RedeGN - Imprimir Matéria

ESPAÇO DO LEITOR: O 7X1 NO FGTS DO TRABALHADOR

13 de Mar / 2017 às 20h30 | Espaço do Leitor

Não há nada mais marcante para caracterizar uma enganação do que aquele 7x1 no Mineirão... Ou não?

Tudo muito bem e tudo muito bom. Estamos assistindo a uma euforia nesses últimos dias com a liberação por parte do nosso devedor, daquilo que é nosso, e nos pertence. Estamos falando das contas inativas do FGTS.

Sei que todos já sabem, mas vamos apenas relembrar:

FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, “é um fundo criado com o objetivo de proteger o trabalhador que for demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho. No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa Econômica Federal em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. Foi instituído em 1966”. Portanto, lá se vão 50 anos...!

Desde muito cedo nunca entendi essa matemática onde a correção daquilo que fica nas mãos daqueles tais, é corrigido por um índice ínfimo e inacreditável de 3% ao ano, ou 0,25% ao mês, isso mesmo que você está lendo. Se não for, fique à vontade para me corrigir porque eu não escrevo pra mim e sim, para todos nós, porque aqui, o espaço é aberto para interagir e aprender uns com os outros.

“Desde a sua criação, os recursos do FGTS têm sido uma fonte para a implementação de políticas e programas governamentais nos setores de habitação, saneamento e infraestrutura urbana, gerando, ao longo desses 50 anos de sua existência, importantes benefícios para a população brasileira, priorizando sempre as camadas mais humildes e de menor renda”. Diga-se de passagem, dinheiro nosso, às vezes bem utilizado, outras vezes... não precisa falar...!

Mas, uma coisa é preciso dizer. Essa movimentação toda foi boa em parte, pois, ajudou a descobrir que existem simplesmente 7 (sete) milhões de trabalhadores prejudicados nessa história, sem desconsiderar o lado positivo em injetar alguns bilhões numa economia em visível recessão. Os motivos são os mais diversos conforme vem sendo amplamente divulgado, dentre eles a falta de depósito daquilo que é direito de quem trabalha, e quem tem o dever de depositar, parece não estar nem aí para com suas obrigações sociais, ou seja, o pau só canta na cabeça de quem está na parte de baixo, dando o seu melhor e cumprindo fielmente o seu dever... Como sempre o menor é o mais prejudicado!

Não estão vendo agora a sangria dessa reforma previdenciária! Pois é, detonam o que é nosso, roubam, passam as mãos com vontade, e quem sempre paga o rombo? O trabalhador honesto!

Ainda tem outros 7x1 que podem ser e aparecer por aí. Então, vamos ficar atentos para outras trapaças que possam estar a caminho contra nós trabalhadores, armadas e programadas nos gabinetes frios daquele planalto, onde tudo que fazem é para tirar de quem paga uma carga tributária das mais perversas do mundo, e contra quem derrama seu suor sofrido todos os dias para ganhar honestamente o sustento de sua família.

Dica de vida: “As pessoas só nos atingem quando damos poder a elas”. (Zíbia Gasparetto).

Acord@dinho – Apaixonado por Juazeiro e leitor assíduo do blog.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.