RedeGN - Imprimir Matéria

Comandante de Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro morre durante troca de tiros durante assalto

26 de Oct / 2017 às 16h50 | Policial

O comandante do 3º BPM (Méier), coronel Luiz Gustavo Teixeira, morreu em um arrastão na manhã desta quinta-feira. O carro dele teria sido atingido por pelo menos 17 disparos Segundo a polícia, todos de pistola. Ele chegou a ser levado ao Hospital Municipal Salgado Filho, na Zona Norte do Rio, e passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, um dos disparos atingiu o peito do coronel, lesionando a aorta. A traqueia e o pulmão esquerdo do oficial também foram atingidos.

De acordo com a Polícia Militar, o coronel Luiz Gustavo e o cabo da PM que dirigia o Gol branco, Nei Filho, estavam na Rua Hermengarda, no Méier, quando os carros foram parados por criminosos armados em um Audi preto. O comandante vinha de um evento no 23º BPM (Leblon) para uma operação em um carro oficial, mas sem identificação. Os bandidos notaram o coronel e o cabo disparou. Os criminosos revidaram e o oficial foi alvejado.

O cabo foi atingido por dois tiros na perna e permaneceu atirando. Ao fim de sua munição, se abrigou e os bandidos fugiram do local. Ele também foi levado para o Hospital Salgado Filho. Segundo a Secretaria municipal de Saúde, o quadro dele é considerado estável. Por volta das 15h30, o cabo Nei Filho foi transferido para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio. Ainda segundo Polícia Militar, o carro usado pelos bandidos foi abandonado no local.

Jornal Extra Foto: whatsapp

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.