RedeGN - Imprimir Matéria

Fora de casa: Se não houver apoio, Juazeiro Social Clube jogará fora do município

14 de Sep / 2010 às 15h10 | Política

Em entrevista ao blog, Eládio Rocha, presidente do Juazeiro Social Clube, disse que se até o final deste mês de setembro não firmar parceria com o município com uma ajuda mensal, o time jogará em outra cidade “Se eu tirar dinheiro do meu bolso, da minha empresa, o Juazeiro não jogará aqui.”disse.

Segundo o gestor, o time necessita de um repasse de R$ 50.000 mil reais mensais para que seja possível uma participação efetiva do clube na primeira divisão. De acordo com Eládio, já foi enviada uma nota (clique para ver) ao prefeito explicando os custos e a urgência, já que o clube tem até o dia 22 de setembro para se inscrever no Campeonato Baiano da Primeira Divisão em 2011, tanto no profissional, quanto no juniores.

Em tempo, a participação do clube na primeira divisão será transmitida pela televisão em canal aberto e fechado (pay-per-view), trazendo uma grande visibilidade para a cidade. Em relação à cota que virá ao clube em virtude da transmissão, toda ela fará parte de um orçamento geral para custear viagens, hospedagens, alimentação e outras despesas do clube.

Temporada 2011

Início dos trabalhos – Segundo Eládio, como o Juazeiro não participou da Copa Governador do Estado por falta de aporte financeiro, o clube foi obrigado a se retrair, com isso, o início dos trabalhos será iniciado com mais folga e tempo no começo de outubro, visando se apresentar bem na primeira divisão.

Time base – O time sofrerá algumas mudanças, mas a base do time que disputou a segunda divisão está mantida, são eles: Nino Guerreiro (Artilheiro da 2ª divisão), Giovanni, Cleverson, João Paulo, Adriano, Tafarel, Alan, Aílton e Marquinhos.

Técnico Janílson – Segundo Eládio, só uma proposta muito boa tira o técnico do clube, já que a política do Juazeiro é colocar pessoas que vivem o futebol para comandar a equipe.

Contratações – O clube está observando alguns jogadores. Dois ou três atletas que disputaram o intermunicipal interessam, mas por questão de concorrência, o presidente prefere não revelar seus nomes. O time ainda vai observar atletas que disputam campeonatos por todo o nordeste durante os meses de outubro e novembro.

Patrocínio – De acordo com o presidente, não é de hoje que o empresariado está descrente com o futebol em Juazeiro, mas acredita que com o time na primeira divisão vai despertar o interesse e também, o resgate do antigo Juazeiro, trazendo de volta ao clube, pessoas importantes do futebol, como Jaílson das Tintas, Carlos Humberto e Roque.

Bruno Lopes

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.