RedeGN - Imprimir Matéria

COMISSÃO CONTESTA NOTA DA PREFEITURA SOBRE VALORIZAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL

17 de Aug / 2010 às 07h40 | Política

Uma comissão constituída por Cícero José, presidente da Associação da Guarda Municipal; Roberval Cardoso Sales, motorista de viatura e Fábio Renato da Unidade Tática da Guarda e vice-presidente da Associação, esteve no blog para contestar nota da Prefeitura Municipal intitulada “Governo Isaac Carvalho investe na valorização da Guarda Municipal”.

Roberval Cardoso alega que a nota não retrata a verdade “as viaturas estão quebradas, o EPI – Equipamento de Proteção Individual que eu uso foi comprado com meus próprios recursos. Hoje na guarda só tem uma Ducato que não dá para circular pela cidade”.

Fábio Renato endossou as colocações de Roberval “Essa nota só deixou a gente ainda mais indignado. Equipamento de segurança pessoal a gente não tem. Faltam algemas, coletes e o fardamento é de péssima qualidade. Além do mais, foi entregue pela metade. O quartel não tem equipamento de rádio, nós nos comunicamos com o nosso próprio celular. A reforma anunciada do quartel também não condiz com a realidade. A pintura foi efetuada pelos guardas, se bem que a tinta foi fornecida pela prefeitura, mas a secretaria de comunicação exagerou na defesa do governo”.

Cícero José explicou que as viaturas adquiridas na gestão de Joseph Bandeira em 2004 se encontram em estado deplorável “Pode visitar a garagem da prefeitura que muitas delas não têm se quer condições de recuperação. A prefeitura deve adquirir uma nova frota. Quanto a reforma da sede da guarda, ela só aconteceu por conta de uma parceria com a associação, mas a logística do guarda a gestão está em dívida pois o próprio funcionário está bancando o seu equipamento de segurança”.

“Devo admitir que houve alguns avanços, mas a administração deve entender que está muito distante dos anseios da categoria”, concluiu o presidente da entidade que representa os guardas municipais.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.