, esperava-se que os governos instituídos, em todos os níveis, adotassem posturas mais rígidas e condizentes com a realidade. Mas, de forma muito preocupante, o que temos assistido é a reabertura de muitos setores antes fechados, como lojas e locais públicos. Inclusive, postura que tem sido adotada por alguns prefeitos e governadores que vinham agindo de forma muito correta na condução desta crise...

Moradora endossa reclamação contra a guerra de fogos de artifícios na Avenida Flaviano Guimarães

Entra ano e sai ano quando chega o mês de junho em Juazeiro a reclamação é quanto a “guerra de fogos de artifícios” em várias localidades da área urbana da cidade. A redeGN já postou matéria sobre o assunto nesta segunda-feira (Veja aqui).

A correspondência de Maria José, moradora da avenida Flaviano Guimarães, revela a complacência dos Poderes constituídos em relação a esse “velho” problema. Confira:..

Artigo – Onde a Suécia não deve ser imitada

(A “arriscada” aposta da Suécia para enfrentar o Coronavírus)

Ainda que as eleições de outubro próximo contemplem apenas os cargos de Prefeitos, Vice-Prefeitos e Vereadores, o que causa menor impacto do que se fossem as eleições gerais, não sei se realmente não seria mais prudente alongar esse prazo por uns seis meses adiante, face as consequências decorrentes dessa intensa crise socioeconômica, política e de saúde pública originada pela tragédia do COVID-19...