RedeGN - Imprimir Matéria

Miguel Coelho é condenado por propaganda irregular na internet

27 de Jul / 2016 às 14h01 | Eleições

O pré-candidato Miguel Coelho e o PSB descumprem a legislação eleitoral, são condenados e terão que pagar uma multa no valor de R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada na internet.

Confiando na impunidade que persegue a sua família, Miguel vem reiteradamente postando imagens e textos em sua página do facebook, com a insistente utilização do número de seu partido e com o qual pretende concorrer às eleições de 2016, dando seguimento ao seu projeto familiar de tentar ser prefeito de Petrolina.

Na sentença, o juiz da 144ª Zona Eleitoral da cidade diz que "A conduta do pré-candidato causa-lhe um benefício ilícito e ao próprio Partido Político, que também tem a sua legenda partidária divulgada ilicitamente."

Na divulgação do número de sua suposta candidatura, Miguel extrapola o razoável, e sob o manto da impunidade, tenta burlar a legislação eleitoral que permite a realização de pré-campanha, mas proíbe expressamente a exposição do número do suposto e o pedido de votos.

Decisão

ASCOM PMDB PETROLINA

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.