RedeGN - Imprimir Matéria

DEBATE DA TV BAHIA MARCADO POR ACUSAÇÕES DE CORRUPÇÃO

29 de Sep / 2010 às 08h25 | Política

 

O último debate ao Governo do Estado, promovido pela TV Bahia, aconteceu na noite desta terça-feira (28) e contou com a presença dos cinco principais candidatos ao Palácio de Ondina, Geddel Vieira Lima (PMDB), Jaques Wagner (PT), Luiz Bassuma (PV), Marcos Mendes (PSOL) e Paulo Souto (DEM). O evento que foi mediado pelo jornalista William Waak, começou morno, mas foi esquentando a medida que Mendes disparava acusações de corrupção ao atual governo. O mesmo, que foi chamado de imaturo, irresponsável e incoerente, se justificou no final como um homem transparente e sincero, por isso às acusações.   Souto disse que Wagner está longe de ser um republicano, pois não aceita críticas, já Bassuma, disse saber que uma área do Projeto Salitre foi cedida para produção tabagista entre outras acusações e descasos feitos ao atual governo petista. Mas os “louros” do debate são para a metralhadora de Mendes, que foi interrompido duas vezes pelo mediador, que alegou as acusações do psolista sérias, dando direito de resposta ao acusado.

O candidato do DEM ao Governo do Estado, Paulo Souto, não economizou nas palavras para direcionar suas fortes críticas ao governador Jaques Wagner sobre a forma em que o petista conduzia os julgamentos políticos recebidos pelos adversários. Souto esbravejou ao dizer que JW “está longe de ser republicano, porque é intolerante às críticas”. “O governador já chamou gente de abestalhado, encarou fatos como imbecilidade e chamou prefeitos de birutas de aeroportos e em outras ocasiões chegou a citar críticas a ele como besteirol.”

BN Foto: Max Haack

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.