RedeGN - Imprimir Matéria

Odacy cobra liberação do pagamento em atraso dos pipeiros do estado

11 de Nov / 2016 às 19h00 | Política

A situação dos pipeiros do estado, especialmente os da região de Petrolina, foi pauta da semana de trabalho do deputado estadual Odacy Amorim, PT-PE. O parlamentar falou sobre o tema numa reunião que teve esta semana com o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota. No encontro, Odacy cobrou o cumprimentos do pagamentos em atraso dos transportadores de água que passam por situação preocupante. "Eu falei com Nilton Mota e ele confirmou o pagamento dos pipeiros de Petrolina de um mês. Acompanhamos isso", disse. Odacy adiantou que o governo está aguardando o pagamento dos servidores e do decimo da categoria, para estabelecer uma nova rodada de pagamentos.

"O secretário me pediu esse prazo dos pagamentos dos servidores para liberar mais uma rodada de pagamentos dos pipeiros. Vamos aguardar os próximos dias", ressaltou Odacy Amorim. O deputado afirma que existe realmente um acumulado de dívida com o transporte de água no estado e isso é uma situação que preocupa. "Eu realmente estou preocupado com questão dos pipeiros que investiram e estão sofrendo muito para poder manter os seus carros", enfatizou.

Conforme Odacy, o secretário Nilton Mota frisou que tem conversado com a Defesa Civil para ampliar a frota de carros pipas no estado. Ele também cobrará mais investimentos por parte do governo federal. Na conversa com o deputado, Mota revelou que o estado do Ceará, por exemplo, possui 1700 carros pipa pagos pelo governo federal, enquanto Pernambuco conta com apenas 1100. "Ele disse que trabalha para o governo federal ampliar a frota de carros pipa no sertão e assim, diminuir o investimento do estado que hoje chega a R$ 40 milhões. Já o estado do Ceará não gasta nada com o programa", revelou Odacy Amorim.

Ascom Dep. Odacy Amorim

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.