RedeGN - Imprimir Matéria

Grupo “Beatriz Clama por justiça” publica nota de repúdio pelo que considera “desinteresse e descaso do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora”

27 de Mar / 2016 às 17h14 | Policial

 

Publicação postada nas redes sociais pelo grupo “Beatriz Clama por Justiça e compartilhado por familiares da garotinha de 7 anos, assassinada nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, a pouco mais de 100 dias, tornou público o que o grupo considera “desinteresse e descaso do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora”.

A nota de repúdio traz, em anexo, cópia de ofício encaminhado à escola, solicitando apoio na divulgação de uma campanha de mobilização pública, que, segundo a nota, não teria merecido a atenção devida.

De acordo com a nota de repúdio do grupo “Beatriz Clama por Justiça”, “foram várias tentativas frustradas, reuniões desmarcadas pelo gestor, Carlos André, assim como ligações não atendidas”.

Ainda de acordo com a nota a escola não estaria cumprindo o “compromisso de apoio firmado no último manifesto, em 10 de março”, destacou.

Confira na integra a nota do grupo “Beatriz Clama por Justiça”:

NOTA DE REPÚDIO

Tornamos público o desinteresse e descaso do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora – Petrolina-Pe.
Em 15/03 entregamos este ofício solicitando a concretização do compromisso de apoio firmado no último manifesto, em 10 de março. Pedimos a cessão dois outdoors da Escola, assim como o custeio da produção dos meios de divulgação, tendo em vista que o local é o marco da cena do crime.

De lá para cá, foram várias tentativas frustradas, reuniões desmarcadas pelo gestor, Carlos André, assim como ligações não atendidas. A Instituição só nos respondeu em 23/03, 8 dias depois, atendendo parcialmente ao que foi pedido, doando APENAS R$ 1.000,00, praticamente o custo de um único outdoor. Vale ressaltar que, este singelo valor, foi doado por uma pessoa física, com renda muito menor do que a Instituição e que arrecadamos, em apenas um dia, com venda de água de mineral, valor quase igual. Realizamos bingo, onde o prêmio também foi doado por pessoa física, e arrecadado com a venda de cartelas um valor 4 vezes maior do que o oferecido.

Até o momento, já foram colocados 12 outdoors, confeccionados 1.698 adesivos, contratados carros de sons, dentre outras formas de divulgação.

Nós perdemos uma vida, onde a responsabilidade maior foi da Escola, por negligência na segurança.

Diante dos fatos, manifestamos nosso DESCONTENTAMENTO com o Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, por não demonstrar interesse em contribuir para a elucidação do caso Beatriz Angélica.

Confira o ofício e a resposta do colégio no link abaixo:

Ofício Colégio Auxiliadora

© Copyright RedeGN. 2009 - 2022. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.