RedeGN - Imprimir Matéria

Ministério do Trabalho media crise na educação de Casa Nova e professores voltam à sala de aula segunda (16)

13 de Aug / 2010 às 15h40 | Política

Representantes da APLB Sindicato de Casa Nova participaram ontem na delegacia do Ministério do Trabalho e Emprego de audiência com a Gerente da Delegacia do Trabalho, Dr.ª Edésia de Almeida Barros e a administração municipal de Casa Nova.

O grupo da APLB foi representado pela Diretora da Delegacia Sindical das Esmeraldas, Maria do Carmo da Rocha Braga, a Secretária de Imprensa Sílvia Castro Silva, o Diretor Regional da Executiva Estadual Ailton Ribeiro Rodrigues e o Assessor Jurídico da entidade sindical, Rafael Ribeiro de Amorim. O encontro teve o objetivo de levar a pauta de reivindicações, estabelecida em Assembléia e que consiste no motivo da paralisação iniciada no último dia 02.

Já pela Prefeitura estiveram presentes: O Prefeito Orlando Nunes Xavier, a Secretária de Educação, Alda Nunes Xavier, O Secretário de Finanças, Nilton César Meira, a assessora da Secretária de Educação, Gorete dos Anjos e o Chefe de Setor Pessoal, Clébio Ronei Passos.

A audiência transcorreu de forma tranquila, com as partes mostrando interesse em estabelecer um diálogo, mas ainda sem posicionamento conclusivo por parte da administração municipal. De acordo com Maria do Carmo, a representante do MTE, Dr.ª Edésia, chamou as partes ao compromisso de que possam buscar soluções no menor prazo possível. A discussão girou em torno da pauta de negociação promovida pela Categoria.

No entendimento de Maria do Carmo, essa foi a primeira audiência com o objetivo de abrir as negociações. A APLB vem tintando abrir este canal de negociação e buscando discutir soluções para os graves problemas que se instalaram na rede municipal muito antes no movimento culminar na paralisação. Foram diversos ofícios sem resposta.

Após uma longa discussão, foi solicitada aos representantes da administração municipal que apresentassem a documentação acerca do quadro de pessoal, com os respectivos cargos, salários e lotação. Na assembléia desta sexta-feira, na Colônia de Pescadores  a categoria decidiu retornar às aulas segunda-feira, dia 16, mas continuará em estado de greve até que seja concluída a negociação. Foram escolhidos também, os representantes do Conselho de Alimentação Escolar - CAE. São eles:

Titulares: Elissandra Amorim, Elisonete,

Suplentes: Selda Dias Nunes e Ana Cláudia Passos. 
 
No dia 19 de agosto acontecerá uma nova audiência no Ministério do Trabalho e Emprego, às 15h e 30, quando haverá nova rodada de negociações com o governo Orlando Xavier.

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.